Técnica

Passo a passo de como assentar o porcelanato

A instalação do piso, seja ele na parede ou no chão, é uma tarefa delicada, que exige cuidados especiais. E para que o resultado fique impecável, sem nenhum desnível ou peça quebrada, vamos te apresentar aqui o passo a passo de como assentar o porcelanato. São segredos simples, mas que fazem toda a diferença no(…)

A instalação do piso, seja ele na parede ou no chão, é uma tarefa delicada, que exige cuidados especiais. E para que o resultado fique impecável, sem nenhum desnível ou peça quebrada, vamos te apresentar aqui o passo a passo de como assentar o porcelanato.

São segredos simples, mas que fazem toda a diferença no projeto final. Você sabia, por exemplo, que as placas são produzidas conforme os ambientes em que serão instaladas? Se o produto foi criado para ficar exposto ao sol, precisa ser utilizada uma argamassa resistente e com rejunte especial?

Mas fique tranquilo. Selecionamos dicas essenciais para que você não tenha nenhuma surpresa depois de alguns meses, como peças desalinhadas ou que pareçam estar soltas.

Selecione o ambiente para o assentamento de porcelanato

A primeira orientação é definir se o porcelanato vai ser aplicado na área interna ou externa e, assim, escolher o tipo de argamassa. A superfície e as peças de porcelanato precisam estar extremamente limpas e secas, livres de qualquer resíduo que prejudique a aplicação da argamassa.

Quanto ao contra piso, ele deve estar curado ou pronto há pelo menos 14 dias. É fundamental conferir o caimento da água, especialmente em direção ao ralo. Nos banheiros, o ideal é que tenha uma diferença inferior de 1 cm.

Mito: O porcelanato não precisa ficar de molho em água nem estar umedecido para ser instalado.

Selecione os materiais corretos

É muito importante que você adquira todo o material antes de iniciar a obra. Além disso, procure manter uma quantidade extra de 5% para possíveis quebras e futuras reposições.

Lembre-se também de adquirir os revestimentos de uma só vez. Quando comprado em diferentes lotes, as cores podem destonar umas das outras. Por fim, procure guardar os produtos adquiridos em local fresco e arejado.

Atenção para os detalhes antes de iniciar o processo de aplicação

Antes de começar qualquer construção ou reforma, o ideal é conhecer bem o projeto de paginação. Procure definir isso com o azulejista para que não haja desperdício das peças. Algumas placas são finas e difíceis de manusear.

Para começar a instalação, verifique o ponto de início, o sentido correto é em direção à porta. Desta maneira, o instalador não vai pisar nas peças já colocadas. Caso isto aconteça, o risco de quebrar ou desalinhar uma placa é grande.

Se preferir, há a possibilidade de esconder as peças recortadas embaixo de uma estante ou sofá. E não esqueça de verificar os locais de água e energia. Você também deve checar se não há vazamentos, se a impermeabilização está em perfeito estado e se as caixas elétricas estão na posição correta.

Como preparar e aplicar a argamassa em porcelanato para ambientes internos

Misture o conteúdo da argamassa com a quantidade indicada (na embalagem) de água em um recipiente limpo e seco. Mexa até obter uma consistência firme e pastosa.

Deixe a massa descansar por 15 minutos e depois, misture novamente antes de usar. Fique atento para o tempo de uso do produto. A argamassa tem duração de 2 horas e 30 minutos em temperatura igual ou inferior a 20ºC.

Com o lado liso da desempenadeira espalhe a argamassa. Com o outro (denteado), passe formando cordões. Não esqueça de usar os espaçadores. Coloque o porcelanato e pressione com as mãos, batendo com o martelo de borracha até que a placa fique bem colada. Para placas acima de 30 x 30 cm, o correto é deixar uma espessura de 4 a 5 mm de argamassa.

Dica: Cada porcelanato tem uma dimensão exata para os dentes da desempenadeira. Verifique na embalagem do produto.

Tamanho das peças de porcelanato

Se as peças instaladas forem pequenas, com dimensões de até 5 cm o correto é rebocar a parede antes. Em porcelanatos maiores, acima de 50 cm, é aconselhável passar a argamassa também no tardoz (parte de trás da placa).

Liberação do tráfego

O tráfego de pessoas nos ambientes internos só deve acontecer depois de sete dias. Para o uso dos profissionais na obra, está liberado a passagem com cuidado, após 72 horas.

Como deve ser a limpeza após assentar o porcelanato

A superfície das peças deve ser limpa com esponja ou pano úmido. Essa limpeza precisa ser realizada até uma hora depois de assentado o revestimento. O acabamento final pode ser feito após 72 horas, com a aplicação do rejunte.

Veja nosso post sobre rejunte certo para cada piso para saber mais informações.

Avaliação final

Após todas essas dicas de como assentar o porcelanato, você já pode preparar o projeto e seguir em frente com a obra. Mas algumas orientações finais são necessárias para que o resultado arranque suspiros. Afinal, o porcelanato é um dos revestimentos mais requisitados exatamente pela beleza, praticidade e resistência. Além de ser um material que tem como característica principal, a baixa absorção de água.

Depois de aguardar o tempo de cura da argamassa, confira a aderência dando leves batidas em regiões de recortes ou próximos de tomadas. Observe também se existem peças fora do plano. É fácil, passe um cartão nas juntas e veja se está liso ou se ele enrosca.

Outra avaliação é quanto ao nivelamento das peças. No caso do porcelanato retificado, onde o rejunte deve ter no máximo 2 mm de distância entre um revestimento e outro, uma diferença de 1 mm já é percebida. Agora, se as placas possuírem um espaçamento maior, de 5 mm por exemplo, a diferença de 2 ou 3 mm não fica tão aparente.

Curtiu o nosso passo a passo? Para mais informações vá até uma de nossas lojas da Portobello Shop ou acesse o site da Portobello.

Até mais!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *