Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Como a startup Decora projetou seu escritório com o uso de porcelanatos

26/04/2018

Com o rápido crescimento no mercado de tecnologia, o escritório Decora, localizado no Square Corporate SC 401, em Florianópolis, foi projetado especialmente para acompanhar esse ritmo. Conversamos com o CEO e cofundador da empresa, Gustavo do Valle, e com a arquiteta Ana Luiza Tomasi para conhecer os materiais escolhidos e entender como um ambiente agradável e bem pensado pode influenciar no dia a dia do time.

Em 2012, quando Gustavo do Valle fundou a startup catarinense Decora Content junto a seu sócio Paulo Orione, à época estudantes de faculdade, ele nunca imaginaria chegar tão longe. Com atividades de pequeno porte, voltadas aos varejistas do segmento de decoração, os dois desejavam aprender, divertir-se, sentir-se vivos e tornar suas vidas menos monótonas. De lá pra cá, muita coisa mudou e a empresa expandiu de uma mesa com poucas pessoas para um escritório com 120 colaboradores. 

Hall da Decora, com destaque para a divisória em cobogó, Linha Elemento, da Portobello. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Hall da Decora, com destaque para a divisória em cobogó, Linha Elemento, da Portobello. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

O espírito da Decora é jovem, dedicado, mas que também se diverte no processo de trabalho. E a atual proposta arquitetônica para um escritório moderno, descolado e que instiga a criatividade expressou, segundo Gustavo do Valle, exatamente esse clima empresarial. O estilo industrial utilizado no projeto, assinado por Ana Luiza Tomasi, foi ideal para a empresa, que foi conciliado a um espaço amplo, com tubulações aparentes, tijolo, metal e concreto, compondo um ambiente que dispensa paredes em prol da integração. O projeto foi concluído em apenas dois meses, iniciou em maio de 2017 e a obra foi finalizada em agosto de 2017.

“A reforma do escritório ficou muito funcional, tudo que uma empresa em expansão e constante crescimento precisa. Sem paredes para isolar os setores, os colaboradores ficam muito mais integrados e conseguem trabalhar melhor entre si. As tubulações aparentes facilitam a manutenção dos espaços e otimizam eventuais reparos, afinal, não podemos parar!”, enfatiza Valle.

Detalhe da parede da sala de reunião com tijolinhos da linha All Bricks WoodStok, da Portobello. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Detalhe da parede da sala de reunião com tijolinhos da linha All Bricks Woodstok, da Portobello. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Em relação aos revestimentos, a intensa pesquisa em inovação e design, a alta qualidade e durabilidade foram as principais razões que os levaram a optar pelos produtos da Portobello. “Os revestimentos escolhidos casam perfeitamente o clima organizacional e funcional que uma empresa do nosso porte exige, e o clima leve e descontraído que uma startup tem por essência. O piso de cimento queimado e o revestimento de tijolinhos são, na minha opinião, os maiores destaques do projeto. Além de práticos e modernos, instantaneamente eles caracterizam o estilo industrial, agregando autenticidade e beleza ao escritório”, completa.

Sala de reunião da Decora. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Sala de reunião da Decora. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

O ambiente de 420m² foi projetado para receber cerca de 100 arquitetos, designers e programadores de TI, numa concepção que uniu dinamicidade e rapidez. Segundo Ana Luiza, foram usados nas paredes os revestimentos da Portobello All Bricks Woodstok, no piso, a Linha Brasília, na bancada dos banheiros o Golden Calacata e Breton Gris e na bancada da copa, Corten 100×300, (ambas da Officina Portobello) e nos detalhes da entrada: Workshop Ash  e Cobogó Elemento, na cor concreto.

Apesar da sala não apresentar espaços fechados, a arquiteta utilizou elementos para delimitá-los. “Ao entrar no escritório, nos deparamos com o cobogó Elemento, da Portobello, para divisão dos espaços e também para enriquecer o bloqueio visual”, explica. Na sequência, a área dos sócios se integra a um lounge que se estende até a área da copa. Neste espaço, ocorrem confraternizações, pequenas reuniões e eventos da empresa. Este eixo cria, ainda, a divisão da sala, marca o eixo visual e integra os ambientes de trabalho”, detalha.

Estilo industrial também compõe ambiente da copa. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Estilo industrial também compõe ambiente da copa. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Até mesmo as salas de reunião não receberam barreiras visuais. Na principal, foi criada uma parede de vidro com perfis de alumínio preto e os iglus (pequenas salas de reunião e “call”) não apresentam portas. A vista da sala foi privilegiada com grandes “molduras de estar”, onde os funcionários podem trabalhar, descansar e apreciar a paisagem”, destaca.

No projeto, Ana Luiza ressalta a utilização de diferentes elementos para criar uma atmosfera jovem, criativa e estimulante ao trabalho, a exemplo da tijoleta Woodstok, que criou um ar aconchegante dentro do ambiente. O piso da Portobello, da Linha Brasilia, foi escolhido para funcionar como um “espelhamento” do teto de concreto aparente. O mobiliário também foi pensado no conceito de dinamicidade. Os pufes, por exemplo, se dispõem nas áreas de estar de acordo com a necessidade, mas sempre em movimento, e cada dia o lounge recebe um novo layout.  

Piso da Linha Brasília (Portobello) amplia espaço do escritório reformado em 2 meses. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Piso da Linha Brasília (Portobello) amplia espaço do escritório reformado em 2 meses. Foto: © Mariana Boro @acasaacom

Arquiteta Ana Luiza Tomasi (Foto: arquivo pessoal)

Arquiteta Ana Luiza Tomasi (Foto: arquivo pessoal)

Para a arquiteta, trabalhar o espaço do escritório sem paredes em curto prazo, foi o seu maior desafio. “Ao mesmo tempo que tínhamos 420m² livres, precisávamos criar ambientes para diretores, equipe de TI e equipe de designers. Conseguimos fazer isso através dos elementos e revestimentos da Portobello”, afirma.

Ana Luiza, (veja seu perfil no Archtrends Portobello), estudou arquitetura e urbanismo na Universidade Federal do Estado de Santa Catarina (UFSC). Em seus projetos, procura atender da melhor forma às necessidades de seus clientes, transmitindo identidade nos projetos, valorizando soluções arquitetônicas inovadoras e esteticamente diferenciadas. Além disso, a arquiteta é parceira da Portobello. “Gosto muito de acompanhar trabalhos fora do Brasil e percebo que a empresa sempre busca inovar nas tendências e acompanhar o mercado internacional. Sou especificadora justamente por isso, a marca consegue oferecer um produto diferenciado ao cliente”, conclui.

 

Sobre a Decora

A Decora é uma plataforma com soluções de visualização 3D e de realidade aumentada desenvolvida para empresas varejistas de decoração, móveis, material de construção e utensílios domésticos, com objetivo de auxiliar as vendas online nos Estados Unidos e na América Latina. Foi fundada em 2012, por Gustavo do Valle, CEO e cofundador da empresa, e Paulo Orione, ambos formados em Administração pela Universidade de Santa Catarina.

Equipe da Decora utilizando nova sala de reunião

Equipe da Decora utilizando nova sala de reunião

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *