Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Decoração estilo industrial: quando o rústico e o contemporâneo se encontram

28/06/2017

A decoração estilo industrial é indicada para as pessoas que gostam de um ambiente mais urbano e querem essa atmosfera em suas casas. Saiba mais! Atualizado em 11/02/2021

As características da decoração estilo industrial tendem a transmitir conceitos aparentemente mais rígidos e menos aconchegantes. Por isso, muitas vezes pode ser difícil encontrar o equilíbrio entre estética e elegância.

No entanto, vale a pena apostar nessa tendência para alcançar um visual chique e construir espaços charmosos e contemporâneos.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo, que tem o objetivo de responder as principais dúvidas sobre esse estilo. Assim, você poderá ter uma casa com aparência de indústria, mas sem deixar a sofisticação e o conforto de lado.

Acompanhe!

O que é a decoração estilo industrial e como ela surgiu?

No início, a decoração estilo industrial era bastante clichê, como o cenário visto no filme Tempos Modernos (Foto: Wallpaper Flare)

No início, a decoração estilo industrial era bastante clichê, como o cenário visto no filme Tempos Modernos (Foto: Wallpaper Flare)

Essa tendência urbana começou em meados do século XX. Por volta de 1950, a cidade de Nova York foi o palco para a expansão do estilo industrial, que surgiu com o aproveitamento das instalações de fábricas, galpões e garagens.

A estrutura das construções era bruta, isto é, sem revestimentos e com as instalações elétricas e hidráulicas aparentes, contrastando com o visual protegido e aconchegante do interior das estruturas residenciais e comerciais mais tradicionais.

A proposta era, justamente, empregar tais espaços em uma nova modalidade de moradia: os lofts. Essas estruturas amplas permitem espaços integrados e com ar moderno, ou seja, fora do padrão.

É interessante observar que o estilo industrial surgiu pela necessidade de serem criadas mais moradias para a população pobre de Nova York, entre as décadas de 1950 e 1970.

De tal maneira, galpões abandonados de indústrias começaram a ser ocupados pelas famílias mais carentes e transformados em moradia. Com o passar dos anos, essas casas com peças rústicas e ausência de revestimentos nas paredes começaram a ganhar outros adeptos.

Então, o que até então era visto como um estilo de moradia marginalizado passou a ser encarado como algo chique e elegante. Peças de alto design, bem como tecidos criados exclusivamente para uso em projetos com esse tipo de decoração, começaram a ser produzidos.

O resultado foi a popularização do uso de elementos da indústria, no início com uma decoração bem clichê, trazendo itens como engrenagens e peças, exatamente como se observa em produções cinematográficas como Tempos Modernos, estrelada por Charlie Chaplin em 1936.

Quais são as principais características da decoração estilo industrial?

Inúmeras releituras podem ser feitas em uma decoração estilo industrial (Projeto: Marcelo Alexandre Minuscoli)

Inúmeras releituras podem ser feitas em uma decoração estilo industrial (Projeto: Marcelo Alexandre Minuscoli)

O estilo pode ser reproduzido de várias maneiras, permitindo inúmeras releituras e sendo adotado em todos os ambientes de uma residência, por exemplo. Sem contar as aplicações em edifícios comerciais e escritórios.

O industrial transita entre o estilo neoclássico (com o uso de tecidos e modelos de móveis tradicionais), as mobílias mais rústicas (inspiradas no country e próprias das indústrias norte-americanas) e os elementos modernos (coloridos e metalizados em desenhos geométricos e arrojados, trazidos do cotidiano urbano).

Em termos gerais, podemos destacar a exploração de plantas livres e a criação de espaços totalmente integrados, além da aplicação de revestimentos tradicionais e rústicos, como tijolos, concreto e acabamentos naturais.

Também fazem sucesso as tubulações aparentes, citadas anteriormente, em combinação com o piso em concreto, madeira ou cimento queimado. Mantendo a estética industrial, janelas e portas permanecem grandes e amplas, feitas de materiais como ferro, madeira e vidro, valorizando a luz natural e a iluminação do espaço.

A decoração fica por conta da promoção de um ar vintage, com móveis em madeira e metal, além de elementos utilizados nas fábricas, como luminárias pendentes, luzes em trilhos, estantes de aço, baús, barris, cordas e caixotes ou pallets.

Como criar uma decoração estilo industrial?

A estética diferenciada pode se tornar um desafio quando consideramos a elaboração de espaços práticos e elegantes. Confira algumas dicas para alcançar a harmonia entre o estilo, a beleza e a funcionalidade do espaço a seguir.

Alie o minimalismo ao estilo industrial

Na decoração estilo industrial, menos é mais, de modo que poucos objetos são utilizados (Projeto: Aracus Arquitetura e Interiores)

Na decoração estilo industrial, menos é mais, de modo que poucos objetos são utilizados (Projeto: Aracus Arquitetura e Interiores)

O minimalismo é reconhecido mundialmente como um estilo clean, que promove a redução dos artigos de decoração e a valorização dos detalhes, guiando também o design simplificado de algumas peças.

Aliando os princípios da arquitetura minimalista e as características industriais, invista em poucos móveis do estilo, selecionando aqueles que realmente fazem a diferença e garantem o charme.

Com o lema “menos é mais”, o ambiente não fica carregado com muitas informações, apresentando suavidade e sofisticação. Não se esqueça de valorizar móveis funcionais e versáteis.

Faça composições high-low

Derivada do mundo da moda, a decoração high-low mistura e equilibra artigos de alto valor agregado com itens comuns e acessíveis, muitas vezes antigos ou garimpados.

Essa contraposição pode ser utilizada para garantir a sofisticação em ambientes industriais. Isso é, a harmonização entre as peças industriais e os elementos mais rebuscados e finos adapta o estilo à decoração cotidiana e elaborada.

Os ambientes que apostam no charme do contraste também aproveitam peças que combinariam melhor em outros contextos, mas que se tornam notáveis quando misturadas. Esse efeito é criado com a oposição dos itens decorativos e a aparência crua do espaço.

Mas é preciso ter cuidado para assegurar que as peças conversem entre si e para não exagerar na quantidade de itens.

Trabalhe com materiais variados

Móveis de madeira e ferro dão um toque especial à decoração estilo industrial (Projeto: Taliana Cabrera)

Móveis de madeira e ferro dão um toque especial à decoração estilo industrial (Projeto: Taliana Cabrera)

Seguindo a variedade do high-low, a aplicação de diferentes materiais pode garantir um toque a mais de sofisticação e bom gosto.

Entre os materiais mais utilizados no estilo, se destacam tecidos como a sarja e o couro, que apresentam estruturas mais sólidas e resistentes. Os móveis, em geral, são de ferro e madeira, mas, para variar, podem ser de aço corten e inox. Eles também apresentam características mais despojadas, ou seja, superfícies desgastadas e antigas.

Você pode acrescentar uma variedade de materiais — como tipos de vidro, amadeirados, tecidos de pelos sintéticos, plástico, cortiça e cobre —, a fim de ampliar as sensações e personalizar o espaço.

Para aproveitar bem os materiais, o legal é investir em alguns móveis com desenhos diferenciados e arrojados, fugindo dos modelos mais simples.

Outra dica é construir o espaço com móveis que não tragam um aspecto muito pesado. Os mais indicados têm design reto, com traços geométricos ou formatos clássicos.

Invista nos revestimentos para piso

Piso Silos faz uma releitura do estilo industrial, inspirando-se na fundação Armani Silos em Milão, concebida a partir de um armazém de alimentos da década de 50 e que faz do concreto bruto a sua essência (Projeto: Portobello S.A.)

Piso Silos faz uma releitura do estilo industrial, inspirando-se na fundação Armani Silos em Milão, concebida a partir de um armazém de alimentos da década de 50 e que faz do concreto bruto a sua essência (Projeto: Portobello S.A.)

Sozinha, a decoração pode não cumprir o papel de transformar o ambiente; por isso, a escolha dos revestimentos tem protagonismo na composição do espaço.

O estilo industrial exige pisos com visual mais simples e inacabado. Para garantir conforto, o mercado oferece diversos materiais que reproduzem as características visuais comuns da alvenaria, como cimento e tijolos, e que ainda oferecem maior durabilidade e segurança.

Os pisos dos ambientes fabris tendem a ser de cimento queimado ou madeira. Esses dois materiais são facilmente reproduzidos em peças de porcelanato.

O porcelanato amadeirado, inclusive, pode reproduzir uma infinidade de espécies naturais de madeira em formatos de tábuas ou em peças quadradas, e é vantajoso por ser muito mais durável e apresentar alto desempenho.

Para os porcelanatos que reproduzem concreto e cimento queimado, aposte em linhas e peças que façam uma releitura do estilo aplicado nos anos 1960. Por exemplo, de forma mais natural e moderna, com nuances e relevos suaves e, ao mesmo tempo, característicos dos materiais que simulam.

O porcelanato é tão versátil que também pode reproduzir pedras nobres e materiais metálicos, além da possibilidade de ser aplicado em paredes, áreas externas e bancadas, sempre de acordo com as indicações do fabricante.

Dê destaque para as paredes

Tão importantes quanto o piso, as paredes com revestimentos podem mudar o ambiente e fazer a diferença.

Apesar de o estilo industrial pedir materiais com aspecto inacabado, as paredes, assim como os pisos, podem aparecer de diferentes maneiras e garantir a beleza fabril.

Além disso, é possível aplicar revestimentos como tijolos e pastilhas em formatos de blocos ou mesmo não revestir, aproveitando a própria estrutura da construção.

As paredes são espaços para expor obras de arte, peças de decoração e luminárias, que também reforçam o estilo e podem conferir mais elegância. Capriche nesse aspecto!

Os revestimentos podem ser aplicados nas paredes para dar um ar industrial (Foto: Ana Luiza Tomasi)

Os revestimentos podem ser aplicados nas paredes para dar um ar industrial (Foto: Ana Luiza Tomasi)

Aposte nas cores para harmonizar o ambiente

A paleta de cores do estilo industrial conta com colorações e tons neutros. Os mais comuns são branco, cinza, marrom, preto, gelo e bege.

Todas essas cores combinam entre si e transmitem a elegância e sobriedade desejadas. Entretanto, podem deixar o ambiente um pouco sem vida.

Portanto, complete o espaço com cores vivas — que podem ser pontos de luz —, a fim de conferir personalidade.

Trabalhe bem com a iluminação

Quando se desenvolve um projeto de decoração estilo industrial, algo que não pode deixar de ser planejado é a iluminação. Como geralmente as paredes são mais escuras, iluminar bem o local é essencial, para que ele tenha vida e as atividades possam ser realizadas com conforto.

As lâmpadas podem ser colocadas em luminárias pendentes, um item que é muito utilizado nas linhas de produção das indústrias. Elas podem ser feitas de cobre ou ferro, para dar um ar ainda mais rústico e combinar com o restante da decoração.

Também é uma boa ideia deixar alguns fios aparentes, tomando todo o cuidado necessário e seguindo as indicações de um eletricista de confiança. A fiação dá um ar bem urbano ao projeto e pode ser um detalhe a mais para deixar o ambiente com a cara de uma indústria.

Ainda falando sobre a iluminação, deve-se apostar muito na luz natural, que vem da rua. Para isso, as janelas são importantes no projeto e devem ser sempre grandes, geralmente com estruturas de ferro, para combinar com o restante.

As portas também podem ser de vidro, para que ainda mais luz natural entre no ambiente e deixe tudo muito bem iluminado.

As luminárias penduradas dão um charme especial à decoração estilo industrial (Projeto: Revisite. me)

As luminárias penduradas dão um charme especial à decoração estilo industrial (Projeto: Revisite. me)

Esconda os fios com calhas e conduítes

Nas áreas em que você não quer deixar a fiação aparente ou quando isso não é possível por uma questão de segurança, uma boa ideia é apostar nas calhas e conduítes.

Podem ser feitos desenhos com esses materiais, para que eles escondam os fios com elegância e modernidade. Tudo de forma muito prática e rápida.

Divida os ambientes utilizando os próprios móveis

Como explicamos anteriormente, o surgimento da decoração estilo industrial se deu quando a população pobre novaiorquina começou a ocupar antigos galpões de indústrias como moradia. Esses espaços tinham como característica não serem divididos.

É por isso que as casas e os apartamentos com decoração estilo industrial não costumam ter muitas paredes e divisórias. Os espaços são bem amplos e as divisões de cômodos são feitas com os próprios móveis.

Um sofá, por exemplo, pode servir como divisor entre uma sala de estar e uma sala de jantar. Mas é preciso usar a criatividade para que a divisão de ambientes seja bonita e funcional.

Reaproveite móveis antigos

A decoração estilo industrial é rústica por natureza. Por isso, reaproveitar móveis antigos é possível e desejável. Se você tem uma mesa ou um armário que era dos seus pais ou avós e está em desuso, por exemplo, pode alocar nesses ambientes.

Existem empresas especialistas em restauração de móveis antigos, que podem dar uma repaginada nas suas relíquias de família. Caso não tenha itens desse tipo para utilizar, você também pode encontrar boas opções em lojas de usados.

Quais são os principais produtos da Portobello que podem ser utilizados para decoração estilo industrial?

A Portobello conta com diversos modelos de porcelanato ideais para a decoração estilo industrial (Projeto: Portobello S.A.)

A Portobello conta com diversos modelos de porcelanato ideais para a decoração estilo industrial (Projeto: Portobello S.A.)

Acompanhando as principais tendências do setor, a Portobello oferece produtos para a decoração estilo industrial. Entre as nossas linhas de revestimentos, a que mais se encaixa nesse tipo de projeto é a Cement Block.

Porcelanatos da linha Cement Block para decoração estilo industrial

A linha Cement Block é uma reinterpretação do conceito de Color Block. Cores plenas em superfície de cimento em porcelanato, nuances cromáticas e fragmentos de agregados criam a sua identidade.

Com mais sutileza e suavidade, essa nova matéria traz a versatilidade do cimento e o ar refrescante dos tons pastel para os pisos e as paredes de todos os cômodos da casa.

O formato democrático 80×80 cm reforça a personalidade curinga de Cement Block.

Veja, a seguir, alguns exemplos de porcelanatos da linha Cement Block que podem ser utilizados nos seus projetos de decoração estilo industrial.

Cement Block Ardesia

Porcelanato com relevo é uma opção adequada para decorar no estilo industrial (Projeto: Portobello S.A)

Porcelanato com relevo é uma opção adequada para decorar no estilo industrial (Projeto: Portobello S.A)

O Ardesia é um porcelanato com relevo que forma linhas, dando um ar rústico e, ao mesmo tempo, sofisticado para os ambientes.

Na imagem acima, você pode ver um exemplo de cômodo decorado no estilo industrial, que utiliza o revestimento Ardesia nas paredes.

A composição com caixas de madeira e outros objetos rústicos ajuda a dar um caráter industrial.

Cement Block Foggy

O Cement Block Foggy reproduz o cimento e pode ser aplicado em decoração estilo industrial (Projeto: L&A Arquitetura)

O Cement Block Foggy reproduz o cimento e pode ser aplicado em decoração estilo industrial (Projeto: L&A Arquitetura)

Com sua superfície natural, o Foggy é um porcelanato da linha Cement Block que funciona muito bem para a aplicação no piso ou nas paredes de ambientes com inspiração no estilo industrial.

O porcelanato reproduz cimento e dá a sensação de que os ambientes não foram revestidos, assim como os antigos galpões de Nova York.

Cement Block Grey

O Cement Block Grey também pode ser aplicado para o desenvolvimento de projetos com estilo industrial.

Como o próprio nome sugere, ele tem uma tonalidade cinza, que reproduz fielmente o cimento aplicado na parede.

Cement Block Smoke

O contraste de cores claras e escuras dá um toque especial à decoração estilo industrial (Projeto: Portobello S.A.)

O contraste de cores claras e escuras dá um toque especial à decoração estilo industrial (Projeto: Portobello S.A.)

O Cement Block Smoke tem uma tonalidade escura que lembra a cor da fumaça. Ele é ideal para uso no piso, justamente por ser mais escuro.

Veja, na imagem acima, o Cement Block Smoke aplicado no piso de um home office com inspirações no estilo industrial. A cor escura contrasta com as tonalidades claras das paredes, criando um ambiente único.

Cement Block White

Quando a aplicação nas paredes for de um revestimento mais escuro, o ideal é que o piso tenha uma coloração mais clara. O Cement Block White é ideal para criar esse contraste.

Outros revestimentos Portobello que combinam com o estilo industrial

Além da linha Cement Block, outros revestimentos da Portobello podem ser explorados na decoração estilo industrial. Confira os principais a seguir.

Steel Blue

As paredes mais escuras lembram muito os galpões de indústrias (Projeto: Aracus Arquitetura e Interiores)

As paredes mais escuras lembram muito os galpões de indústrias (Projeto: Aracus Arquitetura e Interiores)

O porcelanato Steel Blue tem uma tonalidade cinza escura puxada para o azul. A peça é ideal para compor ambientes com estilo industrial.

Observe, na foto acima, o porcelanato Steel Blue aplicado em um banheiro. As paredes ficaram com uma cara de indústria, impressão que é complementada com as tubulações aparentes e outros objetos.

Woodstock Blend

 Usar porcelanato que reproduz tijolo em paredes é uma boa prática na decoração estilo industrial (Projeto: Ana Luiza Tomasi)

Usar porcelanato que reproduz tijolo em paredes é uma boa prática na decoração estilo industrial (Projeto: Ana Luiza Tomasi)

Os porcelanatos que reproduzem tijolos também são ideais para projetos de decoração industrial, tendo em vista que ter os blocos à mostra é uma tendência nesse segmento.

O Woodstock Blend é um exemplo que pode ser utilizado. Veja, na imagem acima, a parede de uma sala de jantar que utiliza esse porcelanato como revestimento.

Vivienne Brick

As paredes revestidas com reprodução de tijolo podem ser muito bem trabalhadas em escritórios (Projeto: Revisite.me)

As paredes revestidas com reprodução de tijolo podem ser muito bem trabalhadas em escritórios (Projeto: Revisite.me)

Seguindo com exemplos de porcelanatos que reproduzem tijolos, outra opção a ser escolhida é o Vivienne Brick, que tem uma tonalidade um pouco mais escura em algumas partes e clara em outras.

Essa foi a opção escolhida para fazer a decoração do escritório de uma empresa, que pode ser visto na imagem acima.

Concretissyma Matiz Grigio

A reprodução de concreto cai bem em projetos com decoração estilo industrial (Projeto: Isabella Rebello)

A reprodução de concreto cai bem em projetos com decoração estilo industrial (Projeto: Isabella Rebello)

A reprodução do concreto também cai muito bem na decoração com estilo industrial. Inclusive, podem ser feitas mesclas, com algumas paredes tendo porcelanato que reproduz cimento e outras tijolo.

É o que acontece no escritório da foto acima. O teto é revestido com o porcelanato Concretissyma Matiz Grigio, que reproduz concreto. Já as paredes têm um revestimento com reprodução de tijolo, o Tom Brick.

Liverpool White

O branco também pode ser aplicado no estilo industrial (Projeto: Felipe Torelli)

O branco também pode ser aplicado no estilo industrial (Projeto: Felipe Torelli)

Nem sempre um ambiente com estilo industrial precisa ser escuro. Veja o exemplo da foto acima, que traz uma cozinha com elementos da decoração de indústrias, mas com as paredes brancas.

O trabalho foi feito com o revestimento Liverpool Branco, que reproduz subway tiles ou azulejos de metrô. Para contrastar, o piso foi revestido com o Concretissyma Matiz Grigio.

Viu como o estilo industrial pode ser chique e elegante? Na Portobello Shop, você encontra diversos materiais e artigos que podem ser úteis para deixar a sua casa com uma aparência rústica, mas conversando com as tendências contemporâneas.

A decoração estilo industrial pode ser aplicada em casas ou apartamentos, próprios os alugados; basta ser criativo!

Por falar nisso, leia agora o nosso artigo que fala sobre como decorar apartamento alugado, trazendo um toque de personalidade ao ambiente.

Foto de destaque: A decoração estilo industrial pode ser usada em casas, apartamentos e empresas (Projeto: Roberta Barnett Zaghe)

6 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *