Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Designers na pandemia

04/05/2020

Cinco projetos de design voltados à prevenção e combate da Covid-19.

“Hospitais precisam desesperadamente de designers”, declarou Dr. Sam Smith, médico sênior no Massachusetts General Hospital, em Boston, Estados Unidos. Massachusetts é o terceiro estado americano com mais casos registrados de Covid-19, 32.181 em 22 de abril. Em entrevista ao site de design Dezeen, Dr. Smith disse acreditar que designers podem colaborar – e muito! – na batalha contra a doença, resolvendo problemas como a falta de espaços de isolamento em hospitais, ou melhorando o design gráfico dos prontuários médicos.

“Designers podem ajudar a organizar o espaço hospitalar e os produtos utilizados por profissionais de saúde. Precisamos de designers, mas esses profissionais não são frequentemente consultados”, revelou o médico. Com a crise sanitária que paralisou o mundo nos últimos meses, esse cenário vem mudando, com mais destaque para projetos de arquitetura hospitalar. 

Desde a declaração de pandemia pela OMS – Organização Mundial da Saúde, em 11 de março, muitos arquitetos e designers voltaram sua atenção para projetos de prevenção e combate à doença, criando desde proteções para o rosto, até unidades pop-up de tratamento intensivo, entre muitas outras iniciativas. Alguns foram desenvolvidos em parcerias com profissionais de saúde com foco na funcionalidade, outros levam mais em conta a criatividade e o apelo estético dos designers. Confira cinco projetos interessantes a seguir.

Capa de isolamento para pacientes

designers na pandemia

Capa de isolamento para pacientes em testes no Massachusetts General Hospital (Foto: divulgação Dr. Sam Smith)

O próprio Dr. Smith e sua equipe no Massachusetts General Hospital tiveram a ideia de fazer uma capa para isolar pacientes com Covid-19. Eles convidaram o arquiteto local Eric Howeler e um grupo da Escola de Design de Harvard para ajudar a desenvolver o projeto. “O design ficou excepcional. Não só é mais simples do que havíamos imaginado, mas também mais funcional”, declarou o médico, que também é professor em Harvard, na Escola de Medicina. A capa foi desenvolvida em nove dias e agora está em testes no hospital.

Feita de plástico transparente, a capa cobre a cabeça e ombros do paciente, protegendo profissionais da saúde do coronavírus. “Utilizamos conceitos de design de moda e de arquitetura”, explica Howeler. “É como uma pequena casa colocada sobre o paciente durante um procedimento de risco”, continua ele. Deverá ser utilizado, principalmente, durante entubações.

UTI em container

designers na pandemia

Cura, UTI em container, criada por arquitetos italianos (Foto: divulgação_Max Tomasinelli)

Um container metálico de carga foi transformado em unidade de tratamento intensivo por dois arquitetos italianos, Carlo Ratti e Italo Rota. Com dois leitos, a UTI já está sendo usada para pacientes com Covid-19, em um hospital de campanha em Turim, norte da Itália. O projeto foi batizado de Cura – Connected Units for Respiratory Ailments e recebeu seu primeiro paciente em 19 de abril.

Com seis metros de comprimento, o container recebeu respiradores, monitores e suportes para medicação intravenosa. Ainda, conta com sistema de ventilação para gerar pressão negativa, como é padrão em hospitais de doenças infecciosas. A grande vantagem de utilizar o container é a rapidez da montagem da UTI isolada. O projeto está disponível online, livre para ser replicado.

Roupa encoraja distanciamento social

designers na pandemia

Well-Distance-Being, roupa criada pela Livable para relembrar da importância do distanciamento entre as pessoas (Foto: divulgação_Karen Eloot e Pieter Vanoverberghe)

Os designers da plataforma de pesquisa holandesa Livable criaram uma estrutura de rattan que pode ser vestida sobre a cabeça e o corpo, com o objetivo de impedir que as pessoas fiquem muito próximas ou se toquem. Batizada de Well-Distance-Being, essa espécie de roupa destaca a importância do distanciamento entre as pessoas para diminuir o ritmo de contaminação pelo coronavírus. 

Por enquanto, trata-se de um projeto de conscientização, não de prevenção efetiva, já que não respeita os dois metros de distância recomendados pela OMS. Porém, tem apelo fashion. Você usaria algo assim?

Proteção de cotovelo para tosses e espirros

designers na pandemia

Meia para tossir e espirrar no cotovelo, ideia do estúdio de design Raw Color (Foto: divulgação)

Tossir e espirrar em público se tornou um sinal de alerta durante a crise da Covid-19. A recomendação de especialistas de saúde, para evitar que a secreção contamine outras pessoas, é proteger boca e nariz com o cotovelo, não com as mãos. O estúdio de design holandês Raw Color sugere vestir meias nos cotovelos, mantendo, assim, as roupas limpas.

Neste projeto do-it-yourself, basta cortar a ponta de qualquer meia antiga e vesti-la sobre a roupa, utilizando o calcanhar no cotovelo. Quanto mais colorida a meia, melhor, para encorajar outras pessoas a seguirem o procedimento correto. “Nesse período, queríamos estimular a cultura DIY, criando algo que todos pudessem fazer, com objetos que já possuíam, sem maquinário”, explica Christoph Brach, um dos fundadores do estúdio. 

Parque para distanciamento social ao ar livre

designers na pandemia

Parc de la Distance incentiva caminhadas ao ar livre, mantendo o distanciamento social (Imagem: divulgação)

Uma das dificuldades do distanciamento social, principal forma de prevenção da Covid-19, é se ver preso em locais fechados. Muitas pessoas estão em seus apartamentos, sem sequer uma varanda para tomar sol e respirar ar puro. O estúdio de design austríaco Precht criou um parque com labirintos, que permite que as pessoas fiquem distantes, mas aproveitem o ar livre.

Batizado de Parc de la Distance, o labirinto verde conta com várias rotas, que podem ser usadas simultaneamente, sem que as pessoas se cruzem. Haveria portões na entrada de cada rota, indicando se ela está ocupada. Assim, caminhadas, também fundamentais para a boa saúde humana, poderiam ser realizadas em contato com a natureza.

Foto de destaque: Chris Hansen, da Escola de Design de Harvard, criou uma capa para evitar que pacientes com covid-19 contaminem profissionais da saúde (Foto: divulgação Dr. Sam Smith)

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *