Menu
Projetos e Obras
Busca
estande mais sustentável

O estande mais sustentável já feito pela Portobello traz a linha Oh!Take, cocriação com Ruy Ohtake (Foto: Panoptica.midia)

Portobello Matérias

O futuro que sonhamos na Revestir 2022

09/03/2022

Portobello participa da Revestir com seu estande mais sustentável da história e apresenta a coleção UNLTD. Dreams em formato híbrido, com destaque para parcerias com Paola Navone, Paulo Mendes da Rocha e Ruy Ohtake.

Em dois anos, desde a última Expo Revestir presencial, tudo se transformou. Nos vimos desejando um mundo mais leve, transparente, diverso e sustentável. “A Portobello, como uma marca contemporânea, evoluiu junto com o comportamento da sociedade”, afirma Chris Ferreira, diretora de inovação e branding.

Lançamento da linha Oh!Take na Revestir. A estrutura do estande é modular e a exposição será reaproveitada nas lojas Portobello Shop (Foto: Panoptica.midia)

A começar, pelo estande mais sustentável já feito pela Portobello nas 20 edições da feira. O projeto é uma parceria entre o arquiteto Giovani Bonetti, o designer especializado em sustentabilidade Marcelo Rosenbaum e a equipe de arquitetura da Portobello. Se normalmente estandes de feira têm vida útil de apenas alguns dias, nesse ano a Portobello trabalha com o conceito de reuso.

Portobello tem seu estande mais sustentável da história. Exposição de produtos, como a linha Soma, será reaproveitada em lojas Portovello Shop (Foto: Panoptica.midia)

Em uma solução mais sustentável, a arquitetura foi separada da exposição. A arquitetura, ou seja, a estrutura do estande, é modular, o que facilitou a montagem e gerou menos resíduos. E todos os materiais da estrutura, por exemplo, as madeiras, vão figurar em outros projetos da Portobello. Na exposição dos produtos, por sua vez, foi utilizado o mesmo padrão da rede Portobello Shop. Assim, os lançamentos serão destinados para as lojas, evitando o descarte. 

A arquiteta Taís Marchetti Bonetti também valorizou o conceito de reuso no mobiliário. Destaque para a cadeira da Elaya Design, feita de madeira de embarcações e redes de pesca – o designer Elias Lazzarin trabalha com a reutilização de materiais de barcos condenados. Ainda, compõem o estande móveis asiáticos importados pela Biasá, objetos decorativos da Feira na Rosenbaum e peças autorais de Guilherme Wentz e Jader Almeida, designers parceiros da Portobello.

Nadezhda Mendes da Rocha, Pedro Andrade, Astrid Fontenelle e Pamela Golin, gerente de produto Portobello, em uma das lives transmitidas direto da Revestir (Foto: Panoptica.midia)

Além da sustentabilidade, outro sinal dos tempos é o formato híbrido da Revestir: presencial e digital. “Nos preparamos para receber em nosso estande, mas também caprichamos na programação digital, todos os dias em tempo real”, afirma Juliana Simas, gerente de marketing. No primeiro dia de feira, foram gravadas lives com parceiros de peso: Pedro Andrade, Marcelo Rosenbaum, Alex Atala, Nadezhda Mendes da Rocha, Rodrigo Ohtake e Astrid Fontenelle.

Sonhar é o que nos move

O estande da Portobello na Revestir é o cenário para os visitantes sonharem de forma ilimitada. Afinal, a marca lança a coleção UNLTD. Dreams. “Todas as mudanças por que passamos nos últimos dois anos nos fizeram querer mais calor, mais conforto, mais aconchego e, principalmente, mais natureza dentro de casa”, explica Chris. 

O novo formato 160×160 é um dos destaques da coleção UNLTD. Dreams (Foto: Panoptica.midia)

A coleção foi desenvolvida para quem, de sonho em sonho, chega ao futuro. O novo formato 160×160 promete revolucionar – e ampliar – as soluções para pisos. Ainda, trabalhar com grandes arquitetos e designers faz parte do sonho e do propósito da Portobello. Em UNLTD. Dreams, a inovação foi aberta para profissionais inesquecíveis: Paulo Mendes da Rocha, Ruy Ohtake e Paola Navone.

A italiana Paola Navone criou a linha Shibori, inspirada na técnica japonesa de tingimento de tecido. São cores que se espalham com fluidez e tons que se mesclam em padronagens inesperadas e exclusivas. Curiosa e entusiasta de formas e materiais, Navone tem projetos que são verdadeiras obras primas. 

Shibori, design de Paola Navone, reveste um túnel instagramavel. Passar por ele é como se transportar para a mente criativa de Navone (Foto: Maria Silvia Ferraz)

Soma é a linha criada por Paulo Mendes da Rocha e sua filha, Nadezhda. O design traz o ladrilho em uma nova escala: que cresce, se colore, se fragmenta e se recompõe. São painéis artísticos em preto e branco, além de revestimentos democráticos, descontraídos e cotidianos e mosaicos que se reinventam em elegância longilínea. Alegria para pisar e tocar. Soma é lançada de maneira póstuma a Paulo, que infelizmente faleceu em maio de 2021.

Soma, design de Paulo e Nadezhda Mendes da Rocha (Foto: Panoptica.midia)

Outro grande nome que a arquitetura brasileira perdeu no ano passado foi Ruy Ohtake. Parceiro de longa data da Portobello, poucos meses antes de falecer, Ohtake desenvolveu a coleção Oh!Take, que traz duas de suas principais marcas: o concreto e a cor. São sete concretos coloridos, além relevos cimentícios que são verdadeiras obras de arte.

Concreto e relevo cimentício da linha Oh!Take, de Ruy Ohtake (Foto: Panoptica.midia)

Oh!Take City 160×160 foi vencedor do prêmio Best In Show da Revestir, como melhor porcelanato para piso da edição 2022. Marcelo Lima, organizador do prêmio, se emocionou ao fazer o anúncio: “Esse produto me toca profundamente, pois representa a memória viva de um de nossos maiores arquitetos”.

Equipe Portobello recebe prêmio Best In Show por Oh!Take City 160×160
Selo do Best in Show 2022

Após um 2021 de grandes perdas para a arquitetura brasileira, a Portobello se propõe a manter vivos os legados de Mendes da Rocha e Ohtake, com linhas que, além de beleza e funcionalidade, trazem tanto significado. Como comentou Pedro Andrade ao visitar o estande, “os lançamentos da Portobello não ignoram o período indigesto por que passamos”. Porém, ao contrário de pesar, a nova coleção inspira a criação de um futuro melhor. 

Linha Soma contribui para o legado de Paulo Mendes da Rocha (Foto: Panoptica.midia)

Os visitantes do estande são convidados a sonhar com esse futuro. Acessando um QR Code, podem escrever seus sonhos para o próximo ano. Em março de 2023, receberão um e-mail com essa mensagem do passado, como uma cápsula do tempo virtual. Será que os sonhos de 2022 terão se tornado realidade?

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *