Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Herança arquitetônica – Quando construções antigas viram projetos modernos

12/12/2011

Construções com herança arquitetônica, fábricas antigas, galpões e centros religiosos oferecem um grande potencial para projetos modernos.

Imagine morar em uma Igreja? E que tal em uma fábrica desativada? A ideia pode parecer loucura para muita gente, mas os arquitetos da Zecc, grupo holandês, pensam diferente. Para eles, construções históricas, fábricas antigas, galpões e centros religiosos oferecem um grande potencial para projetos modernos e amplos.

Com apartamentos e terrenos cada vez menores, especialmente em grandes centros, os arquitetos decidiram buscar alternativas pouco convencionais para clientes em busca de uma residência de grandes dimensões e com um toque diferenciado.

Paredes e revestimentos para o piso na cor branca, móveis minimalistas e uma decoração clean, de longe lembram que estes ambientes um dia foram igrejas ativas:

Herança arquitetônica
Herança arquitetônica

Do lado de fora, a estrutura antiga foi poupada para manter a herança arquitetônica da construção. As paredes e aberturas foram apenas restauradas para abrigar os novos residentes.

Uma caixa d’água também pode se transformar em uma casa confortável e moderna. As paredes externas receberam um novo revestimento e uma ampla parede de vidro foi aberta para garantir a entrada de luz natural. No interior, concreto, branco e mais minimalismo.

Uma indústria abandonada também deu lugar a um ambiente aconchegante e com o perfil do que chamamos de “lar”. Os pilares de madeira ganharam um ar natural, o piso foi renovado e as paredes pintadas. Ao final do projeto, os novos donos ganharam uma casa espaçosa e com muita ventilação.

Mas a vontade de manter a estrutura de prédios antigos para usá-los como residência não é apenas algo dos dias de hoje. Em 1973, Ricardo Bofill, um dos maiores arquitetos europeus, descobriu uma fábrica de concreto, formada por mais de 30 silos e com grandes salas onde os motores e geradores eram mantidos. Ele decidiu então transformar o espaço em seu escritório e casa. Dois anos depois a reconstrução estava pronta e ainda hoje é tida como um projeto contemporâneo e inspirador.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *