Menu
Projetos e Obras
Busca

Relaxante e com diversos benefícios para a saúde, a jacuzzi traz o SPA para dentro de casa e combina com diversos tipos de porcelanato (Projeto: Espaço do Traço Arquitetura)

Conteúdo Matérias

Jacuzzi: banheiras e piscinas em harmonia com o porcelanato

25/03/2022

Quer ter o seu spa particular? Adquirir uma jacuzzi pode fazer toda a diferença na sua saúde física e mental. Veja!

Quando se chega em casa depois de um dia estressante, tudo o que se deseja é relaxar. Então, por que não transformar a sua casa em um spa particular? Um local onde você pode cuidar de si mesmo e fazer atividades que possam revigorar após o desgaste diário. A jacuzzi pode ajudar bastante nisso.

Com jatos de hidromassagem que proporcionam relaxamento e até abrandam algumas dores, a jacuzzi prova que você não precisa sair de casa para ter um dia de realeza. Entenda mais sobre este tipo de banheiro e como o porcelanato ajuda a mantê-la segura, limpa e protegida!

Qual a diferença entre uma jacuzzi e uma banheira de imersão?

jacuzzi com deck em porcelanato
A jacuzzi oferece um alto nível de relaxamento após uma rotina de trabalho intenso (Projeto: Victor Romansini)

Jacuzzi, na verdade, é uma marca, mas que acabou se tornando sinônimo de SPA — um tipo de banheira produzia pela empresa, que é maior que a tradicional de hidromassagem.

Dependendo do modelo da SPA, podem entrar até 9 pessoas. Por isso, é bom não só para banheiros grandes, mas também para áreas de lazer, servindo como local de socialização.

Já a banheira é uma categoria de menor porte. Ela pode ser simples ou dupla, de hidromassagem e de imersão.  

A banheira de hidromassagem tem um motor que possibilita deixar a água numa temperatura de morna a quente. Além disso, libera jatos que, ao entrar em contato com determinadas partes do corpo, causam relaxamento.

Já a banheira de imersão é aquela tradicional (estilo vitoriana), mais acessível e sem motor. Pode ser colocada no chão ou embutida, mas necessita de uma estrutura apropriada neste último caso. Ela costuma ser instalada no banheiro.

Modelos

projeto de piscina com borda infinita utilizando porcelanato
Embora muitas vezes piscinas com hidromassagem sejam consideradas jacuzzis, o nome se refere a um tipo específico de banheira (Projeto: Guilherme Falbo)

Existem dois tipos de banheira:

  • Freestanding: também chamada de banheira de apoio, é um modelo que não precisa de obra de acabamento. Ela só precisa de um local com tubulação necessária para a manutenção de uma banheira. Os modelos tradicionais, estilo vitoriano, costumam ser freestanding;
  • Embutida: é a mais comum em jacuzzis, já que sua estrutura precisa de uma proteção. As banheiras embutidas podem ser centrais ou de canto, com uma estrutura de apoio que pode ser uma parede ou um deck.

O que é necessário para colocar uma jacuzzi em casa?

Veja o que você precisa analisar antes de ter sua banheira de hidromassagem tamanho família:

Local

jacuzzi na área externa semicoberta
SPA em área externa da casa é uma inspiração para quem sonha com uma jacuzzi (Projeto: Mariana Maran)

Uma jacuzzi pode ser colocada tanto na área interna quanto na área externa. Na interna, ocupa o local que seria da banheira de imersão. Já na externa, pode dividir o espaço com a piscina e o jardim.

É importante, no entanto, que o local tenha espaço o suficiente para inserir a estrutua necessária para uma jacuzzi.

Banheiro

É preciso lembrar que a jacuzzi tem um efeito de relaxamento, e não de higienização. Além de você ficar imerso na água que está retirando suas sujidades, o uso de sabonetes, xampus e outros itens com espuma pode causar danos caros ao funcionamento dos jatos. Portanto, o ideal é tomar um banho antes de entrar na banheira.

No banheiro, a jacuzzi pode ficar abaixo ou próxima ao chuveiro, para que o usuário possa entrar logo após o banho. 

Suíte

A suíte pode ser separada ou integrada ao banheiro. Embora seja mais difícil evitar que a água molhe os móveis do quarto, a jacuzzi inserida logo abaixo do chuveiro evita que isso aconteça. Além disso, a colocação de um porcelanato do tipo natural cômodo também ajuda a manter o piso livre de acidentes.

Área externa

A jacuzzi também pode ser colocada na área externa. É um bom local para quem deseja apreciar a natureza enquanto relaxa. Além disso, costuma ter mais espaço para a estrutura da banheira e para secar com mais facilidade.

Embora a jacuzzi possa ter um espaço próprio, ela também costuma ser colocada próxima ou embutida à piscina. O porcelanato para revestir o piso da área externa deve ser do tipo EXT.

Espaço

jacuzzi em área externa
Embora próxima à piscina, a jacuzzi não atrapalha a circulação local (Projeto: Daniele Costa)

A jacuzzi não pode impedir a circulação de pessoas no local. Atrapalhar a passagem pode causar acidentes sérios, como alguém de saúde mais frágil caindo na banheira. 

Uma metragem mínima é de 80 cm x 120 cm levando em consideração a banheira em si e suas estruturas necessárias. No banheiro, calcule uma distância mínima de 60 cm entre a jacuzzi e outros itens essenciais, como a bancada da pia e o box.

Mão de obra

Para instalar uma jacuzzi, é preciso três passos: 

  • Execução da base de sustentação;
  • Instalação da banheira;
  • Aplicação do revestimento.

Além disso, uma jacuzzi cheia, mesmo que embutida, pode gerar uma alta sobrecarga de peso no local. Por isso, é uma obra que exige mão de obra especializada, que possa verificar se o local é realmente ideal para a inserção desse tipo de banheira. 

E se você planeja fazer essa instalação em um apartamento, é preciso conversar com um engenheiro estrutural, pois existe uma carga estrutural predefinida para cada laje do edifício.

Parte elétrica e hidráulica

banheira com vista para a área externa
É preciso que o espaço comporte pontos de elétrica e hidráulica essenciais para o funcionamento da jacuzzi
(Projeto: Max Mello)

O espaço onde será instalada a jacuzzi precisa ter pontos de elétrica e hidráulica preparados para que se possa fazer a instalação. A parte hidráulica precisará de um ponto para entrada de água na banheira.

Caso haja ducha manual, será necessário mais um ponto independente para alimentá-la. Mas não para por aí: ainda são imprescindíveis pontos para saída de água e outro de escoamento ligado ao sistema de esgoto.

Já a parte elétrica fará com que a água bombeada esteja na temperatura selecionada e os jatos da jacuzzi funcionem. Antes de tudo, você precisa ver qual a tensão necessária para o funcionamento. Além disso, é preciso separar no quadro de luz uma seção de fios e disjuntores independentes para a banheira.

Porcelanato: a escolha ideal para jacuzzis

porcelanato da linha sunset, da portobello, indicado para piscinas, jacuzzis e banheiras
Porcelanato pode ser usado na construção de toda a piscina e do espaço da hidromassagem (Projeto: Portobello S.A.)

Como visto, é essencial que o piso tenha características antiderrapantes, já que locais de contato constante com a água tendem a ser escorregadios. Mesmo que não haja pessoas mais velhas na sua residência, um tombo pode comprometer seriamente sua saúde física.

Outro ponto importante é que, como dito, a jacuzzi comporta muitas pessoas, dependendo do seu tamanho. Portanto, é também um local de socialização. Deixá-lo seguro fará com que as pessoas se sintam confortáveis para usar a banheira.

O porcelanato é a escolha ideal para sua jacuzzi, piscina e outras construções no ambiente externo — e isso se dá por diversos motivos. Veja:

Impermeável e higiênico

O porcelanato é um tipo de piso cerâmico, uma matéria-prima que impede que a água chegue à sua superfície. Por isso, é praticamente impermeável, e não permite que manchas de água se formem no revestimento.

Outra vantagem é que o porcelanato não permite que bactérias, vírus e demais micro-organismos se reproduzam em sua superfície. 

Resistente à abrasão

O atrito causado pelo porcelanato evita acidentes em locais úmidos (Projeto: Archibox Arquitetura)

Se você deseja que a jacuzzi seja frequentada pelos amigos, o porcelanato será um excelente aliado. Ele é altamente resistente à abrasão, ou seja, ao alto tráfego de pessoas no local.

Os porcelanatos do tipo EXT, por exemplo, são feitos especialmente para áreas externas e de contato com a água. Por isso, seu atrito chega a ser igual ou superior a 0,6, o que o torna à prova dos temidos tombos.

Combina com todos os tipos de ambiente

O porcelanato é capaz de reproduzir diferentes materiais. Para uma jacuzzi, por exemplo, é possível utilizar revestimentos que repliquem superfícies de granito, madeira e mármore. É a perfeita união da beleza com funcionalidade e sustentabilidade.

Essa capacidade de reproduzir diferentes cores e estampas faz do porcelanato uma opção muito versátil. Você pode até mesmo usá-lo para delimitar áreas da sua suíte integrada. Por exemplo: o chão do quarto de uma cor e acabamento na superfície diferente da área reservada para o banheiro.

Além disso, porcelanatos em grandes tamanhos exigem menos rejunte, o que dá a impressão de superfície contínua. É possível usar o mesmo revestimento no deck da jacuzzi e no piso, desde que seja do tipo natural (em banheiros) ou EXT (em áreas externas descobertas). 

Manutenção fácil

O porcelanato é fácil de limpar. Geralmente, suas manchas são removidas com detergente neutro e água. Além disso, um deck do revestimento não sofre com cupins (como a madeira), não cria musgo, é resistente a arranhões e, com o tempo, mantém um acabamento mais bonito que o plástico.

Pronto para ter uma jacuzzi em casa? Como visto, o porcelanato é um excelente revestimento para o deck e o piso, pois evita acidentes e é impermeável. Por isso mesmo, é uma excelente escolha para a sua piscina, incluindo o interior. Entenda!

Imagem principal: Relaxante e com diversos benefícios para a saúde, a jacuzzi traz o SPA para dentro de casa e combina com diversos tipos de porcelanato (Projeto: Espaço do Traço Arquitetura)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *