Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Técnica

Infiltração nas paredes

07/11/2018

Quem mora em regiões próximas ao litoral, sabe bem o problema que é conviver com a umidade. No entanto, existem cidades distantes das praias que também podem sofrer com as manchas e bolor. É o caso das famosas infiltrações, que muitas vezes são causadas por uma calha entupida ou um cano quebrado. Como o “problema” fica escondido e difícil detectar, o Archtrends preparou algumas dicas para orientar você nessa tarefa.

Seja em regiões litorâneas ou mesmo em cidades onde as altas temperaturas são frequentes, a umidade, especialmente em paredes, é um problema que incomoda bastante. Geralmente, o mofo e o bolor aparecem de forma tímida, no banheiro ou cozinha, por exemplo. Esses ambientes têm a presença constante da água e vapor, o que facilita o aparecimento das manchas. Mas, há casos que o transtorno é causado por um cano quebrado. Daí as fissuras são uma consequência.

Quando as fissuras e bolhas surgem, o primeiro passo é detectar toda a extensão do problema. Se elas aparecerem no corredor ou no quarto, por exemplo, saiba que isso não é normal. A orientação é chamar um profissional experiente para investigar a parede. Depois de consertada, o recomendado é lixar e aplicar um produto para vedar o local. Lembre-se sempre de verificar a qualidade dos impermeabilizantes. Sanado o problema, invista em porcelanatos para garantir um visual sofisticado e aconchegante em casa.

Infiltração na parte térrea de uma residência (Foto: blog Dr. Parede)

É importante lembrar, que o porcelanato não impede a infiltração. É necessário resolver o problema e aplicar o produto correto antes da instalação do revestimento. No caso dos banheiros e cozinha, onde há acúmulo de vapor e água, as peças podem ser utilizadas para facilitar a limpeza e o aparecimento de manchas e bolor. Afinal, além de prejudicar o visual estético, a umidade pode ocasionar problemas sérios para a saúde, porque é o ambiente perfeito para a proliferação de fungos e bactérias.

Os porcelanatos são uma excelente alternativa para facilitar a limpeza. Procure deixar janelas sempre abertas, para que haja a entrada de luz solar e corrente de vento. A limpeza diária é simples. Basta usar uma vassoura com cerdas macias, pano úmido e detergente neutro. Em dias mais chuvosos, você pode utilizar álcool gel diluído. Por fim, um pano seco. 

Cozinha revestida com o Liverpool White projeto da arquiteta Aline Molina

Dica extra: não existem restrições para o uso de porcelanato nas paredes, no entanto, em áreas molhadas, ou com vapor d’água, é bom evitar a instalação das Llnhas autoadesivas e as peças que possuem áreas metalizadas. Elas podem descolar e o metal, enferrujar.

Para facilitar a escolha, destacamos abaixo as características técnicas dos revestimentos.

Porcelanatos – bastante impermeáveis e com alta resistência mecânica, os porcelanatos possuem porosidade quase nula. As peças podem ser encontradas nas formas polida (indicados para paredes, fachadas e pisos de ambientes onde não há contato com água, devido a segurança do usuário) ou natural (podem ser instalados no chão, paredes e fachadas, mesmo que exista o acúmulo de água), lembrando, que somente em ambientes internos.

Cerâmica – possuem maior absorção de água, e são indicadas para uso, tanto em pisos como paredes. Elas têm acabamento brilhante, natural e externo. A orientação é avaliar com o técnico lojista da rede Portobello Shop, qual o local de uso e a tipologia da cerâmica. Pois, dependendo da absorção de água, não é possível especificar o produto em determinado ambientes.

O porcelanato é versátil e bastante funcional. Acesse www.archtrends.com e conheça ainda mais sobre as possibilidades de uso desse produto incrível.

 

*Foto de destaque: www.fazfacil.com.br

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *