Menu
Projetos e Obras
Busca
jardim de inverno

Conteúdo Tendências

Jardim de inverno: fique em contato com a natureza o ano inteiro

16/02/2018

Típico de regiões mais frias, o jardim de inverno se torna cada vez mais popular em locais paradisíacos como o Brasil. Se construído da maneira certa, esse ambiente também é capaz de trazer maior frescor para a casa e, ao mesmo tempo, deixá-la mais sofisticada.

Apesar de ter um nome que remete aos dias frios, o jardim de inverno é um ambiente que dá um toque natural e sustentável para a casa durante o ano inteiro.

Atualmente, ele não é construído apenas em regiões frias onde não é possível cultivar plantas no quintal, pois também é visto em locais com clima tropical, como o do Brasil, deixando a casa mais fresca durante o verão.

Além disso, essa é uma possibilidade de personalizar o lar ainda mais, incorporando algo bem pouco utilizado pelos brasileiros.

A ideia, que é bastante simples, é capaz de transformar o ambiente, deixando-o confortável e permitindo o contato com a natureza durante a rotina — seja ao assistir televisão na sala de estar ou ao receber convidados em um local diferente.

Para trazer essa proposta a um dos projetos de seu portfólio ou até mesmo para sua casa, basta seguir as nossas dicas e construir seu próprio jardim de inverno.

Escolha plantas adequadas para o ambiente interno

Como se trata de um ambiente fechado, em que não haverá contato direto com o sol de forma constante, é preciso ter cuidado redobrado com a escolha das plantas para o jardim, a fim de garantir que elas resistam e se mantenham bonitas ao longo do tempo.

Existem várias que podem se adaptar a essa proposta. Algumas delas são: Cróton, Orquídeas, Palmeira-leque, Samambaia, Suculenta, Árvore da Felicidade e Azaleia.

O mais interessante aqui é fazer uma composição com diferentes opções. Ao escolher as que são complementares umas às outras, é possível criar um jardim personalizado e decorado.

Também é muito importante verificar se essas espécies conseguem se desenvolver em vasos ou se é necessário montar um pequeno canteiro de terra para que suas raízes se espalhem.

E, se as plantas também precisarem de um pequeno contato com sol periodicamente, um teto de vidro com luz natural pode resolver esse problema e deixar o ambiente ainda mais diferenciado por meio da iluminação.

Incorpore elementos sustentáveis no jardim

Uma excelente estratégia para deixar o jardim de inverno ainda mais natural é a utilização de materiais sustentáveis para acompanhar as plantas. Além de dar um toque conceitual à proposta, será criado um ambiente único.

Algumas possibilidades são:

  • uso de tijolinhos ecológicos à mostra nas paredes;
  • vasos de plantas construídos com materiais reciclados;
  • teto solar para absorção de energia e iluminação no período da noite;
  • construção e utilização de uma composteira doméstica;
  • banquinhos e pequenos móveis feitos com pallets.

Misture terra, pedras e revestimentos

Lembre-se de que nem todos os materiais do jardim de inverno precisam ser naturais, afinal, este é um ambiente que está dentro de casa e é criado justamente para se adaptar à parte interna e facilitar os cuidados no dia a dia.

Quando se trata do piso, o adequado é misturar três elementos: terra, pedras e revestimentos.

Em relação à terra, o ideal é que ela seja colocada em pequenas quantidades, apenas no local em que as plantas serão posicionadas e para garantir o clima natural e característico de um jardim.

Já o lugar das pedras deve ser pensado de maneira estratégica, pois elas servem como uma espécie de objeto de decoração. Podem ser usados itens pequenos por cima da terra dos vasos, fazendo desenhos sobre a superfície ou até mesmo em grandes proporções nos cantos das paredes do jardim.

Enquanto isso, os revestimentos devem ser utilizados para cobrir a maior parte do chão e das paredes, garantindo que as características de um ambiente interno sejam preservadas, além de facilitar a limpeza e conservação do jardim.porcelanato que reproduz pedra, por exemplo, é uma excelente opção.

Instale fontes e minicascatas no jardim de inverno

Para dar um pouco de movimento e ainda mais vida ao jardim, é interessante instalar uma fonte ou minicascatas no espaço. É importante que o modelo, o material e a cor do item escolhido estejam relacionados ao estilo de decoração e composição do restante do ambiente, garantindo uma boa conexão entre todos os elementos.

Há duas opções nesse cenário. A primeira delas é a instalação de uma grande fonte no meio do jardim ou em um dos cantos das paredes. Nesse caso, é necessário reservar também um espaço para um pequeno lago, onde podem ser criadas espécies de peixes menores, dando um clima ainda mais natural ao projeto.

A segunda opção é espalhar minifontes por todo o ambiente, escolhendo uma figura que tenha relação com o estilo da arquitetura e do restante da decoração do jardim.

Use técnicas de paisagismo e feng shui

É muito importante ir além dos conhecimentos básicos para criar um jardim de inverno realmente bem-estruturado. Além das técnicas de decoração e arquitetura, o projeto também pode contar com conhecimentos relacionados ao paisagismo e ao feng shui, por exemplo, em sua composição.

Assim, além de ter uma proposta mais conceitual, a personalização será percebida por qualquer um que visitar o espaço, por menor que seja o seu conhecimento em arquitetura ou decoração.

Uma das várias técnicas do paisagismo que podem ser incorporadas é a elaboração de elementos verticais no jardim, fazendo uma composição complementar ao que se encontra no chão. Por exemplo: uma cerca viva ou um painel com vasinhos pendurados junto a outros itens de decoração podem ser o “toque final” que faltava.

Já em relação ao feng shui, tudo se trata da sensação que esse ambiente passa para o restante da casa. Por isso, é importante que alguns dos elementos também estejam presentes em outros cômodos.

Um cacto ou uma suculenta, por exemplo, podem ser colocados do lado de fora do jardim, no cômodo ao lado, para que toda essa energia não fique presa por trás dos vidros.

Outra possibilidade é usar itens de decoração feitos com cerâmica ou metais, que potencializam a sensação de paz dentro do jardim.

Agora que você já sabe quais são os itens que não podem faltar em um jardim de inverno, é hora de colocar a mão na massa e montar seu próprio projeto.

Não se esqueça de compartilhar as fotos e as ideias, logo após a construção, no Archtrends Portobello. Você poderá encontrar uma série de inspirações com base em projetos de outros arquitetos e terá a oportunidade de divulgar seu trabalho. Está esperando o quê? Inscreva-se!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *