Arquitetura Arquitetura

Copenhagen – Design, arquitetura e infraestrutura. Conheça mais dessa maravilha europeia

Copenhagen é amplamente conhecida como uma das melhores cidades para se viver no mundo. A capital dinamarquesa é rica em ideias sustentáveis, o que incentiva o estilo de vida dos habitantes. Todos amam aproveitar o sol, mesmo nas baixas temperaturas do inverno. Por isso, boa parte dos restaurantes e cafés tem mesas no lado de(…)

Copenhagen é amplamente conhecida como uma das melhores cidades para se viver no mundo. A capital dinamarquesa é rica em ideias sustentáveis, o que incentiva o estilo de vida dos habitantes. Todos amam aproveitar o sol, mesmo nas baixas temperaturas do inverno. Por isso, boa parte dos restaurantes e cafés tem mesas no lado de fora e cestas com cobertores para os fregueses curtirem a vista e a natureza.

copenhagen

A cidade encanta pela organização. Pedestres, ciclistas e motoristas parecem fazer uma dança perfeita. Sinônimo de aconchego, Copenhagen aprecia os momentos a dois, com a família e amigos. Um hábito bastante comum da população local é fazer pequenas refeições no coração verde da cidade. Criado no século 17, o Kongens Have – Jardim do Rei – preserva o charmoso castelo Rosenborg e ainda pavilhões, lago e floreiras.

Arquitetura impressionante

O design dinamarquês é admirado por sua funcionalidade, praticidade e bom gosto. Ao mesmo tempo que a arquitetura guarda muita história, as novas edificações são arrojadas e despertam tendências inovadoras. É incrível notar o trabalho da arquitetura, moderna e contemporânea, que usa materiais como metal e tijolos. As fachadas são como cartões postais.

Os famosos bricks (tijolinhos em cerâmica) estão presentes em diferentes tonalidades combinados com detalhes em cores mais fortes. Eles valorizam o espírito “acolhedor”. É muito comum ter velas, abajures e plantas nas janelas, para manter o clima de aconchego.

copenhagen

O design é bastante valorizado pela população. A simplicidade nas linhas impressiona. Linhas retas e sóbrias. O estilo escandinavo prima pelo necessário. Há um famoso arquiteto, de apenas 43 anos, Bjarke Ingels, que defende a arquitetura hedonista. A construção sempre tem uma preocupação social.

A infraestrutura é pensada tendo como objetivo a felicidade das pessoas, sempre caminhando lado ao lado com a preservação do meio ambiente e levando em consideração o estilo de vida no projeto construído, de forma que eles encontrem ali aquilo que desejam.

O hedonismo é isso – aproveitar a vida, passear pela cidade de bicicleta, em vez de ficar preso em um congestionamento dentro de um automóvel.

Valorização da qualidade de vida

copenhagen

As obras mais recentes possuem uma regra para que o térreo tenha uma área de convivência, independentemente se é hospital, biblioteca ou edifício comercial. O ambiente aberto tem restaurantes, bancos e muito verde, para que a comunidade possa interagir e aproveitar aquele espaço.

Copenhagen é uma cidade qualificada, enquanto muitas administrações buscam ampliar o espaço físico, a capital dinamarquesa preza pela qualidade dos espaços.

A cidade vai melhorando. As áreas portuárias, por exemplo, são reformuladas e transformadas em áreas de convívio. Os moradores cultuam o pôr do sol. A arquitetura em geral é do mesmo tamanho com seis a sete pavimentos – salvo algumas exceções como hotéis.

Confira o primeiro post da série Copenhagen – Um dos lugares mais sustentáveis e felizes do mundo para se viver.

Destacamos 5 pontos turísticos incríveis

Ópera de Copenhagen, erguida na Ilha de Holmen;

Biblioteca Real da Dinamarca, fundada em 1648, além do futurista prédio Black Diamond, inaugurado em 1999. Há uma conexão ligando o prédio antigo da Biblioteca ao Black Diamond;

Localizada na área do porto, a Royal Danish Playhouse é uma casa de espetáculos de arquitetura contemporânea. Sua excelente acústica torna o lugar perfeito para apresentações teatrais;

O condomínio multiuso 8 House foi construído à beira do canal de Copenhagen. Sua arquitetura permite circular desde o nível térreo até a cobertura, de bicicleta ou a pé, por imensas rampas ajardinadas e ruas internas que acompanham os terraços dos apartamentos;

copenhagen

copenhagen

O Aquário Nacional da Dinamarca impressiona por dentro e por fora. No espaço você tem a impressão de estar debaixo d’água.

Museus e parques a céu aberto

Copenhagen apresenta também alguns museus gratuitos, como o Museu Nacional e a Galeria Nacional. Outra opção é o Tivoli Gardens. Este não é gratuito, mas é um dos mais antigos parques de diversões do mundo.

Os Pocket Parks também são ótimas sugestões de lazer a céu aberto em Copenhagen. Um parque e um conservatório são abrigados no Botanisk Have (Jardim Botânico), que tem uma estufa com plantas tropicais e desérticas incríveis!

copenhagen

Costumes e hábitos

É fato que, para os dinamarqueses, o ‘menos é mais’, até pela forte tendência em se locomover em duas rodas, seja para um passeio, seja de terno e gravata com destino ao trabalho, faça sol ou chuva.

Reunimos alguns costumes dessa população considerada a mais feliz do mundo

A água do porto é tão limpa quanto à água das praias, por isso é possível nadar nos canais tranquilamente;

Aproveite os espaços arborizados ao ar livre. Num país onde o sol se esconde mais cedo e faz muito frio, o sol é bastante requisitado;

Faça uma visita ao parque Tivoli e aproveite shows grátis no verão;

Os restaurantes costumam fechar antes da meia-noite, então, jante cedo;

E, claro, alugue uma bicicleta. São quase 400 km de ciclovia em meio à natureza, beirando o lago, que é totalmente segura.

copenhagen

Crianças frequentam jardins de infância florestais em Copenhagen

Crianças a partir dos 2 anos de idade são estimuladas a viver os desafios ao ar livre. Subir em árvores, manusear facas afiadas, ficar próximas a fogueiras, entre outras atividades nos chamados jardins de infância florestais, sempre supervisionadas por pedagogos.

O objetivo é estimular a imaginação e o contato com a natureza. O resultado é espetacular, crianças menos estressadas, com controle físico e com maior capacidade de reter informações.

Coletivo criativo

Com o objetivo de conhecer o modelo de crescimento ecológico, a arquitetura e o design que chamam a atenção pelo estilo nórdico e minimalista, uma equipe de profissionais da Portobello está em Copenhagen, Dinamarca. Um local cheio de tendências para se inspirar e soltar a criatividade.

O tour pela capital dinamarquesa conta com visitas aos pontos de toda a cidade que são mandatórios para qualquer visitante apaixonado por arquitetura e urbanismo.

Os destaques do ‘Coletivo Criativo’ para a equipe Portobello, são a visita ao C.F. Møller, um dos mais renomados escritórios de arquitetura de Copenhagen, e ao Museu de Design da Dinamarca, que é referência mundial de importância única.

copenhagen

Linhas Portobello inspiradas no design nórdico

Nord

Os nórdicos expressam o minimalismo tanto na arquitetura quanto no design, criando uma linguagem sem excessos, com muita personalidade e atemporal. A Linha Nord revisita o percurso essencial do minimalismo, do Oriente à Escandinávia, e apresenta uma nova superfície de concreto e um novo ladrilho com mini estampas gráficas.

copenhagen

O concreto foi interpretado em três cores, Ris, Cement e Kaffe, com um movimento no desenho que simula o efeito da luz nessa superfície. O resultado é pura elegância, para ambientes sem data marcada, atuais sempre.

copenhagen

Os grandes formatos 90×90 e 60×180 cm possibilitam maior continuidade e amplitude da superfície de Nord, além de contrapor com o formato hexagonal em 15×15 cm, que possibilita detalhes onde o concreto assume mais intensamente sua destonalização. Zen, no formato 60×60 cm, reproduz ladrilhos 20×20 cm em três cores e interpreta a minuciosidade e a precisão dos jardins japoneses – beleza e simplicidade essenciais.

Cottage

O conceito Cottage traz para a arquitetura das grandes cidades uma possibilidade de interpretar a atmosfera do campo na vida urbana. Madeira e pedra – Canelle e Pierre – pintadas de branco são as peças básicas dessa proposta muito sofisticada e nada pretensiosa, que possibilita usar essa cor com aconchego e expressividade. Cottage é chique e despojada.

copenhagen

copenhagen

Estas duas linhas são lançamentos da Coleção Portobello 2017, In & Out/Pura Matéria, que visa transformar os ambientes por meio de superfícies naturais, combinadas com design, beleza e funcionalidade.

Curtiu nosso post sobre Copenhagen? Ficaremos felizes em saber sua opinião então deixe seu comentário aqui ou nos nossos canais nas redes sociais.
Até a próxima!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *