Menu
Projetos e Obras
Busca

Rejunte epóxi pode ser aplicado tanto em superfícies lisas quanto rugosas ou ásperas (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Técnica

Como aplicar rejunte epóxi em revestimentos

22/11/2021

Material é durável, fácil de limpar e tem bom acabamento. Conheça as vantagens e saiba como aplicar rejunte epóxi.

Além da beleza e do bom acabamento nos projetos, também é necessário pensar na praticidade e na durabilidade dos materiais escolhidos. Nesse sentido, aplicar rejunte epóxi em áreas como piscina e banheiro é uma ótima opção.

O rejunte serve para fechar os espaços que ficam entre os revestimentos. Assim, evita lascas e quebras nas quinas, além de infiltrações. Também ajuda na estética, pois nivela pequenas variações que possam existir entre uma cerâmica e outra.

No caso do rejunte epóxi, ele apresenta algumas vantagens com relação a outros materiais como acrílico e cimentício. O material deixa a superfície impermeável, o que faz com que a sujeira não grude. Também tem alta resistência, tanto química quanto mecânica, aumentando sua durabilidade. A seguir, confira outros benefícios e saiba como aplicar.

As vantagens do rejunte epóxi

O rejunte epóxi pode gerar dúvidas, principalmente quanto à aplicação, que veremos à frente. Antes disso, é importante saber que esse material pode ser usado em todos os ambientes internos ou externos.

No entanto, pelas suas características de durabilidade e resistência, tende a ser mais usado em áreas molhadas, como banheiras, piscinas, saunas, box de banheiro, cozinhas e varandas.

como aplicar rejunte epoxi
Aplicar rejunte epóxi pode ser a melhor solução para piscinas e banheiros, pois ele é impermeável (Projeto: Portobello S.A.)

Em todos os casos, estas são as principais vantagens do rejunte epóxi:

  • Aplicação em diferentes superfícies como revestimentos esmaltados, técnicos, com acabamento natural ou polido, e até mesmo em superfícies ásperas e rugosas;
  • Tempo de secagem menor em comparação a outros tipos de rejunte, como o cimentício;
  • Fácil de limpar no dia a dia por ter textura fina;
  • Maleável, assim como outros rejuntes, dando espaço para que a cerâmica se expanda quando houver variação de temperatura;
  • Impermeável e, portanto, evita o acúmulo de sujeira e fungos, além da formação de manchas;
  • Alta durabilidade para resistir tanto a produtos de limpeza quanto à ação mecânica durante a faxina;
  • Acabamento bastante liso e em diferentes tonalidades.

Como aplicar rejunte epóxi em 3 passos

Aplicar rejunte epóxi pode ser mesmo a melhor opção, principalmente quando se quer um material durável.

como aplicar o rejunte epoxi
Aplicação de rejunte epóxi requer alguns cuidados, como agilidade na limpeza (Projeto: Portobello S.A.

Mas antes de colocar a mão na massa, alguns pontos importantes que você precisa ter em mente são:

  • É preciso ter agilidade na aplicação, já que o rejunte epóxi seca mais rapidamente. Os excessos devem ser limpos rapidamente, pois a remoção fica mais difícil depois que secam;
  • Não adicione nenhum outro componente além dos que vêm na embalagem, pois isso pode comprometer a qualidade e a cor do rejunte;
  • O ideal é que os espaços variem de 1 mm a 5 mm, seja no piso ou na parede, em revestimentos que vão do porcelanato à cerâmica;
  • Para todas as etapas, o ideal é usar equipamentos de proteção individual (EPIs), como luvas e óculos;
  • Os componentes que vêm na embalagem do rejunte epóxi não podem ser fracionados.

Agora, vamos ao passo a passo para aplicar rejunte epóxi!

1. Preparação

O rejunte epóxi vem com três componentes separados: a resina, o endurecedor e o mineral em pó. O primeiro passo para a preparação é misturar os dois primeiros. Isso pode ser feito no próprio balde que costuma acompanhar o produto, como é o caso do Rejunte Epóxi Máximo da Portobello.

Abra as embalagens e coloque o conteúdo do endurecedor e da resina no balde, sem desperdiçar material. Use uma espátula de metal para mexer os produtos até que fiquem com aparência homogênea.

Em seguida, adicione a carga mineral em pó. Nesse caso, o ideal é ir colocando aos poucos e mexendo, para facilitar o processo. Você pode começar com metade do pacote e, depois que o produto estiver homogêneo, incluir o restante.

Certifique-se de que não ficou pó solto no pote e de que a consistência está homogênea, cremosa e firme.

2. Aplicação

Antes de iniciar a aplicação, temos uma dica para facilitar a limpeza posterior: passar um pano úmido sobre os revestimentos, retirando possíveis resíduos.

Já para a aplicação do rejunte epóxi em si, o ideal é usar uma espátula de plástico. Isso porque a ferramenta em metal pode danificar ou arranhar o revestimento.

Então, coloque na espátula uma quantidade mínima de rejunte, mas que seja suficiente para preencher o espaço entre um revestimento e outro. Assim, você evita o desperdício do material e ainda torna a limpeza mais fácil.

Coloque pressão quando for aplicar o rejunte epóxi para garantir que toda a área será preenchida. Fique de olho também à posição da espátula, que deve ser de aproximadamente 45 graus com relação ao revestimento.

O ideal é fazer a aplicação em pequenas áreas, pois haverá tempo de retornar para dar o acabamento antes da cura do rejunte. Sendo assim, o trabalho pode ser mais ágil quando feito por mais de uma pessoa.

3. Acabamento e limpeza

Se você investiu no rejunte epóxi da Portobello, saiba que a limpeza será mais fácil. É que o produto não tem solvente na formulação, então não seca tão rápido quanto outros rejuntes epóxi. Além disso, é solúvel em água, permitindo a remoção do excesso com mais facilidade, e em um intervalo maior, de aproximadamente 15 minutos.

Mas, de maneira geral, para fazer a limpeza, você vai precisar de um balde com água e de uma esponja que tenha alta densidade.

Depois de umedecer a esponja na água, passe sobre o revestimento que está com rejunte em sua superfície fazendo movimentos circulares. Não é necessário aplicar força.

Não inicie essa etapa antes de 5 minutos após a aplicação. Isso porque a massa do rejunte ainda pode estar mole, o que faz com que você retire mais do que o necessário, deixando o rejunte mais baixo que a superfície.

Ao longo do processo, você vai precisar limpar a esponja no balde, o que vai deixando a água suja. Sendo assim, é necessário repor o líquido para evitar que a esponja mais suje do que limpe o revestimento.

Caso seja necessário reforçar a limpeza, você pode passar um pano umedecido uma hora após a aplicação.

Quando finalizar a aplicação do rejunte epóxi e a limpeza, o ideal é aguardar 24 horas para liberar o tráfego leve no ambiente. Para o tráfego intenso ou para encher piscinas e banheiras, o ideal é esperar pelo menos 72 horas.

Agora que você já conhece as vantagens e sabe como aplicar rejunte epóxi, confira as nossas dicas para considerar esse material e não errar no orçamento da obra!

Imagem principal: Rejunte epóxi pode ser aplicado tanto em superfícies lisas quanto rugosas ou ásperas (Projeto: Portobello S.A.)

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *