Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Tendências

Coworkings: inspire seu projeto de interiores no visual da economia colaborativa

15/04/2019

Em busca de ideias para o ambiente de trabalho? Conheça 10 espaços que elevaram o termo “escritório” a um novo patamar.

Espaços colaborativos são, por definição, ambientes descontraídos e que facilitam a comunicação entre pessoas com interesses em comum. Essa afinidade resulta, quase sempre, em um projeto de interiores com grandes mesas compartilhadas e poucas — ou nenhuma! — divisórias.

No entanto, essa estrutura não precisa se traduzir em projetos sem graça, com pouco espaço para a criatividade. Conheça alguns coworkings ao redor do mundo com décor pouco convencional que podem inspirar os seus projetos!

10 coworkings para inspirar o seu projeto de interiores

1. Hubud, em Bali, na Indonésia

O primeiro coworking de Bali tem um projeto de interiores bastante alinhado com a arquitetura local, o que o deixa com um visual bem diferente do padrão dos espaços de trabalho colaborativos.

Coworking com estrutura em bambu e madeira reciclada (Foto: reprodução site Coconuts)

A estrela desse projeto é a estrutura interna, toda em bambu e madeira reciclada. Para que o ambiente não ficasse visualmente carregado, o escritório responsável pela obra optou por mobiliário simples em tons discretos, e deixou o colorido para as muitas almofadas espalhadas pelo local, que atendem quem prefere trabalhar longe dos mesões coletivos.

Entre uma atividade e outra, dá para relaxar aproveitando a privilegiada vista do local, que está situado em frente a um vulcão e um campo de arroz.

Mobiliário simples (Foto: reprodução Traveling Life Style)

2. The Box Jelly, em Honolulu, no Havaí

O projeto de interiores desse coworking, em Honolulu, mistura grandes sofás coloridos, de onde é possível trabalhar e relaxar, com as tradicionais mesas de trabalho de escritório.

As fotos e desenhos de profissionais que já passaram pelo local ajudam a quebrar a sobriedade do lugar, enquanto a tubulação aparente e a iluminação direta dão ao ambiente um ar industrial que agrada aqueles que estão em busca de um espaço casual para desenvolver seus projetos.

3. Fishburners, em Sidney, na Austrália

O maior coworking da Austrália é patrocinado por várias empresas de grande porte, como o Google, o que permite que o lugar ofereça mimos como café e cerveja à vontade, além de contar com um projeto de interiores bem caprichado.

Coworking com decoração casual (Foto: reprodução site We Do Logos)

Chama atenção, logo na entrada, a grande parede negra decorada com palavras relacionadas aos espaços de economia colaborativa, como colaboração, empoderamento e visão, além de frases motivacionais.

A tubulação aparente, pintada de amarelo, ajuda a deixar o ambiente mais moderno, bem como as cadeiras de design ovalado, que são utilizadas tanto por quem quer fazer uma pausa nas atividades diárias como para troca de ideias entre os coworkers.

4. Serendipity Labs, em Los Angeles, nos Estados Unidos

A Serendipity Las é uma rede de coworkings que conta com mais de 20 unidades no Estados Unidos. Chama atenção, no entanto, o projeto de interiores do espaço colaborativo de Los Angeles.

Coworking com tubulação aparente (Foto: reprodução site Liquid Space)

Situado em Hollywood, meca do cinema, o ambiente tem um projeto de interiores despojado, quase rústico, que contrasta com o glamour excessivo de outros empreendimentos locais.

O décor minimalista, no entanto, não se traduz em um espaço monótono ou desconfortável. Por todo o ambiente é possível encontrar pufes e poltronas confortáveis, onde os usuários desenvolvem projetos sozinhos, em grupo ou simplesmente acompanhados dos seus animais de estimação, já que o coworking é pet friendly.

5. Parisoma, em São Francisco, nos Estados Unidos

Mesas de pingue-pongue (Foto: reprodução site Hypeness)

O projeto de interiores desse coworking norte-americano mostra como a criatividade pode transformar elementos simples em um ambiente funcional, moderno e esteticamente agradável.

O grande diferencial do décor nesse coworking são as mesas de pingue-pongue que, durante o dia, são utilizadas como estações de trabalho e à noite são dobradas e guardadas com facilidade, para que o espaço seja utilizado para outras finalidades, como eventos.

Grandes bolas coloridas, utilizadas para as atividades de alongamento, dão ao ambiente um clima mais divertido e são perfeitas para manter o bem-estar dos coworkers entre uma reunião e outra. O andar de cima, mais formal, é reservado para trabalhos em equipe.

6. B4i, em São Paulo, no Brasil

O projeto de interiores desse coworking na capital paulista chama atenção pelo aproveitamento inteligente dos espaços e pelo grande grafite que recobre uma das paredes, dando bastante charme ao lugar.

Coworking com grafite na decoração (Foto: reprodução site Casa Abril)

LEIA AINDA: Aprenda a usar o grafite na decoração e montar um ambiente urbano

Também chamam atenção a fachada coberta de plantas e os murais coloridos, que transmitem a mensagem de modernidade que é a tônica do projeto. Além de espaços coletivos para o desenvolvimento de ideias, o B4i conta ainda com um estúdio fotográfico e uma área de eventos externa.

7. Mesh, em Oslo, na Noruega

O projeto de interiores do Mesh, na capital norueguesa, é tão bonito e aconchegante que o coworking mais parece um restaurante ou espaço de eventos do que um local para trabalhar e fazer negócios.

Coworking com fachada coberta de plantas (Foto: reprodução site Facebook Mesh Norway)

A grande estrela desse projeto é o jardim, onde grandes mesas de madeira clara e sofás confortáveis reúnem profissionais de todos os segmentos para desenvolver projetos e trocar ideias. Com 2.500 m², o espaço conta ainda com escritórios privados, restaurante e até um clube noturno.

Nas noites de verão, é comum que os coworkers se juntem na área ao ar livre localizada na cobertura para relaxar e tomar alguns drinks após o trabalho.

8. Orbe, em Recife, no Brasil

O projeto de interiores do Orbe privilegia a cultura e as tradições locais para criar um ambiente funcional e descontraído, que reúne nômades digitais do Brasil e do exterior em um espaço sem divisórias e com três varandas com ótima vista.

Coworking com redes na decoração (Foto: reprodução site Jornal do Commercio)

O taco original, os móveis simples, a cozinha com ladrilhos hidráulicos e as redes coloridas espalhadas ao longo do escritório ajudam a deixar o lugar com ares de casa, transmitindo a ideia de comunidade que é o mote desse tipo de iniciativa.

9. Esdip, em Berlim, na Alemanha

Instalado no espaço antes ocupado por uma antiga fábrica, o projeto de interiores do Esdip, em Berlim, se destaca pela criatividade no décor, que mistura elementos retrô com poltronas confortáveis de couro e grandes janelas de vidro.

Coworking com decoração irreverente e retrô (Foto: reprodução site Esdip Berlim)

O ambiente, projetado para atrair artistas, ilustradores, fotógrafos e outros criativos, também abriga uma galeria que exibe os trabalhos dos profissionais residentes e conta com uma programação intensa de workshops.

10. My office, no Rio de Janeiro, no Brasil

O que mais se destaca no projeto de interiores do My Office é a disposição criativa dos móveis, que cria ambientes para mesas individuais em mais de um nível. Janelões de vidro permitem a entrada da luz natural e dão aos profissionais a chance de relaxar observando um amplo jardim.

Mistura de espaços privados e abertos, esse ambiente colaborativo funciona 24 horas por dia e conta com áreas para reuniões, eventos e escritórios privativos.

Coworking com ambientes individuais (Foto: reprodução site My Office)

Olhando essas diferentes propostas para ambientes de trabalho ao redor do mundo, percebemos que é possível criar projetos de interiores para fins corporativos que sejam funcionais e, ao mesmo, confortáveis e criativos.

Agora que você já conhece a proposta de design de alguns dos coworkings mais bonitos do mundo, aproveite para saber quais são os livros de arquitetura que todo artista de projetos deveria conhecer e aumente seu arsenal de referências!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *