Menu
Projetos e Obras
Busca
Parede de Quadros

A parede de quadros é uma excelente opção para transformar os ambientes e dar mais personalidade a eles (Projeto: Taynara Sampaio)

Conteúdo Matérias

Parede de quadros: como chegar à composição perfeita?

08/06/2011

Não sabe como montar sua parede de quadros? Confira dicas para escolher a composição adequada e transformar os ambientes da sua casa!

A parede de quadros ou Gallery Wall é uma forte tendência decorativa. Ela ajuda a criar um foco para o olhar, ao mesmo tempo em que traz mais personalidade aos ambientes, reforçando o estilo e as preferências dos moradores.

Mas para montar a parede de quadros perfeita é preciso, primeiro, definir a composição. Ou seja, analisar quais imagens serão usadas, as molduras, a disposição e, claro, o efeito junto aos demais itens decorativos do ambiente.

Parece uma missão muito complicada? Continue a leitura e veja como é mais simples do que você imagina!


Como começar a montar sua parede de quadros?


Antes de sair às compras e selecionar os quadros, é preciso pensar onde você montará a sua Gallery Wall. A escolha adequada — tanto do ambiente quanto da parede — faz toda a diferença. Afinal, ela ajudará a dar destaque a esse ponto e, por isso, é preciso que ele seja relevante.

Opte por uma parede que tenha destaque dentro do espaço, ou seja, que atraia naturalmente o seu olhar. Pode ser, por exemplo, atrás do sofá da sala, próximo à mesa de jantar ou outros locais.

Em geral, os espaços de transição são os mais usados para uma Gallery Wall, como corredores e halls. Mas nada impede que você crie uma parede de quadros na sala de estar, no home office ou sobre a cabeceira da cama.

Em ambientes menores, utilize quadros de um só tamanho ou opções pequenas e delicadas. Já em espaços maiores, prefira quadros imponentes agrupados, com molduras mais dramáticas.

Parede de Quadros
Espaços maiores dão mais liberdade criativa, além de combinarem com peças dramáticas e imponentes, com ou sem moldura

E claro, não se esqueça do básico: verifique se não passa nenhum encanamento pela parede escolhida. Não use aquelas que sejam divisórias com banheiros ou cozinha.

Caso a única parede legal da sua casa para montar a Gallery Wall seja uma dessas, confira antes a planta detalhada do imóvel.

Outra possibilidade é investir em soluções que não envolvam furar a parede, como aplicar fitas dupla face ou até usar uma estante, um rack ou outro móvel para apoiar os quadros.


Quais são as principais dicas para uma parede de quadros perfeita?

Após escolher a melhor parede para receber a composição de quadros, é hora de começar a planejar a decoração. Veja as nossas dicas.


Analise o estilo decorativo do ambiente

O primeiro passo é considerar o estilo decorativo do local onde a sua parede de quadros será montada. Afinal, é de suma importância que a Gallery Wall e o restante do espaço conversem entre si.

Pense no estilo predominante (clássico, moderno, rústico etc), nas cores mais usadas, nos materiais presentes em móveis e demais detalhes decorativos, nas estampas, nos objetos usados e em tudo o que compõe o ambiente.

Dessa forma, será mais fácil encontrar maneiras de fazer com que a sua parede de quadros valorize o espaço e tenha sintonia com ele.


Pense na composição dos seus quadros

A composição é fundamental para uma parede de quadros que gere uma sensação agradável para quem vê. Você poderá usar pinturas, desenhos, fotografias e até objetos pessoais.

Parede de Quadros
Quadros com tons que conversam entre si e com a parede ajudam a dar uma sensação de amplitude e criam uma composição equilibrada


Nesse caso, o que importa é a paleta de cores escolhida e a unidade do ambiente, inclusive a distribuição dos pesos e das medidas visuais.

Você também poderá fazer uma composição com quadros de temas, tamanhos e molduras variados ou agrupar assuntos semelhantes, porém com dimensões e molduras diferentes.

De forma geral, quanto maior o espaço disponível, mais possibilidades de criação. Se o ambiente é neutro e a parede é branca, você poderá ousar com quadros de diferentes desenhos, cores e formatos, criando um ponto de contraste e deixando o espaço divertido.

Mas se você prefere uma decoração clean, poderá criar uma parede de quadros em tons neutros. Inclusive, essa é uma boa ideia para ambientes pequenos. Molduras de cores claras e fundos de uma tonalidade próxima à parede evitam que as obras pesem visualmente e trazem uma sensação de equilíbrio.


Escolha o tipo de alinhamento

Depois de definir os quadros, é hora de pensar no melhor alinhamento para a sua composição. Isso dependerá muito do estilo do ambiente, do tamanho da parede, das imagens e molduras que você escolheu e da sua personalidade.

Parede de Quadros
Quer inovar e destacar as escadas de casa? Use quadros apoiados nos degraus para um efeito decorativo surpreendente (Projeto: Laís Piazza)

É muito comum as pessoas perguntarem se os quadros precisam ficar centralizados na parede ou em cima dos móveis.

Nós respondemos: quando não tiver nada abaixo, é preferível que ele fique centralizado na parede. Mas se houver uma mesa de jantar, um sofá ou qualquer outro móvel, ele deve ficar centralizado com a peça.

De qualquer forma, isso não é uma regra. Você pode ousar ao deixá-los descentralizados e criar um ambiente bastante original.


Algumas opções de alinhamento são:

  • eixo central: cria-se uma linha imaginária que deverá estar na altura dos olhos e funcionará como um eixo central. Os quadros ficam dispostos em proporções iguais, tanto em cima quanto embaixo dela;
  • criativos: você pode ousar criando formatos inusitados para sua parede de quadros, como todos na vertical, em formato de coração etc;
  • forma maior: os quadros menores ficam dispostos ao redor dos quadros maiores, formando um desenho redondo ou oval;
  • simétrico: os quadros ficam enfileirados na vertical ou na horizontal. Todos são do mesmo tamanho;
  • escadas: os quadros nas paredes de escadas devem acompanhar o formato dos degraus.

Você pode agrupar os quadros por similaridade de temas, cores ou molduras. Também pode criar uma composição com obras totalmente diferentes — o que pode unificá-las é a presença de uma cor mais forte ou até de tons análogos ou complementares.


Faça testes antes

Não fure a parede sem antes testar para ter certeza que a sua composição ficará bacana. Você pode agrupar todos os quadros da forma que pretende usar e colocá-los no chão. Assim, saberá se eles funcionam juntos ou não.

Para ver como eles ficarão na parede, uma dica é usar moldes. Recorte papéis de acordo com o tamanho e o formato de cada quadro e os pendure com fita crepe. Dessa maneira, você conseguirá visualizar o efeito que as diferentes obras darão.

Nesse momento, pense na distância que cada quadro ficará dos demais. O ideal é entre 7 e 15 cm. Meça também o tamanho total da composição, avaliando a largura e a altura e o quanto ela ocupará de espaço na parede.

Se a ideia é que a sua parede de quadros cresça aos poucos, comece centralizando as primeiras obras escolhidas. Assim, é possível expandir a composição para os lados a cada nova aquisição.


Defina se vai furar ou não a parede

Se você não quer ou não pode furar a parede da sua casa, existem alternativas bem bacanas. Além da fita dupla face, você pode apoiar os quadros de uma maneira criativa e moderna.

Parede de Quadros
Apoiar os quadros no chão simplesmente já é uma forma de criar um efeito decorativo incrível, sem trabalho (Projeto: Portobello S.A.)

Uma tendência é deixar os quadros encostados na parede, apoiados sobre um móvel ou até mesmo no chão. Esse tipo de arranjo confere personalidade ao ambiente e o deixa com um ar mais despojado.


Use a criatividade

Apesar de todas essas dicas, lembre-se de que a parede de quadros é sua, então você tem a liberdade de criar como desejar.

Por exemplo, uma ideia interessante é incluir outros itens que tenham relação com a sua personalidade e o seu estilo, mas que não são necessariamente quadros.

Alguns exemplos são shapes de skate, bastidores de bordado, louças, azulejos, chapéus, espelhos e objetos de decoração.

Você também pode valorizar a sua composição com detalhes de iluminação, como luzes de led ou pontos de luz, que podem vir de cima ou de baixo, dependendo do efeito decorativo desejado.


Quais são as outras dicas para montar sua parede de quadros?

Parede de Quadros
A criatividade é fundamental na hora de elaborar uma boa composição. Você pode até mesmo aproveitar a cabeceira da cama para apoiar seus quadros

Ainda está difícil montar sua parede de quadros? Reunimos mais algumas dicas que podem ajudar:

  • é sempre bom pendurar os quadros de forma que os seus respectivos centros fiquem a 1,60 m do chão. Dessa maneira, todos vão conseguir apreciá-los de uma maneira agradável, tanto os mais altos quanto os mais baixos;
  • se o quadro estiver acima de um sofá, fique atento para que a parte de baixo da moldura fique de 20 a 25 cm mais alta que o encosto, para não atrapalhar quem estiver sentado;
  • quando estiver acima de uma cama, o quadro deve ficar a 60 cm do chão, caso ela não tenha cabeceira. Se tiver, a 20 cm da cabeceira;
  • evite montar sua parede de quadros em uma área com incidência direta de sol, para não danificar pinturas e molduras;
  • deixe, em média, 10 cm de distância de rodapés, tetos e outros móveis próximos.
    Confira algumas dicas extras do nosso parceiro Maurício Arruda:

Depois de todas essas dicas, ficou mais fácil montar sua parede de quadros? Aproveite para ver o nosso conteúdo que explica como incorporar arte na decoração da sua casa!


Foto de destaque: A parede de quadros é uma excelente opção para transformar os ambientes e dar mais personalidade a eles (Projeto: Taynara Sampaio)

7 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *