Menu
Projetos e Obras
Busca
estuco

Foto de destaque: (Foto: Sebastian Erras/Cortesia Masquespacio)

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Estuco e formas curvas é a aposta da Masquespacio para 2022

31/01/2022

Tendência da textura estuco e das curvas é aplicada na arquitetura de interiores do restaurante Living Bakkali, projetado pelo estúdio espanhol.

O ano de 2022 entra com duas tendências muito marcantes para o design de interiores: formas curvas e textura estuco. Para entender melhor esses estilos, vamos mostrar o exemplo do projeto Living Bakkali, um restaurante projetado pela estúdio espanhol Masquespacio

estuco
Formas curvas e textura estuco é a base do conceito do projeto Living Bakkali (Foto: Sebastian Erras/Cortesia Masquespacio)

Living Bakkali fica localizado na cidade de Valência, na Espanha, mesma cidade onde o estúdio Masquespacio possui sua sede criativa. 

A Masquespacio é um estúdio criativo fundado em 2010 por Ana Milena Hernández e Christophe Panasse. Combina disciplinas de marketing e arquitetura para projetar espaços icônicos e cheios de personalidade. 

O estúdio cria desde branding para empresas até espaços arquitetônicos completos. São ganhadores de vários prêmios de design internacionais e possuem projetos pelo mundo todo como na Arábia Saudita, Estados Unidos, França, Portugal, Colômbia, Cambodia, Alemanha e Espanha. 

estuco
O tom mais claro e leve nas paredes, piso e teto contrasta com o tom vivo do mobiliário (Foto: Sebastian Erras/Cortesia Masquespacio)

Conheça também o projeto da Breathe, uma loja de óculos nada comum assinada por Masquespacio

Living Bakkali é o projeto mais recente implementado pela Masquespacio. Como a expressão do seu nome, o restaurante é um lugar para viver experiências sensoriais tanto para o paladar quanto para o tato e a visão.

Foi inspirado no Oriente Médio, teletransportando os visitantes das ruelas espanholas a um ambiente misterioso e desconhecido no seu interior. 

O projeto se cria através de formas curvas. Paredes, passagens, aberturas. Todos os cantos são curvos. Não há linhas retas. Tendência que chega forte para o ano que entra. 

Os ambientes permanecem minimalistas, porém com toques arredondados trazendo graça e feminilidade a eles. 

estuco
Corredor que conecta à entrada do restaurante até a cozinha, passando por todas as mesas e lounges (Foto: Sebastian Erras/Cortesia Masquespacio)

O projeto apresenta um layout com diferentes áreas que recriam pequenos cantos como se o visitante estivesse vivenciando a fantástica arquitetura árabe. O hall central liga a entrada do restaurante até a cozinha. Enquanto a primeira parte do salão faz você se sentir como se estivesse andando por uma rua de casas antigas, a segunda parte leva para um corredor entre cortinas que incorporam uma sala de jantar privativa e os banheiros do restaurante.

O outro detalhe marcante do projeto é a textura estuco. É como se a parede estivesse manchada e quase que inacabada. Parecido com o efeito de cimento queimado, porém com toque colorido. 

estuco
As mesas estão dispostas em configuração de pequenos lounges, intensificando a experiência da cultura Oriental (Foto: Sebastian Erras/Cortesia Masquespacio)

A textura estuco é outra tendência que permanecerá forte no design de interiores e arquitetura daqui para frente. 

A Portobello conta com a linha Artsy, que recria esta linda textura parecida com estuco nos seus porcelanatos. Uma maneira mais prática e sustentável de aplicar a textura na arquitetura.

estuco
Porcelanato da Linha Artsy da Portobello

No projeto da Living Bakkali a textura de estuco foi utilizada tanto nas paredes como no piso e teto, formando uma única forma orgânica. Um tom neutro e claro foi utilizado em todo o espaço para contrastar com os tons vivos e fortes do mobiliário.

O projeto também traz efeito de iluminação mágico, destacando ainda mais as formas curvas e cada cantinho do projeto. 

Assim, o design do Living Bakkali é uma homenagem ao mundo desconhecido e maravilhoso a ser descoberto no Oriente Médio, com atenção especial para sua arquitetura do passado, mas ditando tendências atuais. 

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *