Menu
Projetos e Obras
Busca

Curso de Arquitetura e Urbanismo é boa opção para quem quer unir conhecimentos de humanas e exatas (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Matérias

Curso de Arquitetura e Urbanismo: tudo o que você precisa saber

12/11/2021

Só tem desenho ou também tem cálculo? Quanto tempo dura? Como é o mercado de trabalho? Tire suas dúvidas sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo!

Antes mesmo de existir um curso de Arquitetura e Urbanismo, essa já era uma atividade exercida pelos seres humanos. É que sempre foi importante ter um abrigo. Com isso, foram se desenvolvendo técnicas e materiais cada vez mais adequados às diferentes necessidades. 

Aliás, as necessidades também estão em constante evolução. E para compreender essa atividade, que tem uma grande complexidade em termos de possibilidades, o curso de Arquitetura e Urbanismo se mostra fundamental. 

Durante a formação, é possível entender como idealizar e realizar projetos que levem em consideração aspectos como conforto, segurança e acessibilidade. Para isso, é preciso combinar habilidades das áreas de humanas e exatas. 

Além disso, é essencial ter em mente que o profissional de Arquitetura e Urbanismo precisa interpretar a sociedade, grupos e comunidades, bem como as suas demandas, para oferecer as melhores soluções. Unindo, claro, tudo isso a técnicas e materiais apropriados.

Antes de se inscrever no vestibular para iniciar sua vida profissional ou fazer uma transição de carreira, confira as principais informações sobre o curso de Arquitetura e Urbanismo. Entenda como é o perfil, como funciona a graduação, quais são as alternativas de trabalho e muito mais. 

Boa leitura!

O que é a Arquitetura e o Urbanismo? 

A Arquitetura e o Urbanismo têm o importante papel de entender a sociedade e suas necessidades, além dos espaços como um todo, com a finalidade de conceber, construir e organizar áreas internas e externas mais adequadas. 

Portanto, o profissional de Arquitetura e Urbanismo é capaz de avaliar o clima, a acústica, a luminosidade e até fatores relacionados à energia de um local. Tudo isso envolve técnicas específicas, que são aprendidas na faculdade e desenvolvidas ao longo da carreira. 

Além do planejamento e da construção, quem cursa Arquitetura e Urbanismo pode projetar e apresentar soluções tecnológicas para preservação, conservação, reconstrução e restauração de prédios, casas, condomínios etc. 

Planejar e construir prédios, casas, áreas externas... O curso de Arquitetura e Urbanismo dá muitas possibilidades
Planejar e construir prédios, casas, áreas externas… O curso de Arquitetura e Urbanismo dá muitas possibilidades (Projeto: Portobello S.A.

E não é só impressão: a Arquitetura e o Urbanismo envolvem mesmo diversas áreas de conhecimento. Entre elas:

  • avaliação dos impactos ao meio ambiente e preservação da natureza local; 
  • aspectos econômicos relacionados ao que será construído; 
  • planejamento urbano e de infraestrutura; 
  • uso adequado dos materiais; 
  • concepção das estruturas;
  • antropologia e sociologia.

Todos esses conhecimentos ampliam o leque de opções da atuação profissional do arquiteto e urbanista, que pode seguir carreira em áreas como:  

  • concepção e construção de espaços públicos e comerciais; 
  • construção civil, incluindo conjuntos arquitetônicos; 
  • projetos de iluminação (luminotécnica); 
  • acompanhamento de obras; 
  • arquitetura de interiores; 
  • paisagismo; 
  • urbanismo.
Paisagismo está entre as competências de arquitetos e urbanistas
Paisagismo está entre as competências de arquitetos e urbanistas (Projeto: Giordano Rogoski)

Como se tornar um profissional dessa área?

Apesar de muito antiga, a profissão só foi regulamentada no Brasil em 1966, pela Lei Federal 5.194. Portanto, para exercê-la é preciso ter o curso de Arquitetura e Urbanismo, um bacharelado de nível superior. 

Ele dura em média cinco anos, ou seja, 10 semestres. Algumas instituições de ensino oferecem a oportunidade de finalizar o curso em quatro anos, graças a uma grade curricular organizada em tempo integral. 

Para conquistar o diploma, além de cursar matérias, você vai precisar apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e fazer um estágio supervisionado. Já para exercer a profissão, terá que se registrar no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/BR). 

Qual é o perfil do arquiteto e urbanista? 

Basicamente, o curso de Arquitetura e Urbanismo tem caráter generalista. Isso quer dizer que envolve diferentes competências, que vão desde a arte até a geometria. Portanto, o profissional precisa de:  

  • habilidade de desenho e cálculo: tanto durante o curso de Arquitetura e Urbanismo quanto ao longo da atividade profissional, você vai se deparar com atividades que envolvem o lado artístico, mas também exigem talentos matemáticos. Não é preciso ter um conhecimento profundo na área de exatas, mas é importante saber que ela vai estar presente no dia a dia; 
  • facilidade para usar softwares: hoje em dia, há diversos programas de computador que ajudam no trabalho do arquiteto. Por isso, é essencial que o profissional tenha afinidade com esse tipo de tecnologia;
  • bom relacionamento interpessoal: para lidar com clientes, suas exigências e escolhas, além de coordenar equipes e dividir projetos com outros profissionais, como engenheiros; 
  • empatia: para saber ouvir o consumidor e entender suas necessidades. Isso é importante para atender as expectativas e garantir a satisfação com o projeto; 
  • gostar de inovação e tendências: para acompanhar todas as novidades do setor, de modo a oferecer sempre as melhores soluções para os seus clientes;
  • curiosidade: para aprender e se aprofundar na arquitetura ou em áreas correlatas, que ampliem o leque de opções da atuação profissional. 
Atendimento a clientes e trabalho em equipe podem fazer parte do dia a dia de arquitetos e urbanistas
Atendimento a clientes e trabalho em equipe podem fazer parte do dia a dia de arquitetos e urbanistas (Foto: KOBU Agency

Aliás, a capacidade de criar projetos gráficos e de identidade visual estão entre as competências fundamentais para que um profissional de Arquitetura e Urbanismo tenha sucesso na sua carreira. 

Por que fazer Arquitetura e Urbanismo? 

Como vimos, o curso de Arquitetura e Urbanismo é uma ótima opção para quem tem diferentes habilidades, como as ligadas ao desenho e à geometria. Isso porque a carreira requer conhecimentos em áreas distintas, mas que se complementam nos projetos arquitetônicos. 

Com o avanço da sociedade e da busca pelo bem-estar, a profissão é cada vez mais importante para conceber e planejar espaços que unam aspectos como beleza e funcionalidade. Confira alguns motivos para ingressar nessa área.

Possibilidade de carreira autônoma ou em empresas 

Quem faz o curso de Arquitetura e Urbanismo tem versatilidade para atuar profissionalmente. 

Um dos caminhos mais conhecidos é fazer carreira em um escritório especializado. Há diversas opções espalhadas pelo país. Empresas ligadas à construção civil e às engenharias também são boas alternativas. 

No entanto, o profissional pode optar por uma carreira autônoma e até empreender ao abrir o seu escritório de arquitetura. Assim, dá para ter mais flexibilidade, sendo o próprio chefe. Trabalhos como freelancer e prestação de consultoria estão entre as oportunidades. 

Isso sem falar em possibilidades como concurso público e avaliação de imóveis, nas quais vamos nos aprofundar mais à frente. 

>> Saiba como divulgar projetos de arquitetura com foco em revestimentos, aqui <<

Mercado imobiliário em alta gera empregos na área 

O mercado imobiliário está em alta e deve manter a tendência de crescimento. Isso representa uma boa oportunidade para quem faz o curso de Arquitetura e Urbanismo. 

O cenário é favorável, principalmente, se considerarmos que a alta ocorre em um momento de pandemia, em que muitos setores foram duramente afetados. 

Aliás, a crise sanitária foi um dos fatores que fizeram com que o mercado imobiliário disparasse. Afinal, ter uma casa própria dá certa segurança em tempos instáveis. 

Sem falar que, passando mais tempo em casa, começamos a valorizar muito esse espaço por meio de melhorias.

Expansão do mercado imobiliário no Brasil é oportunidade para arquitetos e urbanistas
Expansão do mercado imobiliário no Brasil é oportunidade para arquitetos e urbanistas (Foto: Portobello S.A.)

Mas, claro, a economia tem grande influência, já que a queda da taxa básica de juros (Selic) tornou o financiamento imobiliário mais acessível. 

E nem a retomada na alta dos juros e o aumento nos preços dos materiais de construção devem barrar o crescimento do mercado imobiliário. 

Atualmente, a projeção é que continue em alta e feche 2021 com incremento de 30% nos financiamentos. 

Se a atividade do profissional de Arquitetura e Urbanismo tem tudo a ver com a construção civil, o cenário é muito favorável para quem quer ingressar na carreira. 

Além da fase da obra, ainda dá para atuar na concepção de projetos, em reformas e na arquitetura de interiores, por exemplo. 

Concurso público também é atrativo para arquitetos 

Passar em um concurso público é o sonho de muitos brasileiros. Além de salários e benefícios atrativos, esse tipo de atuação tende a garantir estabilidade.

E, claro, também há concursos públicos para arquitetos e urbanistas. A atuação pode ser em nível federal, estadual ou municipal.

Isso sem falar na possibilidade de ingressar em alguma empresa pública que necessite de profissionais do ramo. 

Arquitetos e urbanistas podem ainda avaliar imóveis 

Sabe aquele tipo de profissão que dá várias possibilidades? Assim é o curso de Arquitetura e Urbanismo. Digamos que você vai fazer uma faculdade e sair com diferentes habilidades, que permitem trabalhar em diversos ramos. 

Além dos já citados, a avaliação de imóveis é outra competência desse profissional. A resolução 21/2012 do CAU/BR diz que o arquiteto e urbanista também pode fazer “vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer técnico, auditoria e arbitragem”. 

Avaliação de imóveis é oportunidade para profissionais da área
Avaliação de imóveis é oportunidade para profissionais da área (Projeto: Kleber Carvalho

E com o mercado imobiliário em alta, essa se mostra uma opção ainda mais interessante. Sem falar que você pode conciliar a atividade com um cargo público, um emprego de carteira assinada (CLT) ou outros tipos de atuação. 

Como escolher uma faculdade de Arquitetura e Urbanismo? 

É importante observar alguns aspectos antes de escolher uma instituição de ensino que ofereça o curso de Arquitetura e Urbanismo. O primeiro deles é se ela tem certificação do Ministério da Educação (MEC). 

Quando falamos de grandes universidades e faculdades, você nem vai precisar se preocupar com esse ponto, que é mandatório. Mas outros ainda podem fazer a diferença. Saiba mais a respeito em seguida.

Grade curricular 

Algumas instituições oferecem uma formação mais completa do que as outras. Então, é interessante conferir esse detalhe antes de se matricular. 

Estrutura física

Além disso, é legal fazer uma visita presencial ou entrar em contato com a faculdade para entender sua infraestrutura. 

Laboratórios, biblioteca, salas de desenho, ateliês e outros espaços ajudam muito na formação do profissional. 

Em alguns casos, já é possível ter prática profissional durante o curso de Arquitetura e Urbanismo, o que cria uma bagagem importante para o mercado de trabalho. 

Na hora de escolher um curso de Arquitetura e Urbanismo, avalie a estrutura da faculdade
Na hora de escolher um curso de Arquitetura e Urbanismo, avalie a estrutura da faculdade (Foto: Đăng Nguyễn

Orçamento 

Considere ainda o aspecto financeiro. O curso de Arquitetura e Urbanismo é oferecido tanto por instituições públicas quanto privadas. 

Na primeira opção, você não vai precisar pagar mensalidades, mas há custos envolvidos como materiais, transporte e até habitação, caso necessite mudar de cidade. 

Já nas faculdades particulares, você precisa considerar também se o valor da mensalidade cabe no orçamento. 

Isso é importante para que você não inicie o curso de Arquitetura e Urbanismo e depois precise trancar ou cancelar a matrícula por falta de recursos. 

Modalidade

O curso de Arquitetura e Urbanismo está disponível nos modelos presencial, semipresencial e a distância. Portanto, escolha o que você preferir, sempre conferindo o aval do MEC. 

O presencial é aquele mais tradicional. Nesse caso, aulas, atividades e avaliações vão requerer que o aluno esteja fisicamente na faculdade. 

No semipresencial, as disciplinas da grade curricular se dividem. Algumas acontecem presencialmente e outras a distância. Geralmente, as avaliações exigem a presença física. 

Já no ensino a distância tudo acontece online, sem a presença do estudante nos espaços físicos da universidade. 

No entanto, há uma polêmica em torno do ensino a distância nessa área profissional. É que o CAU/BR não recomenda essa modalidade. 

A justificativa é a manutenção da qualidade da formação. Afinal, o curso tem diversas atividades práticas, que podem não acontecer ou não ser tão boas quando realizadas a distância. 

Como é o curso de Arquitetura e Urbanismo e sua grade curricular? 

A escolha profissional é um dos momentos mais marcantes da vida das pessoas. Afinal, será preciso se dedicar a determinado assunto por vários anos.

Uma das formas de começar a busca pela carreira ideal é entender por quais disciplinas escolares você tem interesse. 

Isso porque ingressar em uma profissão com a qual você tem afinidade vai facilitar não só a sua formação, como também a rotina de trabalho.

Grande parte das pessoas se decide por uma área predominantemente de humanas ou de exatas, como Psicologia e Engenharia Química, respectivamente. Mas e que tal misturar os dois? 

Curso de Arquitetura e Urbanismo requer habilidades nas áreas de humanas e exatas
Curso de Arquitetura e Urbanismo requer habilidades nas áreas de humanas e exatas (Foto: Windows)

Existem profissões que conseguem unir aspectos dessas duas grandes áreas de conhecimento. Esse é o caso do curso de Arquitetura e Urbanismo. 

Ele envolve desenho, além de geometria e sociologia. E, claro, tem também a parte prática muito forte, para colocar a mão na massa. 

Não é à toa que essa é considerada uma formação de Ciências Sociais Aplicadas, segundo o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

Para exemplificar, trouxemos aqui as disciplinas da grade curricular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP). 

Isso porque ela está no ranking da QS World University como um dos melhores cursos de Arquitetura e Urbanismo do mundo e, portanto, é referência de qualidade no Brasil. 

Grade curricular obrigatória do curso de Arquitetura e Urbanismo 

1º semestre 

  • Fundamentos Sociais do Design 
  • Introdução à Arte e Arquitetura I 
  • Projeto Visual I — Identidade 
  • Linguagens Visuais 
  • Meios de Representação 
  • Geometria Projetiva 
  • Projeto de Produto I — Habitação 
  • Técnicas de Visualização e Representação 

2° semestre 

  • Materiais e Processos de Produção I 
  • Fundamentos de Computação I 
  • Projeto e Engenharia do Produto I 
  • História da Técnica e da Tecnologia 
  • Introdução À Arte e Arquitetura II 
  • Projeto de Produto II — Habitação 
  • Tipografia 
  • Projeto Visual II — Identidade 

3° semestre 

  • Fundamentos de Computação II 
  • Materiais e Processos de Produção II 
  • Modelos Tridimensionais 
  • Projeto de Produto III — Trabalho 
  • Projeto Visual III — Mídia Impressa 
  • História do Design I 
  • História das Artes e de Suas Técnicas 

4° semestre 

  • Ergonomia I 
  • Projeto e Engenharia do Produto II 
  • História do Design II 
  • Projeto Visual IV — Mídia Impressa 
  • Produção Gráfica 
  • Projeto de Produto IV — Trabalho 
  • Design da Publicidade 
  • Mercado e Consumo 

5° semestre 

  • História do Design III 
  • Projeto Visual V — Design em Movimento 
  • Projeto de Produto V — Transporte 
  • Usabilidade e Desempenho 
  • Introdução às Práticas Audiovisuais 
  • Economia e Gestão 
  • Ergonomia II 
  • Arquitetura, Espaço e Sociedade: teoria e crítica 
  • Computação Interativa 

6° semestre 

  • Materiais e Processos de Produção III 
  • Projeto e Engenharia do Produto IV 
  • Projeto e Engenharia do Produto III 
  • História do Design IV 
  • Projeto Visual VI — Interfaces Digitais 
  • Tecnologia da Cor em Design 
  • Projeto de Produto VI — Transporte 
  • Design de Embalagem 
  • Teorias das Mídias 

7° semestre 

  • Cultura Urbana na Contemporaneidade I 
  • Projeto de Arquitetura 
  • Projeto Visual VII — Ambiente/Edifício 
  • Projeto de Produto VII — Edifício 
  • Design, ambiente e sustentabilidade 
  • Teorias do Signo 
  • Materiais e Processos de Produção IV 

8° semestre 

  • Legislação, Normas e Ética Profissional 
  • Gestão de Projetos em Design 
  • Cultura Urbana na Contemporaneidade II 
  • Projeto Urbano 
  • Projeto Visual VIII — Ambiente/Cidade 
  • Textos Comunicacionais 

9° semestre 

  • Atividades Complementares 
  • Trabalho de Conclusão de Curso I 

10° semestre 

  • Trabalho de Conclusão de Curso II 

Disciplinas optativas do curso de Arquitetura e Urbanismo 

Além das disciplinas obrigatórias, curso de Arquitetura e Urbanismo tem matérias optativas
Além das disciplinas obrigatórias, curso de Arquitetura e Urbanismo tem matérias optativas (Foto: Sam Balye)

2º semestre 

  • Espaços Expositivos e Modelos Curatoriais: Debates do Século 21 

6º semestre 

  • A Função Poética da Linguagem da Arquitetura e do Design e a Cultura Brasileira 

7º semestre 

  • Tópicos de Design para Ambientes Digitais: Informação, Interface, Interação, Ação e Colaboração 
  • Experimentação como Procedimento de Projeto: Materialidades e Espacialidades 

9º semestre 

  • Aspectos Conceituais e Estéticos do Design de Interface 
  • Design, História e Projeto 
  • Design para o Mundo Real 
  • Metodologia de Projeto de Design 
  • Crítica do Design 
  • Processos de Criação e Design Visual 
  • Design de Tipos 
  • Design de Alcance Sociocultural 
  • Procedimentos e Problemas: as Relações entre os Projetos do Edifício e do Objeto na Arquitetura Moderna e Contemporânea 
  • Questões Históricas e Contemporâneas do Design 
  • Design Audiovisual: Animação e Artes do Vídeo 
  • Design de Brincadeiras e Brinquedos 
  • Teoria do Design 
  • Desenho Paramétrico e Fabricação Digital 
  • Tecnologia de Computação Gráfica 

O que fazer depois do curso de Arquitetura e Urbanismo?

MBA, mestrado, doutorado, cursos livres… Após a faculdade, é possível continuar a estudar para se aprofundar em uma área específica e se tornar especialista nesse assunto.

Além de obter mais conhecimento, você ainda tem a oportunidade de conhecer pessoas que estão no mercado de trabalho e fazer networking. 

Aqui vão algumas ideias de áreas nas quais você pode se especializar depois do curso de Arquitetura e Urbanismo:

  • arquitetura comercial: que ganha espaço com a tendência de coworkings e os rearranjos dos ambientes empresariais após a adoção do trabalho híbrido por parte de muitas companhias;
  • gestão de projetos: ideal para liderar equipes e atividades, garantindo que tudo saia como planejado;
  • paisagismo: para conceber espaços verdes, tanto em projetos particulares quanto públicos;
  • lighting design: que trabalha a composição da iluminação natural e artificial.  
Especializações, como em arquitetura comercial, ajudam na carreira profissional
Especializações, como em arquitetura comercial, ajudam na carreira profissional (Projeto: Portobello S.A.)

Como é o mercado de trabalho do arquiteto e urbanista? 

Como vimos, essa é uma área em crescimento, principalmente por causa da expansão do setor imobiliário. 

O arquiteto e urbanista pode trabalhar em diferentes setores, desde que tenha a formação e o registro adequados. 

Além disso, o ingresso no mercado e o sucesso na carreira estão ligados às experiências e aos projetos desenvolvidos, mesmo que ainda na fase da faculdade. 

Por exemplo, uma atuação muito comum é na construção civil, geralmente em conjunto com um engenheiro. 

Porém, há outras alternativas, como projetar e coordenar construções, além de reformar áreas externas ou internas. Isso sem falar em atuações como:  

Mercado de trabalho para arquitetos e urbanistas é cheio de possibilidades
Mercado de trabalho para arquitetos e urbanistas é cheio de possibilidades (Projeto: Jayme Bernardo e Glei Tomazy)

Qual é o salário de arquiteto e urbanista?

No Brasil, o salário médio desse profissional é de cerca de R$ 6 mil. Isso considerando um trabalho fixo, com dedicação de 40 horas semanais. O piso gira em torno de R$ 5,5 mil. 

No entanto, os ganhos podem passar dos R$ 13 mil, dependendo de fatores como formação, experiência, empresa e cidade. 

Além disso, há outras possibilidades de atuação que tendem a elevar os ganhos de arquitetos e urbanistas, como é o caso da prestação de serviços como freelancer nas horas vagas. 

Bom, agora você já tem todas as informações para entender se o curso de Arquitetura e Urbanismo é o melhor caminho. 

Em caso positivo, que tal se aprofundar para descobrir como é a carreira em arquitetura? Acompanhe a leitura aqui no blog!

Foto de capa: Curso de Arquitetura e Urbanismo é boa opção para quem quer unir conhecimentos de humanas e exatas (Projeto: Portobello S.A.)

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Emanuele says:

    Informação muito clara e objetiva, consegui sanar várias dúvidas que eu tinha a respeito do curso. Obrigada!

    • Portobello says:

      Olá, Emanuele!

      Ficamos felizes com o seu depoimento. Quem sabe se tornará uma futura arquiteta e urbanista?

      Ficamos na torcida!

      Grande abraço,
      Equipe Archtrends Portobello