Menu
Projetos e Obras
Busca
01.-Estampa-Botanica_por-Dan-Fialdini

Conteúdo Colunistas

Manifesto Mata Atlântica

14/11/2017

Dez designers brasileiros pintam a Mata Atlântica e alertam sobre o cuidado com a natureza.

Promover o bem-estar por meio do cuidado com a natureza e dar significado às coisas. Esse foi o conceito da minha curadoria, passado aos 10 profissionais convidados a desenhar uma estampa inspirada na Mata Atlântica para a marca Artefacto Beach & Country.

A designer têxtil Ana Laet criou um desenho exuberante, onde a selva toda se funde num emaranhado de folhas. O paisagista André Paolielo fez de sua foto um Toile de Jouy da vida selvagem. O arquiteto Arthur Casas traçou um padrão de pixels com um pantone variado de verdes. O artista Dan Fialdini pintou nove espécies de flores nativas. Gaspar Saldanha, também artista, esboçou uma floresta selvagem de bromélias e bambus. Os arquitetos Marcio Kogan + o studio MK27 pesquisaram os cupins e criaram ilustrações muito bem traçadas daqueles insetos fundamentais para o equilíbrio ecológico. O arquiteto carioca Miguel Pinto Guimarães representou a mata numa geometria. O arquiteto Ricardo Bello Dias lembrou do mico-leão-dourado, espécie em extinção, e projetou um cobogó de macaquinhos e folhagens. A arquiteta Tânia Eustáquio representou as gotas de chuva nas plantas por meio de uma aquarela. E, por último, o designer gráfico e publicitário Ucho Carvalho também usou essa técnica, pincelando um bosque surrealista de flores azuis.

Patrimônio natural brasileiro – e Reserva da Biosfera da Unesco –, a Mata Atlântica é um dos cinco pontos mais importantes da biodiversidade do mundo e o bioma mais ameaçado do Brasil. Lugar de extraordinária beleza, atualmente tem grande parte da sua imensa variedade de flora e fauna ameaçada.

A conservação ambiental no Brasil está em pauta e aqui registramos essa urgência e o nosso desejo que a Organização Não Governamental SOS Mata Atlântica siga trabalhando – junto com outras ONGs nacionais –, na promoção do equilíbrio entre a extração necessária para a população residente naquela área e o controle do quanto pode ser retirado sem ferir a natureza.

A degradação da floresta é responsável por 20% da acumulação de gases de efeito estufa na atmosfera e um dos principais contribuintes para o aquecimento global. Se o desmatamento continuar, as florestas tropicais terão desaparecido completamente até 2040.

Fica aqui registrado o nosso alerta.

Estampa Botanica, por Dan Fialdini. “A Mata Atlântica possui uma diversidade extraordinária de flores exóticas e eu poderia passar dias pintando todas elas”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Botanica, por Dan Fialdini. “A Mata Atlântica possui uma diversidade extraordinária de flores exóticas e eu poderia passar dias pintando todas elas”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Brasiliana I, por André Paolielli. “Arquitetura da paisagem, fotografia, desenho e pintura inspirando novas formas de expressão”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Brasiliana I, por André Paolielli. “Arquitetura da paisagem, fotografia, desenho e pintura inspirando novas formas de expressão”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Brasiliana II, por André Paolielli. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Brasiliana II, por André Paolielli. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Bromélias, por Gaspar Saldanha. “Desde a adolescência sou apaixonado pela flora brasileira, quando passava horas sem fim desenhando no Jardim Botânico do Rio. Ao longo dos anos, transformei esse amor em estampas que fazem parte do meu imaginário até hoje”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Bromélias, por Gaspar Saldanha. “Desde a adolescência sou apaixonado pela flora brasileira, quando passava horas sem fim desenhando no Jardim Botânico do Rio. Ao longo dos anos, transformei esse amor em estampas que fazem parte do meu imaginário até hoje”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Chuva Na Mata, por Tania Eustaquio. "Um sonho líquido, lírico, revelado em cores da floresta". Imagem: Edson Garcia.

Estampa Chuva Na Mata, por Tania Eustaquio. “Um sonho líquido, lírico, revelado em cores da floresta”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Cupim, por Studio MK 27 Arquitetos. “Os cupins são famosos destruidores. Adorados pelos tatus - e odiado pelos humanos -, são fundamentais para o equilíbrio da mata Atlântica. Suas sub-famílias são: Apicotermitinae, Cubitermitinae, Foraminitermitinae, Macrotermitinae, Nasutitermitinae, Sphaerotermitinae, Syntermitinae e Termitinae (aposto que não conseguiram ler). São incluídos nas dietas dos indígenas, fazendo o papel do sal. Possuem a cabeça livre e as antenas inseridas lateralmente. Com corpo mole e abdômen curto, têm a genitália masculina assimétrica. Como nós, vivem em comunidades compostas por Rainha, Rei, soldados e operários”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Cupim, por Studio MK 27 Arquitetos. “Os cupins são famosos destruidores. Adorados pelos tatus – e odiado pelos humanos -, são fundamentais para o equilíbrio da mata Atlântica. Suas sub-famílias são: Apicotermitinae, Cubitermitinae, Foraminitermitinae, Macrotermitinae, Nasutitermitinae, Sphaerotermitinae, Syntermitinae e Termitinae (aposto que não conseguiram ler). São incluídos nas dietas dos indígenas, fazendo o papel do sal. Possuem a cabeça livre e as antenas inseridas lateralmente. Com corpo mole e abdômen curto, têm a genitália masculina assimétrica. Como nós, vivem em comunidades compostas por Rainha, Rei, soldados e operários”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Folhagem I, por Ucho Carvalho. “A vegetação exuberante sempre me interessou. Os jardins e a mata são meu assunto, nas fotos e nas aquarelas que faço. Nessa estampa desenhei o contraste das folhagens mais leves e mais firmes, assim como é na floresta”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Folhagem I, por Ucho Carvalho. “A vegetação exuberante sempre me interessou. Os jardins e a mata são meu assunto, nas fotos e nas aquarelas que faço. Nessa estampa desenhei o contraste das folhagens mais leves e mais firmes, assim como é na floresta”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Folhagem II, por Ucho Carvalho. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Folhagem II, por Ucho Carvalho. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mata Geométrica, por Miguel Pinto Guimarães. “Como tudo na natureza se reduz à matemática, nossa idéia foi geometrizar a floresta”. 10. Estampa Mico Leão Folhagens I, por Ricardo Bello Dias. “A estampa Mico Leão é uma homenagem aos primatas Leontopithecus – macacos do novo mundo –, espécie bandeira na conservação da Mata Atlântica”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mata Geométrica, por Miguel Pinto Guimarães. “Como tudo na natureza se reduz à matemática, nossa idéia foi geometrizar a floresta”. 10. Estampa Mico Leão Folhagens I, por Ricardo Bello Dias. “A estampa Mico Leão é uma homenagem aos primatas Leontopithecus – macacos do novo mundo –, espécie bandeira na conservação da Mata Atlântica”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Folhagens I, por Ricardo Bello Dias. “A estampa Mico Leão é uma homenagem aos primatas Leontopithecus – macacos do novo mundo –, espécie bandeira na conservação da Mata Atlântica”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Folhagens I, por Ricardo Bello Dias. “A estampa Mico Leão é uma homenagem aos primatas Leontopithecus – macacos do novo mundo –, espécie bandeira na conservação da Mata Atlântica”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Folhagens II, por Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Folhagens II, por Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Grilha I, Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Grilha I, Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Grilha II, Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Mico Leão Grilha II, Ricardo Bello Dias. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Trópicos I, por Ana Laet. “Adoro fazer estampas. Reinventar uma flor. Montar paisagens. Imaginar nossos trópicos em paredes e vestidos que passeiam por aí”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Trópicos I, por Ana Laet. “Adoro fazer estampas. Reinventar uma flor. Montar paisagens. Imaginar nossos trópicos em paredes e vestidos que passeiam por aí”. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Trópicos II, por Ana Laet. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Trópicos II, por Ana Laet. Imagem: Edson Garcia.

Estampa Ubiratã, por Arthur Casas. "A Mata Atlântica através do olhar do cacique Ubiratã". Imagem: Edson Garcia.

Estampa Ubiratã, por Arthur Casas. “A Mata Atlântica através do olhar do cacique Ubiratã”. Imagem: Edson Garcia.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gisele Terra Lustre says:

    Adorei essa matéria manifesto Mata Atlântica, Adorei especialmente Estampa Botanica, Dan Fialdini.
    Gostaria de saber sobre onde comprar o papel de parede. ATT

    • Archtrends Portobello says:

      Olá! Você pode encontrá-lo na loja Artefacto Beach & Country.
      Agradecemos o seu contato. Volte sempre!

      – Equipe Archtrends Portobello