Menu
Projetos e Obras
Busca

(Foto: Bárbara Cassou)

Conteúdo Destaques

Uma perspectiva sobre os móveis assinados por Enric Miralles

13/09/2021

O arquiteto e designer Enric Miralles, além de exercer sua influência na criação de edifícios icônicos, também foi autor de mobiliários atemporais. Confira!

Arquiteto e designer, Enric Miralles Moya nasceu em Barcelona em 1955 e, mesmo após a sua morte em 2000, ainda continua exercendo influência pela Espanha. É autor de edifícios icônicos como a remodelação do Mercado de Santa Caterina, um dos principais pontos turísticos de Barcelona.

Miralles ganhou o Prêmio Nacional de Arquitetura em 1995, concebido pelo Ministério da Cultura e, em 1996, o prêmio “Leão de Ouro” da Bienal de Arquitetura de Veneza

Também deixou seu legado artístico através de desenhos, fotomontagens, diários, artigos e maquetes. Expressou sua criatividade através de experimentos de mobiliário de decoração. Trazemos uma perspectiva desse seu trabalho voltado para o design de móveis atemporais. Confira:

LELUKAAPPI, 1995

A estante de livros Lelukaappi foi encomendada para um simpósio de Alvar Aalto na Finlândia em 1995. É constituído por três partes com alturas diferentes que se articulam entre si, rodando no mesmo eixo em que ligam todas elas. Cada parte consiste em prateleiras de madeira horizontais e verticais. Como outras prateleiras projetadas por Enric Miralles, a Lelukaappi é caracterizada por um layout que envolve o usuário dentro de um espaço para trabalhar, ler e refletir. 

Enric Miralles
Estante de livros Lelukaappi por Enric Miralles (Foto: Bárbara Cassou)

ESTUDI, 1993

Enric Miralles e sua esposa Benedetta Tagliabue projetaram essa mesa para sua casa. Definiram-se dois lugares: um em frente do outro para desenhar, projetar e conversar. O móvel é constituído por uma grande moldura de cinco portes que sustentam um tampo de madeira com corte central, permitindo passar os cabos elétricos. Abaixo da mesa, em uma posição adaptável, está um rack com rodinhas para guardar arquivos e desenhos.

Enric Miralles
Mesa Estudi por Enric Miralles e Benedetta Tagliabue (Foto: Bárbara Cassou)

TAMBORET JAPONÈS, 1992

Esta banqueta tem como origem e inspiração uma viagem de Enric e Benedetta ao Japão. É inteiramente feito de peças de madeira do mesmo tamanho. Fácil de mover e carregar pela ranhura no centro da banqueta e flexível, sendo possível ser usado na vertical ou horizontal. 

Enric Miralles
Banqueta Tamboret Japonès por Enric Miralles e sua esposa Benedett (Foto: Bárbara Cassou)

SILLA SENTADA, 1988

Esta cadeira foi apresentada no Salone del Mobile de Milão em 1988 e depois produzida pela Artespaña em 1989. O assento, o encosto e as pernas dianteiras são projetados com lâminas de madeira que se curvam e dão forma ao móvel. As lâminas possuem diferentes tamanhos para dar dinamismo ao design e são suportadas por perfis de aço inox. 

Conheça mais sobre o Salone del Mobile de Milão

Enric Miralles
Cadeira “Silla Sentada” por Enric Miralles, exposta no Salone del Mobile de Milão em 1988 (Foto: Bárbara Cassou)

DOLMES, 1995

A mesa Dolmes faz parte dos móveis que Enric Miralles e sua esposa desenharam para sua casa. Foi originalmente fabricada com madeiras recuperadas do projeto de pérgolas da Avenica Icària em Barcelona. Traz a ideia de móvel flexível que abre e fecha de acordo com seu uso. Quando aberta, se apoia sobre um rack de gavetas e serve para trabalhar e quando fechada atua como um biombo separador de ambientes. 

Enric Miralles
Mesa e biombo Dolmes por Enric Miralles e sua esposa Benedetta (Foto: Bárbara Cassou)

Essa perspectivas sobre os móveis assinados por Enric Miralles (e alguns por sua esposa também) nos mostra que o design de mobiliário quando bem pensado e detalhado podem ser icônicos e ao mesmo tempo atemporais. Passando através dos anos, são mesclados e utilizados seja qual for o estilo e as tendências da época.

LEIA TAMBÉM: Guilherme Wentz: minimalismo, sofisticação e brasilidade em móveis

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *