Menu
Projetos e Obras
Busca

O designer de interiores se concentra em projetar ambientes internos, sejam eles residenciais ou comerciais (Projeto: Cristina Barbara)

Conteúdo Matérias

Curso de Design de Interiores: tudo o que você precisa saber

29/10/2021

No curso de design de interiores, o profissional pode se especializar em diversas áreas diferentes. Saiba mais sobre o assunto!

Quem está próximo de finalizar o Ensino Médio com certeza já pensa em qual profissão seguir. Para aqueles que têm um senso estético apurado, gostam de desenhar e se interessam por decoração, o curso de Design de Interiores é uma excelente opção.

Para projetar cômodos encantadores, que só vemos em filmes, existe um profissional especializado no assunto. Ele estuda não apenas a beleza, mas também a funcionalidade e o conforto proporcionado pelos ambientes.

Neste artigo, descubra tudo o que você precisa saber sobre o curso de Design de Interiores!

O que é Design de Interiores?

Design de Interiores é a área encarregada de projetar e arranjar ambientes de acordo com fatores estéticos e funcionais.

O designer de interiores é o responsável por administrar o projeto de decoração de um espaço, seja ele residencial ou comercial.

Para isso, o profissional formado no curso de Design de Interiores precisa cumprir uma lista de atividades. 

Ele deve estabelecer cronogramas, fixar prazos, definir orçamentos e coordenar o trabalho de todos os colaboradores envolvidos em uma obra.

>> CONHEÇA OS DESIGNERS DE INTERIORES COM PROJETOS NO ARCHTRENDS <<

Qual a diferença entre Design de Interiores e Arquitetura?

O curso de Design de Interiores é mais voltado para a decoração dos ambientes: a estética, a funcionalidade e o conforto. 

Por sua vez, o curso de Arquitetura também lida com o exterior, o urbanismo e a construção civil. 

Na hora de escolher qual profissão seguir, é importante analisar o currículo dos dois cursos para entender o tipo de atividade que você pretende exercer.

O designer de interiores é o responsável por projetar e arranjar ambientes baseados em fatores estéticos
O designer de interiores é o responsável por projetar e arranjar ambientes baseados em fatores estéticos (Projeto: Portobello S.A.)

O que faz o designer de interiores?

O dia a dia do profissional vai depender da área em que atua. 

Se ele for um projetista, a maior parte da sua rotina será em frente a um computador, elaborando e estruturando os seus projetos. 

Porém, em alguns momentos, também pode ser necessário fazer visitas, vistorias, reuniões ou outras demandas que exijam deslocamento.

Agora, se o profissional trabalha no gerenciamento de obras, a sua rotina deve ser bem variada. 

Ele vai acompanhar clientes em lojas, fazer contato ou visita a fornecedores, tratar de forma presencial com prestadores de serviços, coordenar de perto as atividades que estiverem sendo realizadas para o projeto e tudo mais que for preciso.

Independentemente do caso, o profissional que opta pelo curso de Design de Interiores precisa saber lidar com pessoas. Em todas as situações, ele vai precisar ter bastante contato com os seus clientes. 

Por isso, é importante ter o costume de ouvir, explicar, conversar e encontrar indivíduos diferentes o tempo todo.

Como é o perfil desse profissional?

Quando se escolhe uma profissão, uma das principais dúvidas que surge é se temos vocação para o trabalho. 

Por isso, é importante se informar sobre o perfil das pessoas que decidem fazer o curso de Design de Interiores, para saber se combina com o seu. Assim, é possível ter uma noção se está ou não no caminho certo.

Essa profissão exige criatividade. Portanto, é fundamental que o profissional esteja sempre atualizado a respeito das tendências de mercado do design. 

Afinal, quando um cliente contrata um designer de interiores, ele quer sentir a confiança de ser assessorado sobre tudo que está na moda.

O profissional também precisa entender bem os materiais que podem ser usados dentro de cada conceito que se idealiza. 

Ele vai assessorar o cliente nessas escolhas. Por isso, é importante ser capaz de ouvir e interpretar pedidos e exigências, para que o resultado de seu trabalho alcance expectativas.

Para que tudo isso seja possível, é essencial desenvolver um bom relacionamento interpessoal. 

É preciso ter uma boa comunicação para ajudar o cliente a compreender a função de cada elemento do projeto e conseguir alinhar os desejos com as possibilidades. 

Saber fazer boas apresentações também valoriza o seu trabalho.

A profissão exige criatividade e atualização sobre as tendências do mercado
A profissão exige criatividade e atualização constante sobre as tendências do mercado (Foto: Freepik)

Como funciona o curso de Design de Interiores?

É possível fazer o curso de Design de Interiores por quatro tipos de formação. Duas delas são graduações.

A graduação de nível bacharelado tem um currículo bem parecido com o do curso de Arquitetura e Urbanismo. Grande parte da sua carga horária é focada em atividades práticas, como desenvolvimento de projetos. Sua duração é de quatro anos.

A graduação de nível tecnológico tem foco na elaboração de projetos de interiores e pesquisas sobre tendências. O aluno entra em contato com ferramentas digitais e técnicas da profissão desde o início. Dura, em média, dois anos.

A terceira alternativa é o curso técnico em Design de Interiores. A duração dele é de dois anos. Sua principal diferença para a graduação tecnológica é que ele forma um profissional de nível médio, em vez de superior.

Por fim, a quarta possibilidade é, caso você já seja formado em curso de nível superior, fazer uma pós-graduação em Design de Interiores. A duração pode ser de um ou dois anos.

No final do curso de graduação de nível bacharelado, o aluno deverá fazer um estágio e elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

No caso da graduação tecnológica e do curso técnico, essa apresentação não é uma exigência.

A pós-graduação em Design de Interiores também pode exigir a defesa de um TCC ao fim do curso.

Quais são as principais disciplinas?

A grade do curso de Design de Interiores varia de acordo com o tipo de formação. As principais disciplinas encontradas em todas as modalidades são:

  • Linguagem de Decoração e Estilos;
  • Projetos de Interiores Empresariais;
  • Projetos de Interiores Residenciais;
  • Projetos de Interiores Comerciais;
  • Estética e História da Arte;
  • Cenografia e Perspectiva;
  • Gerenciamento de Obras;
  • Tecnologia dos Materiais;
  • Responsabilidade Social;
  • Metodologia de Projeto;
  • Conforto Ambiental;
  • Desenho Técnico;
  • Luminotécnica;
  • Informática;
  • Paisagismo;
  • Ergonomia;
  • Mobiliário;
  • Maquete.
O profissional pode se especializar em diversas áreas
O profissional pode se especializar em diversas áreas (Foto: Freepik)

Como se especializar?

Dentro do curso de Design de Interiores, o profissional pode se aprofundar em algumas áreas diferentes. Descubra quais são as principais.

Desenho de Móveis

O profissional é especialista em projetar o mobiliário. Ele cria peças de acordo com as necessidades do cliente e o espaço disponível para trabalhar.

Decoração e Paisagismo

Ele se especializa em pensar como vai ficar a distribuição dos móveis e de todos os acessórios para compor os ambientes, seja residencial ou comercial. Projeta, organiza e embeleza o local.

Gerenciamento

Ele fica responsável por acompanhar a compra de cada móvel e acessório. Faz orçamentos e contrata mão de obra para cada serviço realizado, como troca de pisos e pintura de parede.

Projeto

O especialista em projeto é responsável por elaborar o desenho de plantas e maquetes, indicar estilos, cores e disposições de móveis e objetos. 

Ele organiza os ambientes e indica materiais que podem ser usados, de acordo com os desejos e as necessidades do cliente.

Sustentabilidade

Esse profissional prioriza o uso de materiais que consigam reduzir o impacto ambiental, prezando pela sustentabilidade. Ele pode orientar como fazer para economizar energia e diminuir o gasto de água, entre outras ações.

O designer de interiores deve promover o aconchego por meio de diversos elementos
O designer de interiores deve promover o aconchego por meio de diversos elementos (Projeto: Marla Bravim)

Como é o mercado de trabalho do designer de interiores?

O profissional que fez o curso de Design de Interiores, independentemente do tipo de formação, é capaz de atuar em várias áreas. 

Ele pode ser um consultor em lojas especializadas em móveis e decorações, trabalhar em um escritório de arquitetura ou até em construtoras. 

Outra opção é atuar por conta própria, como um microempreendedor.

O designer de interiores pode desenvolver e executar projetos para espaços internos de residências, comércio e indústrias, atuando em áreas como:

  • sustentabilidade (técnicas e materiais para a preservação do meio ambiente);
  • cenografia (cenários de filmes, peças de teatro, programas de TV etc);
  • transporte (interior de automóveis, barcos, motorhomes, aviões etc);
  • acessibilidade (ações sociais em favor da facilidade de acesso);
  • produtos (móveis planejados, objetos decorativos etc);
  • design de ambientes.

>> Conheça o programa de relacionamento da Portobello com os profissionais de design de interiores <<

Quanto é o salário de um designer de interiores?

O salário de um profissional que fez o curso de Design de Interiores varia de acordo com alguns fatores. Entre eles estão a sua experiência na área, a complexidade do projeto em questão, a cidade em que ele atua e o público que será atendido.

Um designer de interiores dedicado pode chegar a ganhar, em início de carreira, entre R$ 4 a 6 mil mensais. É possível trabalhar para empresas que pagam salário fixo, mas a maioria recebe segundo aquilo que produz.

Os projetos são cobrados por m², ou seja, os ganhos variam de acordo com a dimensão do projeto contratado. Quanto mais trabalhos realizados no mês, maior o salário; por isso, é tão importante saber conquistar e lidar com os clientes por meio da comunicação.

Gostou do artigo? Leia agora a respeito de design democrático e continue a se informar sobre o assunto aqui no portal Archtrends!

Foto de destaque: O designer de interiores se concentra em projetar ambientes internos, sejam eles residenciais ou comerciais (Projeto: Cristina Barbara)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *