Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Beleza e significado: saiba como incluir as flores na decoração!

23/03/2018

Flores podem ser ótimas aliadas de diversos espaços, mas é necessário conhecer as opções adequadas e saber qual é a melhor forma de incluí-las no ambiente. E é justamente sobre isso que vamos falar neste post! Veja aqui formas de planejar uma decoração usando esse recurso e conheça algumas das técnicas mais indicadas.

O uso de flores na decoração consegue transformar qualquer ambiente. Além de dar vida e ajudar na sensação de aconchego, elas também deixam o projeto muito mais bonito esteticamente e, inclusive, podem ser aquele toque final que estava faltando no cômodo.

Essa prática parece ser bem simples mas merece cuidado. As flores, quando não são incluídas de forma estratégica e bem-pensada, podem prejudicar o visual — e você não quer cometer esse erro, não é mesmo?

Sabendo da importância da presença das flores na decoração, criamos um conteúdo que vai te ajudar a entender as opções mais indicadas e aprender a melhor forma de incluí-las no projeto.

Escolha a melhor opção de flor

Cada flor tem um significado específico e pode combinar perfeitamente com determinado estilo de residência ou cômodo. Vamos falar um pouquinho sobre as principais espécies decorativas e dar sugestões do melhor ambiente para cada uma delas.

Begônia

Esteticamente falando, as begônias têm uma coloração moderna que funciona muito bem em decorações contemporâneas (principalmente a alaranjada). Seu significado é de felicidade, delicadeza e cordialidade. Que tal, então, colocá-la na sala de estar? Plantas que trazem a sensação de conforto e cortesia são ótimas para serem dispostas em ambientes onde as pessoas serão recebidas.

Existem tipos específicos de begônia para casas e apartamentos, então, não se esqueça de perguntar a um especialista qual é a melhor alternativa para o seu projeto. Além disso, ela demanda cuidado, então é preciso se dedicar a ela com maior frequência. Mesmo assim, o trabalho é prazeroso.

Lírio

O lírio é outra espécie que fica bem na sala. Uma característica legal é a sua capacidade de abrir flores mesmo na sombra — ou seja, fica muito mais fácil encontrar um bom lugar para posicionar a plantinha.

Além disso, os lírios têm uma propriedade purificadora e refrescante. Por isso, são uma ótima opção para ambientes mais quentes, que demandam um ar fresquinho — mas também funcionam bem em qualquer outro local.

Os mais comuns são brancos, mas também existem em tons de amarelo e vermelho. As últimas alternativas são bem vivas, então a escolha da tonalidade deve levar em conta o restante da decoração. Se a intenção é destacar, vá com os coloridos. Se é complementar um ambiente com sutileza, o branco é a escolha certa.

Violeta

Já que essa flor não lida bem com temperaturas elevadas e nem com exposição extrema ao sol, a violeta é perfeita para locais como o quarto. O comum é colocá-las em pequenos vasos que podem ser posicionados na mesinha de canto ou na escrivaninha.

Sua coloração viva é fundamental para dar alegria a lugares sóbrios, mas também pode compor uma área que já é alegre e divertida.

Gérbera

Se você nunca viu uma gérbera na vida, sugerimos que abra o Google agora e confira a beleza esplêndida da flor. Além de ser super-resistente, ela fica legal em qualquer ambiente — só não se esqueça de deixá-la próxima da janela. Também é importante regá-la com frequência, pois, quando seca, a Gérbera perde sua vivacidade.

Como ela é bem chamativa, deve ser posicionada em um espaço discreto, caso contrário o visual costuma ficar carregado. Decorações mais sóbrias — até mesmo as minimalistas — podem tirar proveito dessa flor para dar destaque a algum cantinho inusitado.

Elas também podem ser colocadas na entrada de casa ou no corredor, dois espaços que não costumam ser saturados no quesito decoração. O significado da gérbera é de alegria e vivacidade, ou seja, vai dar aquele “up” que seu ambiente precisava.

Azaleia

A cor da azaleia é delicada e suave, e, ainda que a planta se adapte melhor em áreas externas, também é possível colocá-la em locais internos, com uma ressalva: ela deve receber luz por pelo menos três horas ao dia.

Seu significado é de elegância e combina com decorações que vão desde o clássico e romântico até o moderno e minimalista. Ela fica muito bonita no quarto, mas também pode ser disposta no jardim.

Rosa

Não tem como falar sobre flores e se esquecer da rosa, não é? Ela é tradicional e representa o amor e a paixão, mas também é uma opção versátil, já que existe em diferentes tonalidades.

Ainda que a vermelha seja a mais famosa, há rosas de cor amarela, esbranquiçada e rosa. Tudo vai depender da decoração do projeto, mas temos algumas dicas:

  • a vermelha é indicada aos ambientes claros e “limpos” visualmente. Às vezes, flores vermelhas em locais que têm muita madeira, por exemplo, perdem o potencial de se destacar;
  • no caso das tonalidades claras, aí sim invista nos contrastes. Coloque as rosas em vasos na mesa da sala, por exemplo, ou em outros móveis de madeira. O resultado é lindo.

Fique de olho em algumas dicas importantes

Após ter feito a sua escolha, é hora de saber como manusear a flor e não deixar que ela morra rapidamente. Fique de olho nas dicas abaixo.

Corte as hastes das flores de forma estratégica

Se você cortá-las em um ângulo de aproximadamente 45 graus, deixando a pontinha da haste na diagonal, a área de absorção de água será maior. Com isso, as flores ficam hidratadas, saudáveis e com mais tempo de vida.

Outra dica: coloque as flores em um recipiente com água morna e, depois de alguns minutos, mova-as rapidamente para um vaso com água fria. Deixe o processo durar vinte minutos. Após esse tempo, os botões vão se abrir de forma muito mais rápida do que o normal. No final, o resultado é lindo.

Não ignore as flores menores

As espécies que têm pétalas pequenas e caule reduzido, ou seja, que não caberiam em um recipiente junto com as outras, não precisam ser descartadas. É só substituir os vasos convencionais por pequenas xícaras, por exemplo, e usar a decoração de forma estratégica.

Essas espécies são excelentes para enfeitar o banheiro, especialmente o lavabo. Aposte também em áreas delicadas onde a flor vai funcionar como um complemento para o ambiente, e não como o maior destaque — nos parapeitos, por exemplo, para que as janelas fiquem charmosas.

Monte um arranjo digno de novela

Já viu aquelas novelas ou filmes que exibem arranjos maravilhosos e bem-posicionados, com todas as flores em harmonia? Ao tentar reproduzir a prática na realidade, talvez isso não dê certo e o buquê fique uma bagunça.

Vem aí um truque que promete embelezar o seu arranjo: coloque uma espécie de divisória na “boca” dos vasos e recipientes. Na hora de posicionar as flores, é só colocá-las dentro do espaço designado para cada uma delas, organizando-as. Essa divisão pode ser feita de maneira rápida e artesanal — usando fita adesiva, por exemplo.

Para que a composição seja um sucesso, o ideal é colocar as espécies mais cheias e pomposas no meio do vaso, decrescendo até a ponta.

Outra boa ideia é usar recipientes surpreendentes para abrigar as flores, como uma gaiola ou chaleira retrô.

E então, está pronto para incluir um belo arranjo de flores na decoração? Que tal contar para os seus amigos, compartilhando o conteúdo nas suas redes sociais?

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *