Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Matérias

Guilherme Wentz: minimalismo, sofisticação e brasilidade em móveis

05/10/2020

O designer Guilherme Wentz traduz em porcelanato a descontração do seu estilo na linha Planos. Leia o nosso artigo e saiba mais!

Minimalismo, sofisticação e brasilidade são características presentes nas obras do designer de objetos e mobiliário Guilherme Wentz, um dos mais promissores nomes da nova geração.

Apesar da pouca idade, Wentz já coleciona diversos prêmios por suas obras e é parceiro da Portobello na criação da linha Planos. O jovem designer une a sua criatividade à qualidade dos nossos porcelanatos, resultando em peças únicas e exclusivas.

Quer saber mais sobre o trabalho de Wentz, as suas principais conquistas e o projeto que ele desenvolveu em parceria conosco? Então, é só seguir a leitura!

Biografia e carreira de Guilherme Wentz

Guilherme Wentz palestrou no Archtrends Summit 2020 (Foto: Archtrends)

Guilherme Wentz palestrou no Archtrends Summit 2020 (Foto: Archtrends)

Guilherme Wentz nasceu em 17 de julho de 1987, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha, cidade onde cresceu e viveu toda a sua juventude. O município, considerado o segundo maior do Rio Grande do Sul, é um polo industrial, característica que influenciou no trabalho desenvolvido pelo designer.

Após concluir o ensino médio, Wentz ingressou na universidade, onde inicialmente estudou Administração de Empresas. Porém, ele percebeu que não nasceu para ser um administrador. Ele tinha um lado artístico que precisava ser mostrado e queria expressar isso em seu trabalho.

Foi aí que o jovem estudante resolveu mudar radicalmente o rumo da sua vida e buscou uma graduação que tivesse mais a ver com o caminho que desejava trilhar. Assim, ingressou no curso de Design de Produtos da Universidade de Caxias do Sul (UCS), no qual se formou em 2012.

Antes mesmo da formatura, em 2010, iniciou a sua carreira como designer de objetos na empresa Riva, na qual atuou por dois anos. Em 2012, recém-graduado, recebeu o prêmio IDEA Brasil, por seu primeiro produto a ser comercializado no mercado.

A escrivaninha Officer foi o primeiro projeto de Wentz a ganhar destaque (Foto: Decameron)

A escrivaninha Officer foi o primeiro projeto de Wentz a ganhar destaque (Foto: Decameron)

O item que rendeu esse prêmio foi a escrivaninha Officer, desenvolvida para a marca paulistana Decameron. O projeto da mesa de escritório foi criado e enviado por e-mail para a famosa marca, que se interessou em produzir a peça. Com certeza, foi essa ideia que abriu muitas portas para esse designer promissor.

No ano seguinte, em 2013, Wentz recebeu mais um prêmio importante, o iF Design Award. A premiação é fruto do seu segundo projeto assinado, a Coleção K, para a Riva. Na mesma época, ele montou o seu estúdio e passou a desenhar para diferentes marcas de móveis, objetos e luminárias.

A grande virada da carreira do designer se deu em 2014. A convite de Marcus Ferreira, ele se juntou à equipe de criação da Decameron e desenvolveu diversos projetos exclusivos para a marca. Foi nesse ano que Guilherme deixou Caxias do Sul e foi morar em São Paulo.

A potencialidade da capital paulista trouxe ainda mais oportunidades para Wentz. Ainda em 2014, ele foi convidado para um projeto comissionado para o Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Outra etapa da carreira de Wentz se iniciou em 2016. Foi nesse ano que ele se juntou ao empresário Rafael Gehrke para lançar a sua primeira coleção independente — que, para marcar o começo de uma nova história, recebeu o nome de Capítulo 1.

Em menos de um ano, a Capítulo 1 já estava disponível para venda nas principais lojas de decoração do Brasil e dos Estados Unidos. Na mesma época, o profissional em ascensão foi nomeado Rising Talent pela Maison&Objet Americas.

E não para por aí! Também em 2016, Guilherme Wentz recebeu os prêmios Museu da Casa Brasileira e iF Design Award. Ambos foram por conta da Luminária UM, projeto desenvolvido pela empresa Lumini.

Se 2016 foi importante para a carreira de Wentz, 2017 não foi diferente. Nesse ano, ele recebeu mais uma premiação de destaque, o Talento em Ascensão, no Prêmio Casa Vogue.

Criado por Wentz, o Vaso Tropical está no acervo do Museu do Design e da Moda de Lisboa (Foto: Wentz)

Criado por Wentz, o Vaso Tropical está no acervo do Museu do Design e da Moda de Lisboa (Foto: Wentz)

Ainda em 2017, o projeto Vaso Tropical, de sua autoria, foi adquirido para o acervo permanente do Museu do Design e da Moda de Lisboa. O nome Guilherme Wentz começou a ganhar notoriedade pelo mundo!

Em 2018, o reconhecimento internacional foi consolidado, quando a revista T, do jornal The New York Times, considerou a sua empresa como um dos Seis Estúdios em Ascensão das Américas.

Guilherme Wentz não para nunca; a inovação e as novidades são características do seu DNA. Por isso, em 2019, a marca Wentz foi estabelecida para a produção e distribuição de produções independentes. O lançamento foi feito na Semana de Design de Nova York.

A loja Wentz fica nos Jardins, em São Paulo (Foto: Wentz)

A loja Wentz fica nos Jardins, em São Paulo (Foto: Wentz)

Recentemente, em agosto de 2019, o designer inaugurou sua primeira loja, a Wentz. Localizada nos Jardins, em São Paulo, o estabelecimento foi projetado pelo arquiteto Felipe Hess, tendo 160 m².

A ideia é que agora os clientes possam adquirir as peças mais facilmente e ter os objetos produzidos por Guilherme em suas casas.

Além da loja física, a Wentz conta com um e-commerce, no qual os consumidores podem comprar móveis e luminárias.

Minimalismo, sofisticação e brasilidade: características sempre presentes nas obras de Wentz

O minimalismo, a sofisticação e a brasilidade marcam os móveis de Wentz (Foto: Wentz)

O minimalismo, a sofisticação e a brasilidade marcam os móveis de Wentz (Foto: Wentz)

Os móveis projetados por Guilherme Wentz têm três pilares que sempre são seguidos: o minimalismo, a sofisticação e a brasilidade.

Wentz afirma que o minimalismo é a principal inspiração para os seus trabalhos. Foi o contato com a natureza que fez ele trocar a Administração pelo Design, sendo os recursos naturais a síntese para os projetos que desenvolve.

O designer acredita que vivemos em um mundo saturado, com muitas coisas, cores e informações. Por isso, pensa ser essencial trabalhar de forma neutra em seus móveis.

Mas não é porque algo é simples que não pode ser sofisticado. Os projetos desenvolvidos por Wentz mostram isso com clareza, já que são fruto de um design autoral, porém produzidos em escala semi-industrial.

Justamente por serem simples, há um processo de lapidação que faz com que se adequem a qualquer ambiente sofisticado, imprimindo um estilo único.

Quando começou a ganhar visibilidade no exterior, os críticos identificaram a brasilidade nas obras de Wentz (Foto: Wentz)

Quando começou a ganhar visibilidade no exterior, os críticos identificaram a brasilidade nas obras de Wentz (Foto: Wentz)

A brasilidade, terceiro pilar das obras de Wentz, foi notada por acaso.

Ao começar a ganhar notoriedade no exterior, os críticos passaram a perceber as características de nosso país nos móveis assinados pelo designer. Isso era visto, principalmente, quando as peças eram comparadas com modelos europeus e norte-americanos.

Atualmente, todas as criações de Guilherme Wentz carregam a bandeira do Brasil no desenho ou na usabilidade. Isso sem contar a inspiração na natureza tropical do nosso país, que já está consagrada em seus traços.

Planos: a linha de mesas de Wentz em parceria com a Portobello

A linha Planos é uma cocriação de Guilherme Wentz com a Portobello (Foto: Archtrends)

A linha Planos é uma cocriação de Guilherme Wentz com a Portobello (Foto: Archtrends)

Em parceria com a Portobello, Guilherme Wentz desenvolveu a linha de mesas Planos, apresentada na Expo Revestir 2020. O projeto fez com que o designer traduzisse em porcelanato toda a descontração do seu estilo.

A linha Planos brinca com o desnível, com superfícies que ora sobem, ora descem. Tudo isso gera um visual único, com ambientes decorados por peças despojadas e sofisticadas.

A linha Planos ainda conta com uma mesa em coluna (Foto: Archtrends)

A linha Planos ainda conta com uma mesa em coluna (Foto: Archtrends)

Na coleção, também há a versão colunas, com mesas mais altas, que servem como objetos decorativos para os espaços.

Guilherme Wentz é um nome em ascensão no design internacional e nos enche de orgulho por carregar os símbolos do nosso país consigo e, agora, trazê-los para os nossos produtos.

No início do ano, ele participou do Archtrends Summit 2020. Assista agora mesmo à sua palestra, na íntegra, em nosso canal no YouTube.

Foto de destaque: Guilherme Wentz é um nome em ascensão no design de móveis contemporâneo (Foto: Bernardo Giesel)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *