Menu
Projetos e Obras
Busca
ambientes comerciais

Conteúdo Matérias

6 dicas para começar a projetar ambientes comerciais

30/10/2017

Neste post, uma seleção de dicas e imagens com ambientes e produtos sofisticados para se inspirar nos projetos de lojas, restaurantes, escritórios. Confira!

Há tempos os empresários vêm mudando o ponto de vista em relação a um bom projeto de arquitetura para seus empreendimentos. Além das estratégias de marketing e vendas, proprietários de lojas, restaurantes e escritórios perceberam que um ambiente bem estruturado e charmoso atrai o público e garante destaque entre os demais. A localização e a tecnologia oferecidas aos clientes são alguns pontos importantes que devem ser avaliados durante a construção ou reforma.

No post de hoje, nossa equipe de arquitetos e especificadores selecionaram as melhores dicas para orientar você a escolher o melhor projeto para o seu negócio. Confira a seguir.

Decoração é orientada pelo público

O alinhamento do projeto depende do briefing entre empresário e arquiteto. Conhecer a marca, as características dos produtos e o público-alvo é o pontapé inicial para o planejamento. A linguagem arquitetônica é orientada por meio dessa conversa. Numa loja infantil, por exemplo, o lúdico é peça-chave. A combinação de cores suaves e detalhes nos objetos são diferenciais que garantem charme e delicadeza na decoração.

Já pensando em uma loja voltada para o segmento de joias, o requinte das peças aliado às cores neutras, além de materiais mais sofisticados na composição dos ambientes, permite ao arquiteto criar um ambiente elegante e luxuoso.

A concepção arquitetônica é essencial para despertar o interesse do cliente.

Mobiliário Ruy Ohtake, da Officina Portobello

Estante Surf, de Ruy Ohtake, Officina Portobello (Foto: arquivo Portobello)

Escolha móveis e objetos de destaque

Mobiliário e acessórios com design diferenciado trazem praticidade e ainda bem-estar no espaço de trabalho. A série Ruy Ohtake encanta pela ousadia e beleza. Disponibilizada pela Officina Portobello, como uma proposta de alta costura em porcelanato, as peças são únicas e inovadoras.

Outra sugestão de porcelanato como matéria-prima do mobiliário é a série Arredo, oferecendo com maestria artesanal mesas de apoio e bancos.

Bancos da série Arredo - Officina Portobello

Bancos da série Arredo – Officina Portobello (Foto: arquivo Portobello)

Objetos de decoração fazem parte do portfólio da série Disegno, com detalhes e acabamento de alta costura.

Linha Disegno, da Officina Portobello

Linha Disegno, da Officina Portobello (Foto: arquivo Portobello)

Vitrine – comunicação visual é a atração principal

Você precisa definir como será a vitrine. Uma grande parte das pessoas entram na loja depois de avaliar a organização e a beleza do espaço. Mesmo que de forma inconsciente, o visual cria a simpatia ou a empatia pelo lugar. Os produtos devem estar distribuídos, organizados e iluminados de forma harmoniosa.

Iluminação – priorizar a entrada de luz natural

A iluminação faz parte de todo o projeto de arquitetura tanto para lojas quanto para restaurantes ou escritórios. O investimento na luz artificial deve ter a mesma atenção quanto a luz natural. Se for possível, você deve considerar a posição do sol para definir o posicionamento da vitrine, afinal, a incidência dos raios pode danificar a coloração e o desempenho dos produtos expostos.

As lâmpadas possuem diferentes temperaturas de cor. As brancas são indicadas para ambientes de trabalho porque são estimulantes. As amareladas e avermelhadas têm características aconchegantes.

Iluminação branca

Iluminação branca destaca revestimentos em parede e piso (Linhas Pietre e Mattoni e Broadway Cement. Foto: arquivo Portobello)

No mercado existem ainda aplicativos para controlar a intensidade da luz, o que permite a utilização de maneira sustentável e como consequência, a diminuição do consumo de energia elétrica.

Capriche na fachada – aproveite a estrutura pronta

A fachada é considerada a capa do livro. Se for atraente, o público vai se interessar para descobrir qual é a história. O mesmo vai acontecer com o seu negócio. Se a placa de boas-vindas for bem projetada, ela é o primeiro contato positivo com o cliente.

Linha Broadway Portobello

Linha Broadway Cement 45×90 em fachada (Foto: arquivo Portobello)

Muitas vezes, não é preciso fazer uma grande reforma. Basta aproveitar o layout da própria estrutura e incluir a sua ideia. Você pode incorporar o novo e equilibrá-lo com o antigo. Mas não exagere. Fique atento à poluição visual e, especialmente, à legislação.

Revestimento – priorize a resistência das peças

A arquitetura para lojas, restaurantes ou escritórios inclui também a escolha do revestimento. Cada ambiente deve ser estudado com bastante atenção, pois as placas têm características específicas quanto à resistência relacionada ao fluxo de pessoas. Existem os porcelanatos produzidos especialmente para comércio de alto tráfego, como shoppings e restaurantes.

Revestimento resistente

Linha Spessorato Basaltina Crema (Foto: arquivo Portobello)

Linha Spessorato é um lançamento especial. Inovador. Versátil. Porcelanato toda massa com 2cm de espessura que possibilita diversos usos: áreas urbanas e de alto tráfego, residencial e externa. Pode ser aplicado diretamente sobre grama, areia, brita, pelo método convencional e com estrutura de piso elevado.

Substitui a pedra natural com vantagens e técnicas sustentáveis: maior resistência mecânica, fácil de limpar, baixa manutenção, maior resistência a manchas e menor impacto ambiental. Disponibilizado em peças 60x60cm o modelo reproduz o granito e a Pietra Basaltina em duas tonalidades.

Se o ambiente não for de tráfego intenso e não tiver a passagem de carrinhos, como é o caso de supermercados, outros modelos de porcelanato podem ser incluídos na decoração.

Linha Broadway Lime Portobello

Linha Broadway Lime 60×120 (Foto: arquivo Portobello)

 

Linha Broadway, concreto em ritmo urbano. Uma linha versátil que veste o piso e a parede com a contemporaneidade do concreto. Possui acabamento natural, polido e externo que podem ser complementadas criando uma superfície única, com os formatos para parede também. Uma linha completa.

Linha Workshop em área gourmet

Linha Workshop em área gourmet (Foto: arquivo Portobello)

Linha Workshop, para projetos que visam combinar certa ousadia com muita elegância, essa madeira é ideal. E as surpresas continuam nas interações, com a luz do ambiente incidindo sobre as micro incisões no material, que reflete em diferentes intensidades conforme as variações cromáticas.

Se a ideia é ser dono do próprio negócio, procure orientação de um profissional especializado para ajudar a definir o melhor projeto de ambientação. Sucesso na certa!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *