Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Vitrine

Havaianas abre primeira flagship no Rio de Janeiro. Conheça os detalhes da loja!

30/01/2019

Depois da abertura na Oscar Freire, em São Paulo, a marca brasileira mais queridinha no exterior pousa em solo carioca, fazendo uma homenagem à cidade que é a cara do verão brasileiro.

Outro dia falamos por aqui sobre a era das grandes lojas, em que cada vez mais as marcas apostam em “superlojas” na apresentação de conceitos inovadores, tecnologia e muito design e arquitetura. Esse fenômeno do retail se deu depois do “boom” das vendas on-line. Hoje em dia, as lojas físicas se tornaram espaços de experiência e publicidade para atrair o público.

Apostando nessa ideia, a Havaianas abre a sua segunda flagship store, agora localizada no Rio de Janeiro. Isay Weinfeld foi o arquiteto escolhido para projetar a loja. Além de conhecer a fundo o conceito de retail da empresa (o profissional também projetou a primeira flagship store em São Paulo, em 2009), Isay possui fortes características brasileiras e contemporâneas na sua arquitetura, o que combina perfeitamente com a marca.

Fachada da loja (Foto: Barbara Cassou)

A loja fica localizada no famoso bairro de Ipanema e possui 391m² construídos. Sua fachada é uma moderna “caixa preta” com a logomarca em vermelho marcando a entrada principal. Por fora, chama muito a atenção por se contrastar com a arquitetura e o tropicalismo do Rio. A sensação é de estar entrando em um mundo desconhecido, mas, ao passar para a o interior, já é possível identificar o degradê alegre e colorido das nossas familiares havaianas.

Ao entrar, aliás, o consumidor é surpreendido por uma explosão de cores e repetições de chinelos por todas as paredes até o teto da loja.

Interior da loja (Foto: Barbara Cassou)

Os quatro andares parecem “flutuar” no meio do edifício, deixando as paredes ao redor livres formando um grande pé-direito e expondo as Havaianas em degradê dos tons mais escuros até os mais claros. O térreo e entrada principal são destinados ao caixa e ao estoque dos funcionários. Já no primeiro andar, nos deparamos com uma imensa gama de havaianas femininas e a parte de customização, enquanto no segundo e terceiro andares, os clientes podem encontrar os modelos masculinos, infantis, roupas e acessórios da marca.

Outros produtos oferecidos (Foto: Barbara Cassou)

Além dos formatos mais usuais, a loja também tem edições limitadas, modelos exclusivos e a possibilidade de customização.

“Quisemos proporcionar ao consumidor do Rio a oportunidade de vivenciar uma experiência sensorial da marca e retribuir o amor do carioca por Havaianas“, comenta Carla Schmitzberger, vice-presidente global da marca.

O Rio de Janeiro sempre foi uma grande inspiração para a empresa por ser a cara do verão brasileiro, com um jeito leve e divertido de viver. Atualmente, se torna palco para a loja da Havaianas que traduz toda essa experiência e conceito.

A marca começou a construir sua história em 1962, inspirada pelos chinelos japoneses Zori, feitos de palha de arroz na sola e tiras de tecido. O que a diferenciou dos japoneses foi a escolha do material: a borracha, por ser mais macia e resistente.

Havaianas

Linha do tempo, em 1962, onde tudo começou (Foto: site Havaianas / Divulgação)

O par era vendido dentro de sacos plásticos e distribuído pelo país por meio de Kombis. Nos anos 1960, todos os trabalhadores possuíam Havaianas, e só existia um só modelo: o azul e branco.

Linha do tempo, em 1964, vendedores – viajantes e Kombi da Havaianas (Foto: site Havaianas / Divulgação)

Por um erro na fábrica, foi produzida uma grande quantidade da cor verde, mas, mesmo assim, se decidiu vender, o que gerou uma grande surpresa: os consumidores adoraram a novidade e a mudança de cor. A partir daí, a Havaianas viu uma oportunidade e começou a produzir outras cores até chegar no primeiro modelo estampado.

Muitas sandálias expostas nas paredes (Foto: Barbara Cassou)

Nos anos 1970, por causa do estilo hippie, os chinelos começaram a ser aderidos pelos jovens politizados, conquistando diferentes classes sociais, culturas e atravessando os oceanos até chegar ao famoso slogan: todo mundo usa.

A Havaianas é exemplo de como uma marca brasileira pode ganhar espaço no exterior. Não é somente um produto ou uma marca qualquer, é um estilo e parte de uma cultura.

Brasil afora, a Havaianas também faz muitas ações de marketing e aposta no retail design das lojas deixando ainda mais os ambientes “a cara do Brasil”. Mas é somente em São Paulo e no Rio de Janeiro que possui sua loja conceito: um edifício completamente arquitetado com a essência da marca.

Se você está de passagem por solo carioca, não deixe de conferir. A loja fica localizada na Rua Garcia D’Avila, 124.

Opções para customizar produtos (Foto: Barbara Cassou)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *