Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura

Edge: conheça o mais alto observatório a céu aberto do Ocidente

24/01/2020

Tenha Nova York ao seus pés! Edge, o mais novo observatório a céu aberto da cidade, promete mudar sua experiência ao visitá-la.

Nova York nunca foi vista dessa maneira antes. Foi assim que Jason Horkin, diretor-executivo da Hudson Yards Experiences, apresentou a mais nova atração turística da cidade. Previsto para ser aberto no dia 11 de março, o Edge já é considerado o observatório ao ar livre mais alto do Ocidente. Ele ficará no 100º andar do prédio The Shops at Hudson Yards, em Manhattan.

Se o Hudson Yards — complexo de edifícios comparável ao famoso Rockefeller Center — já é uma atração à parte, com a inauguração do observatório ele se tornará imperdível. Para Horkin, estar no Edge é como ir ao céu. Para entender melhor sobre essa nova experiência nova-iorquina, continue a leitura.

Edge: céu aberto e amor a Nova York

O Edge foi construído para acender nos visitantes a paixão por Nova York. Para isso, a equipe de criadores incorporou vários elementos para que o observatório entre nas listas de desejos dos turistas.

O objetivo é proporcionar a sensação de flutuar no céu e de ter uma visão de 360 ​​graus que não se encontra em nenhum outro lugar.

Edge é o maior observatório a céu aberto do Ocidente. No andar acima, o champagne bar (Foto: Hudson Yards)

Edge é o maior observatório a céu aberto do Ocidente. No andar acima, o champagne bar (Foto: Hudson Yards)

Estrutura

Para manter o título de maior do Ocidente, o Edge tem 344 metros de altura e, além da vista do 100º andar, há uma escada para um observatório indoor no 101º piso do prédio. Será possível aos visitantes observar até 128 quilômetros de Nova York e do estado de Nova Jersey.

Sua extensão é formada por 346 toneladas divididas em 15 seções, com 15 a 45 toneladas cada, todas parafusadas e ancoradas nos lados leste e sul do edifício. Já a parte externa conta com 79 painéis de vidro (de 635 kg cada), fabricados na Alemanha e finalizados na Itália, cercando seus 696m² de área.

No mesmo andar do observatório, será inaugurado um champanhe bar, com uma variada cartela de drinques, coquetéis e refeições leves para desfrutar no terraço ou na área interna. Você poderá saborear uma taça no céu de Nova York e inclinar-se sobre a cidade em paredes angulares de vidro.

O acesso só é permitido por elevadores, que proporcionam uma jornada ao topo do observatório em apenas 60 segundos.

O turista que visitar o Edge terá Nova York a seus pés (foto: Eli Parry/Oxford)

O turista que visitar o Edge terá Nova York a seus pés (foto: Eli Parry/Oxford)

Segurança

Após a inauguração, o Edge estará aberto todos os dias, das 8h às 0h, durante o ano inteiro. Mas quando houver mau tempo, partes do deck externo serão fechadas por razões de segurança. Para pessoas com deficiência, além dos elevadores, o Edge contará também com rampas, para facilitar o acesso.

O Edge proporcionará uma nova visão das luzes de Nova York (Foto: Eli Parry/Oxford)

O Edge proporcionará uma nova visão das luzes de Nova York (Foto: Eli Parry/Oxford)

Preços

Os ingressos para adultos custarão US$ 36 no site e US$ 38 no local. Crianças pagam US$ 31 no site e US$ 33 no local. Mas não é necessário esperar até o dia 11: eles já estão disponíveis para compra!

Hudson Yards

O Vessel (TKA) é um complexo que usa arquitetura como arte (Foto: Brook Ward)

O Vessel (TKA) é um complexo que usa arquitetura como arte (Foto: Brook Ward)

Inaugurado em março de 2019, o Hudson Yards é o mais novo bairro de Nova York. O complexo de edifícios é o maior empreendimento já realizado na cidade e o maior empreendimento imobiliário privado dos Estados Unidos.

A grande atração do megacomplexo é o Vessel (TKA), uma megaestrutura de 154 lances de escadas interligados em formato de favo de mel. São 45 metros divididos em 80 patamares e 2.500 degraus em espiral. Uma experiência arquitetônica única, localizada no centro da praça pública Hudson Yards.

Gostou de conhecer o Edge? O observatório a céu aberto quer mudar a experiência de turismo para quem visita Nova York. A cidade, aliás, é prova de que educação e design andam juntos. Entenda mais sobre os programas educacionais que transformam a arquitetura nova-iorquina!

Destaque: Maior observatório a céu aberto do Ocidente, o Edge promete ser uma nova atração no coração do turista (Foto: Eli Parry/Oxford)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *