Menu
Projetos e Obras
Busca
Oskar Metsavaht

Oskar Metsavaht assinou o Espelho D'água e o Jardim na Mostra Unlimited Portobello

Portobello Matérias

Oskar Metsavaht: quando arte, moda, sustentabilidade e porcelanataria se encontram

09/12/2020

Recentemente Oskar Metsavaht fez uma cocriação com a Portobello — a coleção Ipanema, que sintetiza seu lifestyle e apresenta o seu olhar sobre este bairro icônico. Conheça mais sobre a história e o trabalho dele no nosso artigo de hoje.

Oskar Metsavaht é artista plástico, fundador e diretor de criação e estilo da  Osklen, ativista ambiental, Embaixador da Boa Vontade da Unesco para Sustentabilidade, e muito mais. Recentemente fez uma cocriação com a Portobello — a coleção Ipanema, que sintetiza seu lifestyle e apresenta o seu olhar sobre este bairro icônico.

Criador multidisciplinar que transita entre diversas áreas e reconhecido como um visionário e precursor por defender e aplicar práticas socioambientais desde os tempos em que salvar o mundo ainda não estava na moda. Não por acaso, carrega no sangue o peso e a responsabilidade de um sobrenome de origem Estoniana que significa “guardião da floresta”.

Conheça mais sobre a história e o trabalho dele no nosso artigo de hoje.

Oskar Metsavaht no Mercedes-Benz Fashion Week New York Spring Summer 2014 (Foto: Mainstream/James LaLonde at Maguire Steele)

OSKLEN

Em 1986 aos 25 anos, com seu conhecimento em biomecânica, ergonomia e biofísica devido a sua formação em medicina e talento artístico e criativo, Metsavaht  desenvolveu os casacos técnicos para alta-montanha de toda a equipe de uma expedição ao Aconcágua (Argentina) em que ele era o médico responsável. 

Depois da aventura nos Andes, Oskar foi realizar sua formação em medicina esportiva em Paris, e escalou o Mont Blanc na cidade alpina de Chamonix com seus amigos alpinistas e snowboarders franceses que reconheceram a alta qualidade e estética de seus casacos. Foi aí que surgiu então, a ideia de criar uma marca: dois anos depois abriu a primeira loja Osklenna famosa Rua das Pedras, no balneário de Búzios. Nascia, então, uma marca genuinamente brasileira, com qualidade internacional onde a essência de qualidade técnica aliada a um estilo inspirado na natureza, nas artes e na arquitetura que se expressa em design de moda que representa um estilo de ida e cultura brasileiro com uma linguagem universal. Seu primeiro desfile foi 1992 no Copacabana Palace, já demonstrando o seu conceito de uma marca de lifestyle de luxo integrada aos esportes e natureza.

Oskar Metsavaht (Foto: OM.art)

Oskar é reconhecido internacionalmente como um dos precursores do Novo Luxo, conceito que defende a moda consciente, ou seja, aquela que prima pela fusão entre a ética e a estética, o luxo sustentável. A Osklen é a expressão de um lifestyle genuíno definido pelo equilíbrio de uma vida urbana integrada à natureza em que o orgânico e o tecnológico, o local e o global, o luxo e a simplicidade são complementares. Design, arte e sustentabilidade compõem o universo da marca, materializando a filosofia ‘ASAP | as sustainable as possible, as soon as possible’, que ressalta a urgência de agir da maneira mais sustentável possível, um chamado para a adoção de melhores práticas de impacto social e ambiental na indústria da moda.

Linha de bolsas da Osklen, feita com couro de pirarucu, ganhou selo de sustentabilidade internacional (Foto: Osklen)

SUSTENTABILIDADE

A sustentabilidade sempre esteve em pauta em seus projetos e faz parte de sua trajetória.

Ainda em 2007, o estudo ‘Deeper Luxury’, promovido pelo World Wildlife Fund (WWF-UK), apontou Oskar, junto com Elon Musk, da Tesla, como ‘Future Maker’. Desde então, é frequentemente convidado para participar como palestrante sobre o tema em instituições e conferências mundiais, como Milano Fashion Summit, 1.618 Paris Sustainable Luxury Fair, Brazil Conference em Harvard, New York University, Fashion Colloquium – University of Arts Arnhem, Holanda e Omina − Costa Rica Sustainable Fashion Summit, entre outros.

Recebeu diversos prêmios, como o título de ‘Emerging Luxury Brand of the Year’, CO Leadership Awards 2019, GCC Brandmark (Green Carpet Challenge Award 2019) e reconhecimentos, como quando apontado pela revista Fast Company como uma das pessoas mais inovadoras do Brasil, além de uma das mais criativas no mundo.

INSTITUTO-E

Oskar conceitua sua visão em desenvolvimento sustentável ainda em 1998 e desenvolve em parceria com a Embrapa e a ONG Esplar no Nordeste, a primeira plantação de algodão orgânico do Brasil. E, no início dos anos 2000, lançou o e-brigade, um movimento de sensibilização e disseminação da informação ambiental que transforma conceitos em atitudes sob o manifesto ‘Save your lifestyle. Act now’. Em 2006, o movimento origina a fundação do Instituto-e, com o objetivo de promover o Brasil como o país do desenvolvimento humano sustentável, por meio do pensamento criativo e da ação. Oskar idealizou diversos projetos de capacitação, empoderamento e geração de renda para pequenas comunidades que vivem em condições vulneráveis ​​no Brasil e no exterior, através de inúmeros projetos socioambientas. Além de reunir em seu portfólio projetos de rastreamento de pegada de carbono e hídrica, pesquisa e desenvolvimento de novos materiais sustentáveis ​​para serem utilizados principalmente pela indústria da moda, implantação e manutenção dos canteiros de restinga originários das praias de Ipanema, Leblon e Prainha, no Rio de Janeiro e incentivo ao cultivo de hortas comunitárias, o Instituto-e atua como um hub de ativação de projetos com variados parceiros institucionais, tais como o projeto “Traces” com o Ministério do Meio Ambiente da Itália; Unesco; WWF; Conservation International, Brazil Foundation e Ethical Fashion Initiative – ONU, entre outros.

O e-Brigade é um movimento com objetivo de disseminar informações sobre sustentabilidade (Foto: Instituto-E)

STUDIO OM.ART

Em maio de 2018, Oskar inaugurou o studio OM.art − onde reúne seu ateliê de artes plásticas, um espaço expositivo e seu estúdio para desenvolvimento e produção de projetos de arte, no cluster de arte Vila Portugal, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro.

A proposta do espaço é promover a difusão de ideias criativas e o pensamento crítico por meio da arte, em suas mais diversas formas, técnicas e linguagens: exposições individuais ou coletivas, instalações, eventos, apresentações, performances, talks, residências e interações. Abriga conteúdos de reflexão contemporânea sobre arte, ciência e filosofia, por meio do olhar de curadores, artistas e intelectuais convidados. 

A inauguração foi marcada com a exposição ‘Rhodislandia: Hélio Oiticica’, considerada uma das dez melhores exposições do ano na cidade, segundo a crítica do jornal O Globo. Reconstruir o ‘penetrável’ 46 anos após a sua criação, tornando-o novamente inédito, foi a escolha por uma obra que permitiu representar plenamente o propósito do espaço: a multidisciplinaridade e a transversalidade da arte em várias plataformas de expressão.

Fachada do Studio OM.art, no Jardim Botânico (Foto: Banco Cultural)

Em seguida, o studio apresentou a coletiva ‘Dialética’, que reuniu obras de 15 dos maiores artistas contemporâneos brasileiros, o projeto ‘Labor’, uma residência artística e exposição coletiva liderada por Carlos Vergara ao lado de outros artistas convidados, e ‘Experienza Live Cinema #4’, dos artistas Raul Mourão e Cabelo. A última exposição em cartaz foi ‘Respire Comigo − Lygia Clark’, que abriu o calendário de comemorações do centenário da artista ao redor do mundo, apresentando ao público o pensamento da precursora do movimento neoconcreto através de seus escritos, diários, objetos relacionais e ainda um monólogo, com todas as sessões esgotadas.

ARCHTRENDS SUMMIT

Oskar foi um dos palestrantes da edição de 2019 do Archtrends Summit (Foto: Archtrends Portobello)

Em paralelo à maior feira de revestimentos da América Latina, a Expo Revestir​, ocorre o ​Archtrends Summit, circuito de palestras promovido pela Portobello.

Oskar foi um dos palestrantes da edição de 2019. Ele mostrou e discutiu sobre a aplicação da sustentabilidade em suas diferentes criações, principalmente na Osklen.​

Também abordou a moda com propósito, mostrando sua responsabilidade com o planeta e com a mão de obra envolvida em todas as etapas de produção das peças.

Na feira de 2020, ​​teve mais participação do designer junto à marca Portobello, a qual antecipou​ as novidades que foram lançadas durante o ano​. Uma delas​, ​a coleção Ipanema, resultado desta parceria com Oskar.

LINHA IPANEMA

Oskar Metsavaht

Oskar acredita nessa essência do Brazilian Soul, onde o Rio de Janeiro tem forte influência e atua como uma caixa de ressonância para o mundo, ele diz: “no Rio você pode ter um estilo de vida urbano e ainda estar tão perto da natureza”. A comunhão diária com as montanhas, a floresta e o oceano é uma de suas fontes de inspiração, e Ipanema em especial: “os contrastes deste lugar realmente me inspiram – há tanta sofisticação e simplicidade ”.

Nas últimas décadas, Oskar registrou o que o inspirava e esse exercício imagético influenciou seu trabalho artístico. Como um criador multidisciplinar Oskar consegue estender as inspirações e criações dele para as mais diversas plataformas que envolvem seu universo a partir de uma mesma ideia ou vivência: design de moda – através de suas coleções e criações para a Osklen; arte – com seu atêlie e studio OM.art para seus projetos e exposições; experiências – com o recém aberto Janeiro Hotel, no bairro do Leblon, Rio de Janeiro; e agora, com a linha Ipanema para Portobello, design de produtos.

A cocriação do artista com a Portobello para 2020 homenageia este bairro que é referência mundial. A coleção traz todas as características marcantes dele: cores naturais, pedras portuguesas e formas harmônicas. Coleção esta que inclusive foi destaque recente na Mostra Unlimited Portobello, na qual Oskar foi um dos profissionais convidados a apresentar um ambiente com suas peças.

MOSTRA UNLIMITED

Oskar Metsavaht assinou o Espelho D’água e o Jardim na maior exposição digital de arquitetura 2020, a Mostra Unlimited.

Cadeira assinada pelo designer Elias Lanzarini é destaque da área externa criada por Oskar Metsavaht (Foto: Portobello S.A.)

“A primeira coisa que eu falei é ‘eu quero um espaço aberto’ porque a coleção que criamos juntos é inspirada em Ipanema, famoso bairro carioca. E a riqueza estética que existe no escritório da Portobello, em Tijucas, integrado à natureza, ajudou a compor o ambiente”, afirmou Oskar, durante a Mostra.

Metsavaht mostrou suas criações na área externa da Mostra buscando manter a sensação de amplitude e minimalismo de Ipanema. O espaço foi desenhado para ter muita área de circulação, apresentando as diversas aplicações dos revestimentos. O painel Neotropical faz referência aos icônicos artistas modernistas brasileiros. Já os grandes formatos Ipanema trazem textura e aspectos das tradicionais pedras portuguesas do calçadão da orla.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *