Menu
Projetos e Obras
Busca

A mineração Portobello envolve uma série de cuidados com as jazidas, inclusive recuperação ambiental (Foto: Portobello S.A.)

Conteúdo Matérias

Mineração Portobello: de onde vêm nossas matérias-primas?

19/05/2022

Entenda como funciona a mineração Portobello e veja as preocupações e ações de recuperação e proteção do meio ambiente promovidas pela empresa

Até que um revestimento cerâmico chegue à sua obra e transforme o seu ambiente, há alguns processos para sua fabricação. Tudo começa com a extração da matéria-prima nas jazidas. Na Mineração Portobello, há uma preocupação constante com a sustentabilidade.   

Esse conceito se materializa principalmente na recuperação do meio ambiente explorado, mas também pela responsabilidade social, com o envolvimento de toda a comunidade. Quer entender melhor como funciona a Mineração Portobello e descobrir como extraímos a matéria-prima para nossos produtos? Venha conosco!   

Por que os revestimentos cerâmicos são opções mais sustentáveis?   

Para a produção dos revestimentos cerâmicos, há a necessidade de exploração de jazidas de argila. Mas é importante destacar que esses produtos são opções muito mais sustentáveis que os seus materiais naturais utilizados como revestimentos.   

Os mármores são extraídos de jazidas em grandes profundidades, o que causa uma transformação definitiva na paisagem natural. Além disso, o aproveitamento da matéria-prima é mais baixo, uma vez que, quebrada a lastra da pedra natural, não é possível recompô-la – os pedaçoes menores podem ser utilizados como mosaicos ou pequenos formatos, apenas. No caso das Lastras em porcelanato, é possível reincorporar os resíduos no processo fabril, com aproveitamento de 99,9%.    

Os porcelanatos e as lastras conseguem reproduzir de maneira fiel materiais como o mármore, mas têm uma extração mais sustentável (Crédito: Portobello)

As madeiras são materiais renováveis, no entanto, o uso intensivo, em geral, não permite a recuperação das áreas naturais com as características de biodiversidade originais. Muitas áreas são recuperadas com uma única espécie, o que compromete a volta da fauna e da diversidade vegetal.

Já a argila necessária para produzir revestimentos cerâmicos é extraída de jazidas superficiais. Isso permite a recuperação das áreas exploradas de acordo com a vocação original delas – algo que a Portobello realiza em 100% dos casos.  

Atualmente, os revestimentos cerâmicos são capazes de reproduzir de maneira fidedigna vários materiais, inclusive os mármores e as madeiras.   

Como é feita a mineração Portobello?   

Normalmente, a argila utilizada como matéria-prima pela Portobello é extraída de áreas próximas aos seus parques industriais, otimizando a necessidade de transporte terrestre.  

A Portobello utiliza tanto fontes próprias quanto de terceiros para a extração da matéria-prima. No total, são 15% de fontes próprias, localizadas em:      

  • Campo Alegre, Canoinhas, Lages, Ituporanga e Leoberto Leal, em Santa Catarina;  
  • e Piraí do Sul, no Paraná, abastacem a unidade fabril de Tijucas, Santa Catarina;  
  • Cedro de São João, no Sergipe;   
  • e Teotônio Vilela, em Alagoas, abastecem a unidade fabril de Marechal Deodoro, Alagoas.  

A Portobello presta suporte técnico por meio de auditorias no controle e desenvolvimento das jazidas parceiras. Esse trabalho vai desde a extração do material até o transporte para as fábricas. Assim, garantimos que as jazidas de terceiros sigam os mesmos padrões de sustentabilidade definidos pela marca.  

A mineração Portobello utiliza tanto jazidas próprias quanto de terceiros, mas em todas há uma forte preocupação ambiental (Crédito: Portobello)

Como se preocupa com a sustentabilidade, a Mineração Portobello realiza, ao mesmo tempo, a extração das matérias-primas e a recuperação ambiental das áreas, atendendo todos os requisitos estabelecidos pelos órgãos ambientais.   

Quais as preocupações da Mineração Portobello em relação à sustentabilidade?   

A sustentabilidade é um dos pilares da Portobello e não seria diferente com a sua mineração. Sustentabilidade significa comprometimento com toda a cadeia de produção e distribuição, ajudando a construir um futuro em que todos evoluímos juntos.   

Para isso, a Portobello segue alguns passos, que são:      

  1. cuidar dos nossos colaboradores com respeito e dignidade;   
  2. garantir que os recursos naturais necessários para a produção sejam utilizados racionalmente;   
  3. garantir que o processo produtivo seja mais que socioambientalmente responsável, mas também regenerativo;   
  4. garantir que as comunidades do entorno façam parte do ecossistema da marca;   
  5. garantir que os resíduos gerados sejam ressignificados.   

Vamos ver como fazemos isso em detalhes?   

Cuidado na exploração  

A Mineração Portobello segue critérios pré-estabelecidos para gestão de impactos sociais e licenças de jazidas, com auditorias periódicas que garantem a preservação da biodiversidade, a qualidade da água e o controle da emissão de CO2.   

As jazidas da Portobello passam por um processo de recuperação focado nas vocações de cada ambiente
(Crédito: Ricardo Wolff)

Além de seguir os critérios nas jazidas próprias, todas as jazidas de terceiros são avaliadas. Nos últimos anos, nenhuma delas apresentou atividades que fossem capazes de causar impactos ambientais significativos.   

Além da extração, a Portobello se preocupa com o descarte dos materiais. É importante frisar que a cerâmica é composta, basicamente, por terra; por isso, quando é descartada de forma adequada, não causa impactos ambientais.   

Recuperação ambiental   

A recuperação ambiental é uma importante estratégia de sustentabilidade da Mineração Portobello. Quando as atividades de retirada de matéria-prima terminam, a Mineração Portobello providencia um novo uso à área explorada, respeitando a vocação natural de cada região.   

Assim, a antiga jazida pode assumir diferentes usos, como:      

  • piscicultura;   
  • plantio de soja e araucária;   
  • plantio de soja e de milho;   
  • plantio de mudas nativas para reflorestamento etc.   

Por exemplo, em 2020, promovemos a recuperação ambiental de 90 mil m² — o equivalente a nove hectares — em seis diferentes áreas exploradas pela Mineração Portobello. Assim, recuperamos 100% das jazidas após a exploração.   

Um exemplo de recuperação ambiental promovido nas jazidas próprias da Portobello (Crédito: Ricardo Wolff)

Um exemplo de recuperação ambiental promovido nas jazidas próprias da Portobello (Foto: Portobello S.A.)   

Na jazida de Cedro de São João, em Sergipe, por exemplo, foi realizado o plantio de 200 mudas nativas. Para driblar a questão climática da pouca chuva na região, nossas equipes implantaram um sistema de irrigação por gotejamento, que distribui a água de forma lenta e direta na zona radicular, garantindo que as novas plantas recebam a irrigação necessária para se desenvolverem.   

Antes disso, em 2018, a Portobello havia plantado 250 mudas de araucária, espécie nativa e ameaçada de extinção, em Ituporanga, Santa Catarina, e 4 mil mudas de diversas espécies em Teotônio Vilela, Alagoas.   

Cuidado com a água  

A água é essencial para a vida na Terra. No entanto, é um recurso finito e escasso. Por isso, cuidamos para que o seu uso seja otimizado. Um cuidado importante da Mineração Portobello é com a recuperação ambiental das Áreas de Preservação Permanentes (APPs), tanto de corpos hídricos, quanto de nascentes de água que estejam degradadas.   

A água é um recurso importantíssimo, que também é tratado de forma diferenciada na mineração Portobello – Canoinhas, SC (Crédito: Ricardo Wolff)

Além disso, toda a água que passa pelo interior das jazidas é direcionada pelos canais de drenagem até as lagoas de decantação. Elas possuem filtros de pedras e mantas geotêxteis, que garantem a filtragem.   

Para assegurar que o sistema funcione adequadamente, é feito um trabalho de amostragem em pontos de entrada e saída de água das jazidas, controlando sua qualidade física e química.   

Quer saber mais sobre as ações de sustentabilidade da Portobello? Acesse nossa página dedicada ao tema.  

Foto de destaque: A mineração Portobello envolve uma série de cuidados com as jazidas, inclusive recuperação ambiental (Foto: Portobello S.A.)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *