Menu
Projetos e Obras
Busca
decoração de quarto de bebê

Conteúdo Arquitetura

Fuja do azul e rosa e inove na decoração do quarto de bebê

05/11/2018

Que tal deixar o protagonismo do azul e rosa de lado? As tradicionais cores dos quartos infantis podem contribuir com a decoração de outras maneiras. Veja como rever soluções e criar um espaço incrível!

Originalidade é uma tendência para quartos infantis. Os tradicionais rosa e azul para distinguir gêneros não são mais tão desejados pelos pais, muito menos propostos como solução ideal por arquitetos e designers que realizam os projetos.

Hoje, vários profissionais buscam formas de inovar na decoração do quarto de bebê, agregando personalidade e criando um cantinho exclusivo para uma família que está crescendo. Cores alternativas, simplicidade e temas diversos surgem para quebrar paradigmas e compor um campo fértil para a imaginação dos pequenos.

Quer saber como você pode contribuir com essa mudança no modo de pensar espaços infantis? Fique conosco e confira ótimas ideias para adotar!

Conte com uma decoração temática

decoração de quarto de bebê

Na decoração para quarto de criança a criatividade é sempre bem-vinda

Bichos, personagens e brinquedos divertem a criançada e devem ser aproveitados em quartos de meninas e de meninos. Porém, para que tenham alguma relação com a decoração do ambiente, é interessante que façam parte de um tema específico. Veja algumas opções para trabalhar.

Safári

decoração de quarto de bebê

Quarto de bebê temático no projeto da arquiteta Arina Araujo

Leões, zebras, girafas, crocodilos, elefantes e diversas aves compõem o grupo de animais encontrados em safáris da África. Como as espécies atraem a atenção das crianças, pode ser interessante simular uma selva ou savana dentro do quarto.

Foi o que fez Arina Araujo em seu projeto repleto de elementos lúdicos. O espaço traz objetos em forma de nuvens, árvores, tapete representando grama e os divertidos macaquinhos.

Circo

Mais um tema incrível e pouco explorado na decoração do quarto de bebê! Cheios de cores, luzes e atrativos, os circos têm vários recursos para inspirar a composição. O principal elemento presente em shows é a tenda, que pode aparecer tanto na forma de mosquiteiro quanto de cortina.

Paredes ficam mais alegres com representações de balões e bandeirinhas. E como as atividades também incluem animais, vale apostar em peças com figuras de elefantes, leões e ursos para incrementar o espaço.

Parque de diversões

Existem versões de brinquedos de playground para colocar em dormitórios infantis. As peças costumam ser menores, o que é uma vantagem para cômodos pequenos. Uma ideia legal para adaptar o tema aos bebês é trabalhar um quarto montessoriano com nichos, esconderijos e pequenos túneis no chão, bem ao alcance da criança.

Arca de noé

Essa opção é divertida porque o próprio berço pode ser transformado em arca. Novamente, as representações de animais não devem faltar. Há várias espécies para escolher e decorar a parede mais próxima da cama. Os bichinhos também podem ser dispostos sobre prateleiras ou surgir pendurados em móbiles.

Aposte em tons pastel na paleta de cores

Quem não gosta das cores que lembram algodão-doce? Azul-turquesa, salmão, verde-água, lilás e outras nuances suaves compõem a cartela de tons pastel. Elas têm sido muito usadas em decoração do quarto de bebê por serem discretas e delicadas.

Elas também geram amplitude, assim como as cores claras mais puras (branco, bege, cinza). Portanto, se o cômodo for compacto, vale a pena incluir tons pastel nas principais superfícies, como paredes, pisos e até no teto. Melhor ainda se o ambiente já for trabalhado com materiais e revestimentos neutros.

Um bom exemplo de que a ideia funciona está no projeto da USOS Arqdesign. O fundo claro da composição deixa todo o destaque para os tons suaves presentes nos tecidos e no papel de parede. O piso segue a mesma linha, com um tom mais opaco das belas peças de Travertino Navona Crema.

decoração do quarto de bebê

Quarto de menina com tons pastéis no projeto do escritório USOS arqdesign

Opte por um estilo de decoração minimalista

decoração para quarto de bebê

Estilo minimalista para quarto de criança também é bem-vindo

Esse estilo é totalmente oposto à explosão de azul e rosa que invade a decoração do quarto de bebê. Porém, assim como os tons pastel, tem a vantagem de compor espaços menos impactantes. O resultado é um cantinho de dormir mais agradável e livre do excesso de informações.

Cores neutras

decoração de quarto de bebê

Cores neutras para quarto de bebê: deixe o quarto preparado para o crescimento da criança

A base do minimalismo são as tonalidades discretas. Branco, preto, marrom, cinza e suas variações ganham destaque na hora de compor um fundo para harmonizar outras cores.

Um quarto neutro é interessante porque estará adaptado para as diferentes fases da vida do bebê. Afinal, por conter tons discretos e fáceis de combinar, não precisará de grandes ajustes de cor ou estilo à medida que a criança for crescendo.

Sem falar que, quando tudo é tão clean, você pode adicionar peças com diferentes texturas, algumas estampas e até objetos coloridos — azul e rosa são bem-vindos, inclusive. O segredo está em equilibrar esses elementos, seja criando pontos focais ou destacando um único item para manter a simplicidade.

Apenas o essencial

decoração de quarto de criança

Decoração de quarto de criança focado no que é essencial e trazendo elementos funcionais como um quadro negro e uma mesa de estudos

A composição minimalista foca no que é essencial, ou seja, naquilo que tem alguma utilidade além da estética. Por isso, pode ser interessante investir em peças úteis e que, ao mesmo tempo, tenham função decorativa.

Um exemplo são as caixas organizadoras feitas com tecidos nobres: enfeitam o quarto e permitem guardar objetos. Já um biombo vazado serve como divisória e oferece apoio para pendurar brinquedos. Um abajur com formato de bichinho, por outro lado, diverte e ilumina o espaço à noite.

Linhas simples

decoração do quarto de bebê

Equilíbrio entre minimalismo e peças curvilíneas no projeto da arquiteta Maria Luiza Rodrigues 

Formas geométricas básicas, mobiliário com design retilíneo e acessórios com linhas simples são preferência nesse estilo. Afinal, deixam o visual leve e mais limpo — características importantes para compor um espaço atemporal.

Isso não impede que aquele berço entalhado e trabalhado em curvas seja colocado no quarto. De fato, acabamentos arredondados trazem uma graciosidade interessante, mas não devem ser usados em excesso porque deixam o visual pesado.

projeto de Maria Luiza Rodrigues equilibra bem o minimalismo com peças curvilíneas. Como já traz muita informação nos móveis, mantém uma parede neutra com o revestimento Futura Triangles e um painel decorativo de Futura Half Grey.

Use itens relacionados ao nome ou à história da criança

Seguindo a proposta de manter o que é essencial, aproveite para valorizar a história e as primeiras memórias da criança. Isso pode ser feito com a adição de itens e objetos customizados a partir de registros, nomes e boas notícias.

Muitos pais gostam da tradicional plaquinha contendo o nome do filho, mas você pode ir além na decoração do quarto de bebê. Que tal compor quadros com imagens do ultrassom? Ou, ainda, com as impressões dos pezinhos ou mãozinhas da criança? Hoje, já é possível gravar a pegada dos pequenos sobre uma superfície de terra ou areia.

Um mural com fotografias de bons momentos não pode faltar para criar um ambiente aconchegante e acolhedor para toda a família. Outra opção incrível (e muito divertida) é personalizar uma exposição que mostre a evolução das meias ou sapatinhos usados pela criança ao longo do tempo, sempre do menor para o maior.

Foque na segurança do ambiente

A segurança é item primordial em uma casa com crianças e também deve ser uma preocupação na hora de compor o quarto. Muitos cuidados que listamos aqui servem para qualquer ambiente, portanto, fique de olho para considerá-los no projeto.

Móveis

Uma mesinha ou criado-mudo baixo ficam ao alcance dos pequenos e precisam receber protetores de quina. Esses itens vão evitar acidentes por contato com cantos e superfícies pontiagudas.

Também é preciso atenção com relação ao peso dos móveis, para evitar que sejam derrubados. Não use estantes leves e jamais deixe prateleiras e nichos apenas apoiados sobre os suportes. O ideal é fixar peças menores para que não caiam sobre a criança.

Acessórios

Existem acessórios específicos para garantir a segurança dos pequenos em qualquer ambiente da casa. Confira alguns exemplos para providenciar em seus próximos projetos:

  • protetor de tomada: é uma pequena peça que pode ser encaixada na tomada, a fim de mantê-la coberta;
  • travas para móveis: ajudam a manter móveis e eletrodomésticos fechados e acessíveis apenas para adultos;
  • protetor de porta: evita o fechamento completo da porta, que poderia esmagar os dedinhos da criança;
  • grades: perfeitas para barrar o acesso para lugares perigosos, como janelas, escadas e sacadas.

Pisos

O chão onde a criança caminha ou engatinha deve ser confortável. Nesse sentido, o EVA é um ótimo material para forrar o piso de quartos infantis porque é macio e permite fazer desenhos sobre a superfície.

Revestimentos que oferecem resistência ao escorregamento também são boas pedidas. O porcelanato se destaca por ser fácil de limpar e apresentar modelos de diferentes cores, estampas e formatos. Dependendo da situação, vale a pena colocá-lo também nas paredes para decorar e evitar os temidos rabiscos.

E então, acha que é possível rever a maneira de compor a decoração do quarto de bebê? Aproveite que muitas famílias já se deram conta de que existem muitas soluções interessantes além do azul e rosa para criar projetos incríveis e de bom gosto.

Se você acredita que outras pessoas podem tirar proveito deste conteúdo, compartilhe-o em suas redes sociais!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *