Menu
Projetos e Obras
Busca
Marcelo Rosenbaum

Ambiente projetado por Marcelo Rosenbaum para a Mostra Unlimited Portobello 2020 (Foto: Archtrends)

Portobello Matérias

Marcelo Rosenbaum: conheça um dos grandes nomes do design essencial

21/12/2020

Saiba mais sobre o designer e confira o seu trabalho para a Mostra Unlimited!

Não são muitos os designers que são reconhecidos fora do meio profissional. Mas a popularidade dos programas de televisão fez com que um dos maiores nomes do design brasileiro se tornasse conhecido por grande parte da população. Semanalmente, Marcelo Rosenbaum aparecia nas telas reformando casas de pessoas que nem sequer cogitavam realizar esse sonho.

Famoso nacionalmente há 14 anos graças à participação no quadro Lar Doce Lar, do programa Caldeirão do Huck, Rosenbaum mudou a vida de pessoas pelo país inteiro. No entanto, o que muita gente não sabe é que esse designer transforma vidas pelo país longe das telas. Até mesmo crianças de baixa renda conseguem estudar graças a um bem-sucedido projeto de complexo escolar.

Além disso, a sua metodologia de sucesso proporciona produtos e ambientes que refletem a personalidade e memória afetiva dos clientes. Portanto, saiba mais sobre a história e o trabalho desse grande nome do design brasileiro, além de conferir o ambiente projetado por ele especialmente para a Mostra Unlimited Portobello 2020.

Marcelo Rosenbaum: vida e carreira

Marcelo Rosenbaum
O designer Marcelo Rosenbaum (Foto: Archtrends)

Nascido em 1968 em Santo André (SP), Marcelo Rosenbaum estudou no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e abriu o seu próprio escritório de arquitetura em 1990. Ele estudou até o último ano do curso de Arquitetura, mas não se formou — por esse motivo, se considera um eterno aprendiz. Já em 1992, trabalhou com o pai do estilo high-tech alemão, Andreas Weber. 

Entre 1995 e 1996, Rosenbaum foi correspondente da Feira de Móveis de Colônia, na Alemanha. Também foi responsável por montar a exposição Brasil Faz Design em Milão, Rio de Janeiro e São Paulo. Ainda participou da Mostra de Móveis Brasil 2000, promovida pelo Museu de Arte de Ribeirão Preto. Em 1997, ganhou o primeiro prêmio da sua carreira, concedido pelo Museu da Casa Brasileira — Joaquim Tenreiro.

Durante três anos, Rosenbaum foi curador do Clube de Design do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Além disso, ministra cursos e palestras em eventos de design no mundo inteiro, oferecendo, por meio do Design Essencial, um novo olhar sobre o design como ferramenta de transformação.

Rosenbaum, o escritório

Há anos, Marcelo tem o Rosenbaum, escritório de design e arquitetura fundado com a sócia Adriana Benguela e reconhecido em todo o país.

As ações desenvolvidas são divididas em quatro campos de atuação: produtos, cenários e conteúdo, espaços comerciais e casa.

Os projetos diversificados, com design contemporâneo e inspirados na identidade brasileira, fazem parte de coleções de grandes empresas.

Marcelo Rosenbaum
Cobogó Sururu, projeto de Marcelo, Rodrigo Ambrósio e do Instituto A Gente Transforma com o artesão Itamacio dos Santos (Foto: Archtrends)

Além deles, o escritório desenvolve conteúdos para os meios on e offline de cada cliente. 

De acordo com o local, o escritório atua de maneiras distintas:

  • em espaços comerciais, Rosenbaum atua reestruturando o ambiente, como em um rebranding;
  • já para residências, há um trabalho de pesquisa para trazer a memória pessoal e as raízes dos clientes.

O designer também faz consultorias para repaginar e reposicionar artigos de outras companhias. Por fim, já montou ambientes para marcas e eventos de todo o planeta. Um exemplo bem conhecido é o da São Paulo Fashion Week.

O trabalho amplo, que traz a identidade do cliente ao local, fez com que o escritório se tornasse referência em design em todo o país. Por isso, Rosenbaum faz diversas palestras e workshops pelo Brasil e pelo mundo mostrando e ensinando a sua metodologia de sucesso.

Design Essencial

Marcelo Rosenbaum
Rosenbaum ensina o seu método em palestras e workshops pelo mundo. Na foto, Tecer Festival de Ideas, em Buenos Aires (Foto: Ministerio de Cultura de la Nación)

Desde 2010, Marcelo Rosenbaum e equipe desenvolvem o Design Essencial, metodologia que observa uma cultura e potencializa os seus valores por meio do design.

Quando utilizado com empresas ou indivíduos, o processo investiga profundamente a história do cliente para criar projetos com a alma dele. 

A Gente Transforma (AGT)

Usando o Design Essencial integralmente, o escritório Rosenbaum implementa o A Gente Transforma, que atua em comunidades do Brasil e, desde 2015, no Peru. Esse projeto trouxe uma nova visão ao artesanato produzido no interior do país.

Desde 2014, A Gente Transforma faz parte da Yunus Social Business, rede de fundos de investimento para iniciativas que promovam emprego, educação, saúde, água e energia limpa na África, América Latina e Índia. 

As três instituições (o Rosenbaum, o projeto e a Yunus) têm um plano de atuação para as cinco regiões do Brasil.

Em Alagoas, foi convidado pelo projeto Maceió Mais Inclusiva Através da Economia Circular para trabalhar em uma solução viável para o reaproveitamento dos resíduos da pesca do sururu.

Assim, nasceu o projeto Cobogó Mundaú, produto criado em parceria com o artesão Itamacio dos Santos e o designer Rodrigo Ambrósio.

A fábrica de cerâmica Pointer é apoiadora do projeto para dar escala industrial e comercializar os produtos, que serão comercializados nas lojas Portobello Shop.

Leia também: Cobogó Mundaú muda vidas por meio de artesanato e design

Projeto Moradias Infantis

Marcelo Rosenbaum
Interior da Aldeia das Crianças (Foto: Cristobal Palma)

O projeto Moradias Infantis/Aldeia das Crianças merece todo o destaque. Em parceria com a Fundação Bradesco, Marcelo Rosenbaum recebeu a missão de repensar e melhorar a qualidade de moradia dos estudantes da Fazenda Canuanã (TO).

Com mais de 40 anos de existência, a escola rural oferece acomodações para mais de 540 crianças e adolescentes, filhos de caboclos e indígenas moradores na zona rural do centro-oeste brasileiro. O regime de internato é necessário porque a distância e o deslocamento impossibilitam a rotina escolar.

Mas o objetivo foi repensar o conceito de “internato”, mudando o termo para “moradas”. Nesse contexto, os alunos de Canuanã, o escritório Rosenbaum, o Aleph Zero (atualmente, dois escritórios independentes) e o corpo pedagógico da Fundação Bradesco se uniram para reformular a arquitetura do projeto. 

Criando uma ponte entre ciência, tecnologia e conhecimentos ancestrais, o ambiente vai além de um espaço para dormir ou comer — é um local de aprendizagem e visão de futuro.

Com espaço para seis crianças, cada módulo habitacional fica embaixo de um grande telhado que cria uma enorme sombra. A aldeia é também organizada em duas vilas: uma para meninas e outra para meninos.

Nos pátios, o paisagismo cria um microclima resultante do encontro entre Cerrado, Amazônia e Pantanal, conectando as crianças com a biodiversidade do Tocantins.

Prêmios

Marcelo Rosenbaum
Marcelo Rosenbaum no Archtrends Summit 2020 (Foto: Archtrends)

Marcelo Rosenbaum recebeu diversos prêmios durante a sua carreira.

Em 1997, o designer ganhou o 1º Prêmio do Museu da Casa Brasileira — Joaquim Tenreiro.

Em 2016, a Pointer, marca do Grupo Portobello, conquistou o primeiro lugar na categoria Construção na 30ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. O produto premiado é a linha Azul, da coleção Raízes, em parceria com Rosenbaum e o Fetiche Design, de Paulo Biacchi e Carolina Armellini.

Na Expo Revestir do mesmo ano, o modelo Céu, da mesma linha, venceu a categoria Cerâmica Fachada.

Em 2018, os escritórios Rosenbaum e Aleph Zero venceram o Prêmio Internacional RIBA com o projeto Aldeia das Crianças. Como vimos, o conceito-base é o do Design Essencial, que usa a arquitetura para conectar os jovens e as crianças ao conhecimento produzido por seus antepassados. 

Antes disso, Rosenbaum recebeu o título de Professor Honoris Causa, concedido pelo Belas Artes.

Também em 2018, a parceria de sucesso com o Fetiche Design trouxe outra vitória: o prêmio Casa Vogue Design na categoria revestimentos. A ganhadora foi a coleção Escamas, da marca Santa Luzia.

Em 2019, Rosenbaum foi homenageado pelo Prêmio Cidadão SP na categoria Design, pelo trabalho que desenvolve em comunidades. Promovido pelo ReciproCidade, esse é um reconhecimento para quem faz a diferença na capital paulista.

Livros

Marcelo Rosenbaum
Marcelo Rosenbaum em mesa redonda no Archtrends Summit 2020 (Foto: Archtrends)
  • Entre Sem Bater (2014);
  • Coleção Decoração Prática (2015);
  • Várzea Queimada: Matéria, Espírito e Inspiração (2016).

Programas de televisão

  • Caldeirão do Huck (quadro Lar Doce Lar), na Rede Globo, de 2008 a 2012;
  • Decora, no canal GNT, de 2014 a 2016.

Marcelo Rosenbaum na Mostra Unlimited Portobello 2020

Marcelo Rosenbaum
Marcelo Rosenbaum na Mostra Unlimited Portobello 2020 (Foto: Archtrends)

No último dia 14 de outubro, a Portobello lançou a Mostra Unlimited 2020 em sua fábrica, localizada em Tijucas (SC).

O evento, 100% online, contou com a participação de grandes nomes da arquitetura e do design repaginando ambientes e apresentando as suas cocriações com a empresa.

Todo o conceito foi pensado para mostrar as possibilidades de uso das lastras. Consideradas o futuro dos revestimentos, essas superfícies de porcelanato são produzidas exclusivamente pela Portobello no Brasil.

E se a Portobello tinha a intenção de contar com os grandes profissionais da arquitetura e do design, não poderia deixar Marcelo Rosenbaum de fora.

Utilizando a Concrete Mud, o designer desenvolveu um quarto simples, perfeito para relaxar após o estresse do dia a dia, e deixou que a lastra fosse a protagonista do ambiente. 

Marcelo Rosenbaum
O quarto desenvolvido por Marcelo Rosenbaum funciona como um refúgio do cotidiano atribulado (Foto: Archtrends)

Por ter amplas proporções e exigir poucos rejuntes, o revestimento dá a percepção de superfície contínua, que dá a impressão de se estar dentro de uma rocha, fugindo dos ruídos (sonoros e visuais) da cidade grande. Para Marcelo, as grandes placas são inspiradoras por suas proporções, texturas e tamanho.

No ambiente, as peças que o compõem são desenvolvidas com trabalho manual e materiais naturais, como a roupa de cama em linho e a rede cabeluda de palha de carnaúba, da Trançados da Ilha, associação de artesãos de Ilha Grande (PI).

Outros produtos que compõem o ambiente são os abajures da Loja Teo, especializada em objetos das décadas de 1940 a 70, e uma prancha de surf feita em madeira, da designer Heloísa Crocco.

Agora que você já conhece o trabalho de Marcelo Rosenbaum, veja em detalhes o ambiente projetado por ele para a Mostra Unlimited Portobello 2020!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Marita Pimenta says:

    Gostaria imensamente de ter um projeto seu para a reforma da cobertura do apto da minha mãe.
    Não é grande….. pediria apenas um projeto seu .

    Grata ,
    Marita Pimenta