Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Correspondentes Internacionais

De Ceuvel: exemplo de desenvolvimento urbano sustentável

12/05/2021

Um antigo estaleiro abandonado e poluído foi transformado em um desenvolvimento urbano sustentável em Amsterdã. Confira mais!

Sabemos que o conceito de sustentabilidade na arquitetura e no desenvolvimento urbano nunca esteve tão em alta, certo? Entretanto, esse é um tema muito amplo que vem sendo explorado ainda de uma maneira muito experimental em diversos países.

Na Holanda, existe uma forte iniciativa do governo de promover ideais sustentáveis em diversos segmentos, principalmente após assinarem os tratados internacionais sobre redução dos gases estufa, como por exemplo, o Acordo de Paris.

O De Ceuvel nasceu de uma oportunidade oferecida pelo governo holandês, em uma tentativa para transformar o bairro pós-industrial de Buiksloterham em uma área residencial e comercial de uso misto. A prefeitura de Amsterdã doou quatro lotes para iniciativas pioneiras com foco na sustentabilidade e no desenvolvimento urbano circular.

Desenvolvimento urbano
Exemplo de casa flutuante transformada para o uso comercial, residencial ou uso misto. (Foto: Superbass)

O grupo de consultoria sustentável Metabolic e o escritório de arquitetura e urbanismo Space&Matter ganharam um concurso, em 2012, para transformarem um antigo estaleiro abandonado e poluído na região norte de Amsterdã num “oásis urbano regenerativo”, com o objetivo de estimular novas formas de pensar sobre a forma como gerimos os recursos nas nossas comunidades.

A equipe vencedora se propôs a encontrar soluções práticas e criativas para construir um centro urbano circular com as seguintes considerações:

1) As necessidades e interesses específicos da comunidade local de Buiksloterham;
2) Terrenos altamente poluídos devido aos anos de atividade industrial;
3) Orçamento mínimo para construção;
4) Os regulamentos municipais relativos à regeneração de terras poluídas, eliminação de resíduos e gestão de água e eletricidade.

Desenvolvimento urbano
Portal de entrada do De Ceuvel (Foto: Rens Kokke)

Através de um plano mestre de sustentabilidade, grupos de voluntários transformaram 17 casas flutuantes (antigos barcos) em um espaço multifuncional abrigando um centro comunitário, cafés e bares, salas comerciais para escritórios, residências e até mesmo um hotel flutuante.

Desenvolvimento urbano
Área externa Café De Ceuvel, exemplo de projeto de desenvolvimento urbano sustentável  (Foto: a.rey)

O mais incrível desse projeto é o fato dele ter sido inteiramente pensado de forma circular.

Foram instaladas placas solares nos telhados de cada barco gerando eletricidade, que é compartilhada entre os barcos por meio de uma micro-rede.

A água cinza de cada barco é filtrada através de substratos naturais para que possa servir de água para regar os jardins. O saneamento em cada casa-barco foi projetado para facilitar a coleta de resíduos orgânicos, que podem ser alimentados em um biodigestor, dos quais nutrientes valiosos podem ser extraídos para a estufa.

As plantas aquáticas selecionadas para compor o paisagismo também cumprem a função de filtrar a água poluída do local e promover aos usuários uma melhor qualidade de vida.

Desenvolvimento urbano
Casas flutuantes permeadas pelos caminhos elevados (Foto: Rens Kokke)

O centro comunitário do De Ceuvel ficou tão popular em Amsterdã que se tornou o novo centro cultural e experimental queridinho dos empreendimentos hipsters criativos e sociais, ganhando prêmios internacionais como um dos desenvolvimentos urbanos mais sustentáveis da Europa.

Desenvolvimento urbano
Casa flutuante transformada em espaço comunitário (Foto: Adam Nowek )

As empresas que decidem alugar as casas flutuantes transformadas compraram os ideais coletivos e a visão de uma comunidade mais sustentável e circular.

Desenvolvimento urbano
Espaço coletivo que abriga um bar e restaurante que compartilham dos ideais sustentáveis. À esquerda, observamos uma composteira móvel, em verde, utilizada pelos usuários. (Foto: Adam Nowek)

Antes da pandemia, o espaço promovia constantemente workshops educativos e eventos sobre sustentabilidade, inovação e o papel da cultura e da arte nesse movimento.

O De Ceuvel virou um grande laboratório, onde profissionais de várias áreas, como urbanistas, biólogos, engenheiros, arquitetos e geógrafos, se uniram para continuar estudando essa região e desenvolver metodologias para serem aplicadas em futuros experimentos.

Gostaram desse projeto de transformação e desenvolvimento urbano? Compartilhe com a gente a sua opinião! Apoiamos as iniciativas sustentáveis e nos inspiramos nos ideais de projetos como este que ressignificam o espaço urbano.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *