Menu
Projetos e Obras
Busca

Lastras Siena Chianti, da Portobello, decoraram as parades do apartamento (Projeto: Cristina Barbara)

Conteúdo Entrevistas

Natureza para sofisticar

23/03/2021

Designer de interiores Cristina Barbara cria elegante espaço de conceito aberto com o uso de porcelanatos que interpretam a beleza na natureza, em um apartamento na Zona Sul de São Paulo.

Madeira, pedras nobres e iluminação… Apenas poucos recursos da natureza podem transformar completamente os espaços de uma casa, deixando-a convidativa e sofisticada. E a correta escolha de itens decorativos em tons terrosos ajuda a finalizar sua composição. Pode parecer um processo simples, mas na prática requer profissionalismo. Para um projeto ser bem sucedido e corresponder a expectativas é preciso muito estudo, amor e um toque de arte. 

siena chianti
A arte do design de interiores está inserida neste projeto de apartamento em São Paulo assinado por Cristina Barbara

A designer de interiores paulista Cristina Barbara pode representar bem esse perfil de profissional que estamos falando, por sua experiência e dedicação ao longo de seus 27 anos de carreira. Ela planejou recentemente o décor de um apartamento no bairro de Ipiranga, São Paulo, elegendo como protagonistas esses três elementos que citamos, e deu um show de design!, resgatando a natureza para dentro de casa. “Minha grande motivação é poder sempre materializar sonhos. Para mim, arquitetura é arte, design e a concretização de desejos dos clientes”, comenta.

O projeto une modernidade e sofisticação com o uso da madeira reinventada e do quartzito – similar a um mármore – em quase todos os ambientes do apartamento de 145 metros quadrados. “O residencial que fizemos ficou muito bacana com o piso de porcelanato amadeirado Araucária Claro e com as paredes em lastras Siena Chianti. O porcelanato no piso representou muito bem o aspecto natural da madeira, já nas paredes, os veios das lastras remeteram a um mármore de verdade. Decidimos apostar nesses produtos da Portobello por sua durabilidade e movimentação de texturas”, explica Cristina sobre a escolha dos revestimentos.

siena chianti
Lastras Siena Chianti e tábuas de madeira interpretadas em porcelanato regeram a composição do conceito aberto
siena chianti
Lastras Siena Chianti também aparecem em nichos decorativos

Segundo a designer, além dos porcelanatos que interpretam esses materiais da natureza, outros grandes destaques da obra são a iluminação natural e artificial e a integração dos espaços do living room com o terraço. O atual conceito de espaço aberto garantiu mais aconchego, unicidade e praticidade aos moradores. Tanto as lastras, que são as superfícies contínuas de porcelanato, quanto a iluminação ajudaram a dar ainda mais sensação de amplitude ao local. 

siena chianti
siena chianti
Terraço se une à sala de estar deixando a iluminação natural entrar nos espaços integrados

“A respeito da tecnologia, pensamos na iluminação de Led, que é mais sustentável e moderna, funcionando em baixa voltagem, com uma baixa emissão de calor, junto a uma certa automação, produzindo a mesma quantidade de luz que as outras demais, a iluminação de LED é 80% mais econômica que as lâmpadas incandescentes”, afirma a designer. 

siena chianti
Muita iluminação artificial com LED em luminárias, spots e entornos dos móveis

Perfil

siena chianti

Cristina Barbara, formada na Escola Panamericana de Artes, em Design de Interiores, possui escritório na capital paulista, Barbara e Purchio Interior Design. Na sua trajetória, fez alguns cursos da área no Brasil e no exterior. Já participou de algumas edições da CASACOR e conquistou o TOP 100 da revista Kaza e Prêmio Tile Brasil.

A arquitetura entrou na sua vida a partir do momento em que começou a mexer na sua própria casa e nos espaços: “me engajei e fui buscar estudar sobre o assunto. Além de que sempre tive uma ligação com arte, minha família aprecia cores e obras”, conta.

Seus projetos apresentam uma tendência minimalista, detalhista e atemporal. “Acho essencial fazer um projeto que daqui a 20, 30 anos possa contemplar da mesma forma, saber que ele é duradouro e não um modismo”, afirma a designer.

Sua inspiração vem de alguns grandes arquitetos. “Mies Van der Rohe é um arquiteto que admiro muito e, da época atual, posso citar Tadao Ando, Zaha Hadid e Patricia Urquiola. E claro, materiais também, como os naturais, que eu adoro usar nos projetos, e os tecnológicos, que atualmente são essenciais para solucionar diversas questões que antes não existiam. Como por exemplo, uma estrutura metálica para fazer um vão sem pilar, temos também vidros com conforto térmico e acústico. Assim, sempre é válido lembrar que a arquitetura é mutante, ela anda com a tecnologia”, ressalta.

O dia a dia de Cristina Barbara é extremamente dinâmico, altamente criativo e envolvente. “Mas até na correria faço tudo com muito carinho, amor e dedicação”, confessa, completando: “aprendi na minha carreira que é muito importante ser perfeccionista e ter muito foco no trabalho, mas sobretudo ser apaixonada pelo o que faz”.

Conheça mais os trabalhos da designer aqui no Archtrends!

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *