Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Oskar Metsavaht: quando moda, sustentabilidade e porcelanataria se encontram

16/10/2020

Medicina e Moda têm tudo a ver — Oskar Metsavaht é a prova disso. Conheça agora um pouco da trajetória do criador da Osklen!

“Médico”. “Estilista”. “Designer”. São muitos os substantivos que podem definir Oskar Metsavaht, mas nenhum melhor do que “artista”.

O dono e fundador da marca Osklen, que revoluciona ao unir moda e sustentabilidade em peças atemporais, recentemente fez uma cocriação com a Portobello — a coleção Ipanema, que une toda a bagagem cultural que ele acumulou em décadas de trabalho.

Oskar Metsavaht faz um trabalho realista, com design prêt-à-porter, responsabilidade sobre os recursos utilizados e preocupação com todos os pontos e indivíduos envolvidos no processo. Conheça mais sobre a história e o trabalho dele no nosso artigo de hoje.

Oskar Metsavaht: história e carreira

Oskar Metsavaht no Mercedes-Benz Fashion Week New York Spring Summer 2014 (Foto: Mainstream/James LaLonde at Maguire Steele)

Oskar Metsavaht no Mercedes-Benz Fashion Week New York Spring Summer 2014 (Foto: Mainstream/James LaLonde at Maguire Steele)

Nascido em Caxias do Sul (RS), Oskar Metsavaht começou sua carreira profissional como médico. No entanto, pouco atuou na área, pois sempre teve paixão por moda e design. Autodidata, criou a Osklen no final da década de 1980, que traz até hoje conceitos como juventude, natureza e sustentabilidade.

Seu sucesso começou quando ele usou seus conhecimentos científicos e seu apuro estético para criar em torno do corpo humano. Oskar foi o médico de uma equipe que fez uma expedição ao Monte Aconcágua, na Cordilheira dos Andes, com a participação de cinco alpinistas e quatro repórteres e cinegrafistas do programa Globo Repórter. Ele se preocupava com a roupa ideal para a viagem, mas não encontrou no Brasil nenhum tipo de vestuário adequado à neve.

Após recorrer a bibliografia estrangeira para pesquisar tecidos e modelos especiais, desenvolveu o Storm Tech System, um tecido com membrana interna impermeável. Ele permitia a evaporação do suor e, assim, conseguia manter o corpo seco e aquecido durante a prática de esportes de inverno.

Protocolo de Quioto

Aberto em 1997 e ratificado em 1999, o Protocolo de Quioto foi um tratado internacional que especificava compromissos mais rígidos para a redução da emissão dos gases responsáveis pelo efeito estufa, atual causa do aquecimento global.

Para isso, o protocolo propunha um calendário no qual os participantes se baseariam para, entre 2008 e 2012, reduzir as emissões globais em, pelo menos, 5,2% dos níveis registrados em 1990.

O documento era baseado no princípio de “responsabilidades comuns, mas diferenciadas”: havia um objetivo coletivo e várias metas individuais. Com isso, países desenvolvidos tinham uma obrigação maior em reduzir suas emissões porque foram historicamente os principais responsáveis pelos gases de efeito estufa na atmosfera.

Foram a leitura do Protocolo de Quioto e uma rave na Amazônia que transformaram a visão de mundo de Oskar. Os primeiros passos para uma moda sustentável vieram com a criação de t-shirts panfletárias, com dizeres como “Carta da Terra”, “E-Brigade” e “Kyoto Protocol”. Mas isso, claro, foi apenas o início de tudo.

Médico, Oskar Metsavaht conseguiu usar o seu conhecimento de anatomia para aprimorar a moda (Foto: OM.art)

Médico, Oskar Metsavaht conseguiu usar o seu conhecimento de anatomia para aprimorar a moda (Foto: OM.art)

Osklen

Linha de bolsas da Osklen, feita com couro de pirarucu, ganhou selo de sustentabilidade internacional (Foto: Osklen)

Linha de bolsas da Osklen, feita com couro de pirarucu, ganhou selo de sustentabilidade internacional (Foto: Osklen)

Oskar Metsavaht acredita que a moda só faz sentido com um propósito. Por isso, criou e comanda a direção criativa da Osklen, grife de vestuário e calçados voltada para os públicos masculino e feminino. Graças ao seu fundador, a marca consegue misturar conceitos tecnológicos com a natureza em seus produtos, sempre visando ao máximo a sustentabilidade e a defesa do meio ambiente.

O nome da marca é uma junção de Oskar, Leonardo (irmão) e Milene (uma antiga namorada).

A pegada da Osklen vai além da preservação da natureza. Afinal, sustentabilidade também significa saúde e bem-estar social. É por isso que, para seguir com sua missão de desenvolver projetos sociais e ambientais, a grife fez uma parceria com o Instituto Alpargatas para produzir equipamentos de proteção a profissionais da saúde em sua fábrica, em Bonsucesso (RJ). O objetivo é auxiliar quem está no combate direto ao coronavírus e sofre com a falta de materiais para trabalhar.

A empresa também informou que vai lançar máscaras para seus clientes, igualmente confeccionadas com reaproveitamento de tecidos da coleção atual.

E-Brigade e Instituto-E

O e-Brigade é um movimento com objetivo de disseminar informações sobre sustentabilidade (Foto: Instituto-E)

O e-Brigade é um movimento com objetivo de disseminar informações sobre sustentabilidade (Foto: Instituto-E)

Concebido por Oskar, o movimento e-Brigade brada o slogan “salve seu estilo de vida. Aja agora!”. Nascido como uma coleção de t-shirts da Osklen, em 2000, trazia a primeira camiseta feita de algodão orgânico.

A ideia de Metsavaht era que o conceito passasse do campo da moda para conscientizar também outros públicos. Vinte anos depois, a coleção continua firme e forte na grife — e conseguiu dar os frutos além-moda desejados pelo estilista.

Atual projeto do Instituto-E, o e-Brigade se tornou também um movimento de sensibilização e disseminação da informação ambiental. Os e-brigaders, agentes sociais que implementam essa ideia, adotam uma nova postura e hábitos no seu dia a dia. Assim, provocam uma transformação positiva no comportamento coletivo.

O projeto foi responsável por desenvolver uma pesquisa, até então inédita no Brasil, para estudar e quantificar os impactos socioambientais dos últimos 20 anos de adoção de medidas sustentáveis na moda brasileira.

O Instituto-E tem como objetivo disseminar, de forma original e inovadora, ideias e práticas de sustentabilidade para um grande número de pessoas. Conta com profissionais fixos e um grupo de colaboradores especialistas de diversas áreas, como comunicação, crédito de carbono, design, educação, eficiência energética e gestão de resíduos.

A instituição também assessora parcerias entre indústrias e comunidades e faz um trabalho de recuperação da vegetação nativa litorânea na orla de Ipanema.

Atualmente, a Welight, com o apoio do Instituto-E, da Redes da Maré e do Instituto Todos na Luta, faz uma campanha de arrecadação para as vítimas da Covid-19 nas comunidades da Maré, Jacaré e Vidigal.

Studio OM.art

Fachada do Studio OM.art, no Jardim Botânico (Foto: Banco Cultural)

Fachada do Studio OM.art, no Jardim Botânico (Foto: Banco Cultural)

Oskar é diretor criativo do Studio OM.art, um espaço cultural experimental que fica debaixo do ateliê do estilista. Está localizado no Jockey Club do Rio de Janeiro.

O ambiente foi projetado para receber artistas e promover reflexões e happenings sobre arte, ciência, política e filosofia.

De acordo com Oskar, o objetivo não é ter um lugar para mostrar as próprias obras, e sim contar com um cluster de arte, um espaço expositivo a mais na cidade do Rio.

Estética da ética

Uma das declarações mais conhecidas de Oskar Metsavaht é de que o novo luxo é a estética da ética, pois “envolve a inclusão social e o uso correto dos recursos naturais”.

Em palestra para a 7ª edição da Feira Brasileira do Varejo (FBV), ele explicou que o varejo é o palco, a interface com a sociedade de consumo. Portanto, tem o compromisso de entregar produtos e serviços sofisticados, com uma estética original bem-feita e com história, que promovam qualidade de vida ao público.

Por isso, a escolha de materiais e produtos deve ter compromisso socioambiental e originalidade — e é isso que a Osklen faz.

Por meio de uma parceria público-privada, o Instituto-E incentiva a recuperação da costa brasileira por meio do replantio e da preservação da restinga com espécies nativas

ASAP

Como uma brincadeira irônica com a gíria ASAP (sigla para as soon as possible ou “o mais breve possível”), Metsavaht criou o conceito ASAP (as sustainable as possible ou “o mais sustentável possível”).

Isso ocorreu quando ele resolveu produzir algodão orgânico com uma comunidade rural do Ceará e, depois, mesclá-lo a outro no mesmo tecido. Segundo disse à revista QG, “ninguém vai me apontar o dedo e dizer ‘você não é 100% orgânico’, mesmo que seja 1% sustentável, ele equivale a 100% de um projeto”.

Oskar Metsavaht também é Embaixador da Boa Vontade da Unesco para Cultura de Paz e Sustentabilidade desde 2011. Além da Osklen, ele comanda a direção criativa da OM.art e é membro de diversos conselhos, como o de Inhotim e o da BrazilFoundation.

Archtrends Summit

Oskar Metsavaht (à direita, de preto) assiste ao Archtrends Summit 2019 ao lado de Maurício Arruda e José Gonçalves Junior, diretor da Portobello Shop (Foto: Archtrends)

Oskar Metsavaht (à direita, de preto) assiste ao Archtrends Summit 2019 ao lado de Maurício Arruda e José Gonçalves Junior, diretor da Portobello Shop (Foto: Archtrends)

​Em paralelo à maior feira de revestimentos da América Latina, a Expo Revestir​, ocorre o​Archtrends Summit, circuito de palestras promovido pela Portobello.

Oskar foi um dos palestrantes da edição de 2019. Ele mostrou e discutiu sobre a aplicação da sustentabilidade em suas diferentes criações, principalmente na Osklen.​

Também abordou a moda com propósito, mostrando sua responsabilidade com o planeta e com a mão de obra envolvida em todas as etapas de produção das peças.

Na feira de 2020, ​​teve mais participação do designer junto à marca Portobello, a qual antecipou​ as novidades que serão lançadas durante o ano​. Uma delas​, ​a coleção Ipanema, resultado de sua parceria com Oskar.

Palestras do Archtrends Summit 2019

Linha Ipanema

Oskar acredita na existência da “brazilian soul”, que se resume em ser “bonito, alegre, sexy e saudável”. Esse conceito se concretiza no lifestyle carioca — precisamente na Zona Sul, que consegue unir a natureza e o urbano como visto em poucos lugares.

Por isso mesmo, a cocriação do estilista com a Portobello para 2020 homenageia um dos bairros que sedia esse estilo de vida. A linha Ipanema traz todas as características marcantes dele em lastras de 120 × 270 cm: cores naturais, pedras portuguesas e luz solar. A linha Ipanema, inclusive, foi destaque recentemente na Mostra Unlimited Portobello, na qual Oskar foi um dos profissionais convidados a criar um ambiente.

CONFIRA AQUI A GALERIA DE FOTOS COM A LINHA IPANEMA

Kit Janeiro Off White e Black é uma das cocriações de Oskar com a Portobello (Projeto: Portobello S.A.)

Kit Janeiro Off White e Black é uma das cocriações de Oskar com a Portobello (Projeto: Portobello S.A.)

Mostra Unlimited

Oskar Metsavaht, grande parceiro da Portobello, assinou o Espelho D’água e o Jardim na maior exposição digital de arquitetura 2020, a Mostra Unlimited.

“A primeira coisa que eu falei é ‘eu quero um espaço aberto’ porque a coleção que criamos juntos é inspirada em Ipanema, famoso bairro carioca. E a riqueza estética que existe no escritório da Portobello, em Tijucas, integrado à natureza, ajudou a compor o ambiente”, afirmou Oskar, durante a Mostra.

Metsavaht mostrou suas criações na área externa da Mostra UNLTD buscando manter a sensação de amplitude e minimalismo de Ipanema. O espaço foi desenhado para ter muita área de circulação, apresentando as diversas aplicações dos revestimentos. O painel Neotropical faz referência aos icônicos artistas modernistas brasileiros. Já os grandes formatos Ipanema trazem textura e aspectos das tradicionais pedras portuguesas do calçadão da orla.

Área externa da Mostra UNLTD ganha assinatura de Oskar Metsavaht

Área externa da Mostra UNLTD ganha assinatura de Oskar Metsavaht

 

Do pouco tempo atuando como médico até sua bem-sucedida trajetória como estilista, Oskar Metsavaht sempre se preocupou em devolver ao planeta aquilo que recebeu. Materiais, recursos financeiros e amor pelo que faz estão presentes em cada detalhe do seu trabalho, ideais em comum com a Portobello.

Mas Oskar Metsavaht não foi o único a colaborar com a Portobello. Conheça agora arquitetos, designers e artistas que fizeram cocriações com a empresa!

Foto de destaque: Ambiente assinado por Oskar Metsavaht na Mostra Unlimited Portobello

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *