Menu
Projetos e Obras
Busca

Em alta na arquitetura, o Limestone pode ser reproduzido em porcelanato. Isso se traduz em mais facilidade no dia a dia, como essa aplicação com Pierre Belle Blanc, da Portobello (Projeto: Portobello S.A.)

Portobello Coleção

Limestone: a pedra calcária em evidência na arquitetura

28/07/2021

Conheça o Limestone, uma pedra calcária em alta nos projetos arquitetônicos com pegada contemporânea e clean!

Historicamente, as pedras naturais são muito usadas na arquitetura. Afinal elas trazem requinte e elegância a diferentes ambientes. A tendência é o Limestone, que tem ar rústico e toque aveludado.

Se preferir, clique no play abaixo para ouvir o artigo completo:

Quer usar esse material na sua próxima obra? Continue com a gente para saber tudo sobre essa pedra calcária e, claro, as possibilidades de criação com porcelanatos da Portobello!

O que é Limestone?

O Limestone é uma pedra calcária proveniente da Turquia e da Espanha. Também pode ser encontrada no Brasil, embora a maioria das matérias-primas desse tipo usadas na arquitetura sejam importadas.

Ela é, basicamente, composta por calcite mineral. Tem pouco brilho, podendo ser usada em diferentes aplicações, desde áreas externas, como muros, paredes e fachadas, até internas, como bancadas e cubas.

Sua formação lembra a do mármore. No entanto, o Limestone tem uma rusticidade natural.

Quais são as principais características do Limestone?

Além da calcite mineral, o Limestone pode ser composto por proporções diferentes de areia, argila e óxido de ferro. 

É essa composição que determinará a cor da pedra e as suas características, como dureza, porosidade e textura.

Quanto menos “ingredientes” tiver, mais branco será o material. A variação, portanto, depende da fonte de onde o Limestone foi extraído. 

De forma geral, sua tonalidade varia do branco, passando pelo bege-alaranjado e chegando até o cinza-escuro.

Geralmente, a pedra é comercializada em chapas com espessuras de 2 a 3 cm, embora também possa ser encontrada no formato de ladrilhos.

Formação de Limestone de La Zaplz, nas montanhas Piatra Craiului, na Romênia
Formação de Limestone de La Zaplz, nas montanhas Piatra Craiului, na Romênia (Foto: Amorphisman)

Entre suas principais características, podemos citar a baixa resistência a desgastes, riscos, manchas e tráfego.

Outro atributo do Limestone é o fato de o material não reter calor. Por isso, é muito utilizado em áreas externas, sobretudo em piscinas.

É importante destacar que, como se trata de uma pedra natural, ele apresenta grande porosidade. Então, caso você queira usar em bancadas e cubas, deve ter cuidado redobrado, realizando a impermeabilização e tendo atenção ao uso, pois há chances de manchas.

Conforme o tempo passa, o Limestone tende a ficar ainda mais poroso, podendo absorver com facilidade café, azeite, bebidas alcoólicas, vinhos, sucos, produtos de limpeza fortes etc.

Quais são os usos e cuidados do Limestone?

O Limestone oferece uma série de possibilidades em termos de usos. No entanto, também exige alguns cuidados.

Usos

Graças às suas tonalidades claras e ao seu aspecto rústico, o Limestone pode ser usado em livings, quartos, banheiros, cozinhas e também em ambientes externos.

No mercado, a pedra pode ser encontrada de diferentes formas, como: 

  • levigado (acabamento plano e não reflexivo, produzido por abrasão mecânica e utilizado em fachadas, áreas externas, pisos e bancadas);
  • polido (acabamento plano e liso, produzido por abrasão mecânica e polimento, mais usado em áreas internas);
  • anticato (aspecto envelhecido, mais utilizado em piscinas e pisos externos);
  • natural ou bruto.

O Limestone está em alta, por conta do seu visual clean e da sua capacidade de se mesclar perfeitamente com outras superfícies.

O Tribunal do Condado de Riley, nos Estados Unidos, é um exemplo de construção que utiliza o Limestone na sua fachada
O Tribunal do Condado de Riley, nos Estados Unidos, é um exemplo de construção que utiliza o Limestone na sua fachada (Foto: Kevin Zollman)

Cuidados

Por ser uma pedra natural, é preciso tomar certos cuidados com o Limestone.

Antes mesmo da instalação, a matéria-prima deve ser limpa com detergente específico para remoção de impurezas. Dependendo do uso, também é interessante investir em uma impermeabilização, pois isso reduz as chances de manchas.

Em relação à manutenção, tome cuidado com os produtos que você usará sobre a pedra, uma vez que alguns podem causar manchas.

Além disso, não é recomendado deixar sobre sua superfície objetos que podem oxidar — como palha de aço ou prego — ou arrastar móveis que possam riscá-la.

Por que investir em um porcelanato que recria Limestone?

Se você gosta do estilo e da beleza do Limestone, mas não deseja ter todos os cuidados que uma pedra natural exige, que tal investir no porcelanato que reproduz essa textura?

O porcelanato que recria o Limestone é mais resistente ao tráfego e pode ser usado em áreas internas e externas, residenciais e comerciais, como esse exemplo com Moss Greige
O porcelanato que recria o Limestone é mais resistente ao tráfego e pode ser usado em áreas internas e externas, residenciais e comerciais, como esse exemplo com Moss Greige (Projeto: Portobello S.A.)

Entre as vantagens desse material, podemos citar:

  • menor absorção de líquidos, o que reduz as chances de manchas e permite utilizar o produto para compor bancadas de banheiros, lavabos e cozinhas;
  • mais praticidade no dia a dia, especialmente para a limpeza. Basta usar pano úmido e detergente neutro, sem nenhum tipo de tratamento especial;
  • maior resistência ao tráfego. O porcelanato pode ser usado até em ambientes comerciais e áreas comuns de condomínios, por exemplo;
  • acesso a Limestones raros na natureza, conhecidos por sua beleza única;
  • maior facilidade de assentamento;
  • custo-benefício mais interessante;
  • diversas possibilidades de cores;
  • menos chances de riscos;
  • maior vida útil.

Um ponto a se destacar é que o porcelanato é uma alternativa mais sustentável, já que as jazidas usadas para a sua fabricação extraem a matéria-prima superficialmente, diferente das de pedras naturais.

A Portobello conta com algumas linhas bem bacanas que interpretam perfeitamente o Limestone e trazem praticidade para a sua rotina. Vamos conhecê-las em detalhes?

Pierre Belle

Pierre Belle é a reprodução de um Limestone da pequena vila de Saint Martin Belle Roche, ao sul de Dijon. Sua principal característica é a predominância dos veios direcionados, quase gráficos.

Os porcelanatos que reproduzem o Limestone podem ser usados nas bancadas com muito mais facilidade. Na imagem, Pierre Belle Blanc
Os porcelanatos que reproduzem o Limestone podem ser usados nas bancadas com muito mais facilidade. Na imagem, Pierre Belle Blanc (Projeto: Portobello S.A.)

Esse é um porcelanato de bastante personalidade, disponível em superfície natural ou polida, podendo aparecer tanto em projetos clássicos quanto contemporâneos.

Fazem parte dessa linha os produtos:

  • Pierre Belle Blanc, disponível nos formatos 120×120 cm, 60×120 cm e 60×60 cm, todos com acabamento polido e natural;
  • Pierre Belle Creme, disponível no formato 120×120 cm, com acabamento natural.

Ambos podem ser usados em locais:

  • comerciais pesados, com tráfego intenso de pessoas e eventual tráfego de equipamentos leves, como hall de entrada de hotel ou edifício comercial, corredores secundários de shoppings, cozinhas industriais, hospitais, museus, escolas etc;
  • com tráfego leve de pessoas, como áreas privativas em residências e condomínios;
  • com paredes externas e fachadas.

Moss

Moss é a representação de um pórfiro, uma pedra formada pelo resfriamento de erupções vulcânicas de milhões de anos, com marcas de musgos impressas.

Essa fusão de rocha e vegetação é expressa por formas orgânicas de tons mais escuros, que ocorrem de maneira pontual em sua superfície.

Moss traz uma rusticidade suave, que entrega aconchego e versatilidade. Na imagem, aplicação de Moss Grey
Moss traz uma rusticidade suave, que entrega aconchego e versatilidade. Na imagem, aplicação de Moss Grey (Projeto: Portobello S.A.)

Dessa forma, a linha traz uma rusticidade suave, com um equilíbrio cromático entre tons naturais. É ideal para projetos internos e externos que buscam o aconchego da pedra natural e a versatilidade do porcelanato.

Moss Greige

Disponível no formato 90×90 cm, com acabamento natural e EXT.

É indicado para ambientes:

  • comerciais leves: local com tráfego mediano de pessoas, sem o trânsito de equipamentos, como áreas comuns de condomínios, lojas sem estoques, corredores de hotéis etc;
  • residenciais: tráfego leve de pessoas, como áreas privativas em residências e condomínios;
  • comerciais pesados: tráfego intenso de pessoas, com eventual trânsito de equipamentos, como hall de entrada de hotel ou edifício comercial, corredores secundários de shoppings, cozinhas industriais, escolas, museus etc;
  • paredes externas e fachadas.

Moss Grey

Disponível no formato 90×90 cm, com acabamento natural. Indicado para uso em ambientes comerciais pesados, residências, paredes externas e fachadas.

Moss Snow

Disponível no formato 90×90 cm, com acabamento natural e EXT. Indicado para uso em ambientes comerciais pesados, residências, paredes externas e fachadas.

Via Durini

Nessa linha da Portobello, a pedra natural ganha um ar cosmopolita ao ser trabalhada em textura suave e tons neutros. 

A delicadeza da superfície de Via Durini equilibra com a força do material e renova as opções para ambientes internos.

O produto está disponível em quatro cores, que expressam toda a elegância das grandes cidades europeias.

As paredes com porcelanato que interpreta o Limestone ficam muito charmosas. Um exemplo é essa aplicação de Via Durini Dark Grey na parede atrás da cama
As paredes com porcelanato que interpreta o Limestone ficam muito charmosas. Um exemplo é essa aplicação de Via Durini Dark Grey na parede atrás da cama (Projeto: Portobello S.A.)

São elas:

  • Off White;
  • Dark Grey;
  • Grey;
  • Fog.

Todas estão disponíveis nos formatos 90×270 cm, em acabamento mate, e 90×90 cm, com acabamento natural.

Apenas o Via Durini Dark Grey é indicado para uso comercial leve, residencial, paredes externas e fachadas. 

Os demais podem ser usados em ambientes comerciais pesados, além de residências, paredes externas e fachadas.

Inspirações com as linhas da Portobello

As linhas da Portobello que recriam o Limestone podem ser usadas em diferentes situações, pois dão muita liberdade de criação, justamente graças às características do porcelanato.

Diversas inspirações usando porcelanato que recria Limestone para transformar a sua casa
Pierre Belle Blanc, Portobello S.A.
Diversas inspirações usando porcelanato que recria Limestone para transformar a sua casa
Via Durini Off White, Portobello S.A.
Diversas inspirações usando porcelanato que recria Limestone para transformar a sua casa
Moss Snow, Portobello S.A.
Diversas inspirações usando porcelanato que recria Limestone para transformar a sua casa
Pierre Belle Blanc, Portobello S.A.

Você poderá, por exemplo, usar esses produtos em:

  • paredes de quartos, em substituição à tradicional cabeceira;
  • revestimento interno de parede;
  • bancadas e ilhas de cozinha;
  • em salas de TV e jantar;
  • ambientes comerciais;
  • frontão da cozinha;
  • espaços gourmet;
  • áreas externas;
  • painéis de TV.

Gostou de conhecer o Limestone e as alternativas que interpretam essa pedra calcária? Então, aproveite para ler o nosso conteúdo sobre porcelanato esculpido e saber como explorar esse material nos seus projetos!

archtrends

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *