Menu
Projetos e Obras
Busca
Christo e Jeanne-Claude

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Uma retrospectiva dos trabalhos de Christo e Jeanne-Claude

29/07/2020

Preparamos uma retrospectiva dos trabalhos mais icônicos de Christo e Jeanne-Claude, o visionário casal de artistas que deixou um grande legado para a humanidade e usou o mundo como atelier. Vem conferir todos os detalhes!

Christo e Jeanne Claude nasceram no mesmo dia do ano de 1935, ele em Gabrovro, na Bulgária, ela em Casablanca, no Marrocos. Vinte e um anos depois, seus caminhos se cruzaram em Paris e nunca mais se separaram.

Eles viraram então simplesmente, Christo e Jeanne-Claude, unidos em uma combinação de arte e amor, começaram a conceber projetos visionários juntos, sonhando em atravessar o mundo inteiro, marcando-o com uma linguagem artística completamente nova e fazendo dele um atelier cheio de criatividade.

Com o falecimento de Christo em maio de 2020, resolvemos trazer para vocês alguns dos trabalhos e instalações artísticas destes grandes artistas da atualidade.

Floating Piers, uma das obras mais famosas de Christo (Fonte: Harald Bischoff)

Floating Piers, uma das obras mais famosas de Christo (Fonte: Harald Bischoff)

Em 1995, com certeza uma das instalações mais emblemáticas, o Reichstag, de Berlim foi embrulhado com um tecido, juntamente com toda a carga política e simbólica que a estrutura carregava.

Reichstag de Berlim (Fonte: Oscar Wagenmans)

Reichstag de Berlim (Fonte: Oscar Wagenmans)

O trabalho foi executado por 90 alpinistas profissionais e 120 trabalhadores. O Reichstag permaneceu embrulhado por 14 dias e todos os materiais foram reciclados quando a intervenção chegou ao fim. Foram utilizados 100.000 metros quadrados de tecido prateado de polipropileno que cobriram as fachadas, as torres e o telhado, com 70 painéis feitos sob medida, destacando as características e proporções da estrutura imponente.

Reichstag de Berlim (Fonte: Panoramio)

Reichstag de Berlim (Fonte: Panoramio)

Durante os dias 18 de junho e 3 de julho de 2016, o lago Iseo da Itália foi reinventado. Foram 100.000 metros quadrados de tecido amarelo cintilante, com uma base modular flutuante de 220.000 cubos de polietileno com alta densidade. O píer flutuante permitiu com que os visitantes experimentassem a arte caminhando sobre ela.

Intervenção no lago Iseo, na Itália (Fonte: Marcio De Assis)

Intervenção no lago Iseo, na Itália (Fonte: Marcio De Assis)

As “Ilhas cercadas” foram uma instalação de polipropileno realizada em 1983, mas que exigiu três anos de trabalho. As enormes folhas fúcsia cercaram as ilhas da Baía de Biscayne, em frente a cidade de Miami. O objetivo da instalação era usar a paisagem como se fosse uma tela enorme: a referência mais direta de Christo e Jeanne-Claude são os Nenúfares de Monet. A cor escolhida simboliza a natureza, os flamingos da Flórida e o pôr do sol sobre o mar.

The story behind christo and jeanne-claude’s surrounded islands in miami at PAMM from designboom on Vimeo.

Já em Nova Iorque, o projeto situado no Central Parque no ano de 2005, contava com 7.503 painéis de tecido, que poderiam ser vistos até mesmo de longe, através dos galhos secos das árvores que formavam a paisagem invernal na cidade.

The Gates no Central Park (Fonte:   joiseyshowaa)

The Gates no Central Park (Fonte:  joiseyshowaa)

Para quem atravessou a obra chamada The Gates, o tecido com cor alaranjada era como um teto dourado, criando sombras quentes. Quando vistos dos prédios ao redor do Central Park, The Gates parecia um rio dourado aparecendo e desaparecendo entre os galhos nus das árvores e destacando a forma dos caminhos sinuosos.

The gates no Central Park (Fonte: Morris Pearl)

The gates no Central Park (Fonte: Morris Pearl)

Todos os projetos foram inteiramente financiados pelos artistas, através da venda de desenhos preparatórios, colagens e obras iniciais. Os artistas não aceitavam patrocínios de nenhum tipo e todos os materiais eram reciclados após o fim das intervenções.

Gostaram dos trabalhos? O casal de artistas desbravou o mundo com obras de grande escala e intervenções que ficarão para sempre em nossas memórias. Quem teve a oportunidade de apreciar de perto algumas dessas obras citadas acima, com certeza vivenciou uma experiência ino

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *