Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

8 inspirações de casas coloniais para aplicar em seus projetos

24/09/2018

Você conhece a arquitetura colonial? Neste post, vamos abordar suas características e dar ótimas sugestões de como aplicar essa inspiração nos seus projetos!

Na arquitetura brasileira, podemos encontrar diversos estilos de acordo com a época e com o local de onde vieram. Essa mistura de culturas é a base de formação do país e de sua cultura.

As casas coloniais são exemplos dessa influência, remetendo ao nosso processo de colonização, que vai de 1500 a 1830, tanto no interior quanto nos centros urbanos.

As casas costumavam ter de um a três pavimentos, varanda, colunas, beirais e telhas de barro numa cobertura de várias águas para auxiliar no escoamento.

As paredes eram feitas de taipa de pilão, adobe ou pau a pique. Já nas casas mais ricas, eram de pedra e barro ou tijolos.

Casas coloniais remetem ao nosso processo de colonização, que vai de 1500 a 1830, tanto no interior quanto nos centros urbanos

Neste post, preparamos um material de inspiração baseado nas casas coloniais, mostrando como utilizar os elementos dessa época nos projetos atuais. Confira!

Principais características do estilo colonial

Veja a seguir algumas particularidades da arquitetura colonial para se inspirar.

Colunas

As colunas possibilitavam a sustentação do telhado, criando uma varanda no térreo em frente à casa, ou sustentando a varanda ou o pavimento acima.

Janelas

Geralmente em madeira e em estilo veneziano, as janelas eram usadas em grande número para melhor ventilação e insolação dos ambientes.

Simetria

Era a porta principal que definia a simetria, com elementos repetidos fielmente. Em algumas fachadas, é possível ver o ritmo, ou seja, a repetição de elementos, que também aparecerá nos demais pavimentos.

Telhado

Feito em telhas de barro, o telhado das casas coloniais tinha um desenho com diversas quedas de água, dando volume à construção. Assim, o sistema resolvia sozinho o problema de escoamento da água de maneira rápida.

Cidades brasileiras com casas coloniais

No Brasil, ainda podemos encontrar cidades com construções históricas originais da época colonial. Veja algumas delas.

Ouro Preto

Essa é a cidade que tem a maioria de suas fachadas e ruas originais preservadas, desde as igrejas e pequenos prédios, até as casinhas.

Para que Ouro Preto não perdesse sua identidade, a prefeitura proibiu a construção de prédios muito altos e a livre circulação de veículos pesados.

Ouro Preto tem a maioria de suas fachadas e ruas originais preservadas, desde as igrejas e pequenos prédios, até as casinhas

Algumas construções da cidade são de estilo colonial, como a Casa dos Contos, um dos lugares mais icônicos da época. Podemos encontrar também algumas casas feitas de pedra e cal ou em madeira e adobe.

Paraty

Considerada pela UNESCO uma das cidades com arquitetura colonial mais harmoniosa do país, Paraty ainda tem casas térreas e sobrados da época.

São feitos em taipa, pau a pique ou adobe, geralmente pintados de azul e branco, com beirais largos e desenhos geométricos.

Para melhor iluminação e ventilação natural, algumas casas têm pátios internos. A maioria delas foi feita com 30cm acima da rua para evitar inundações. As janelas e as portas são emolduradas por pedra ou madeira.

Características para incorporar nos projetos atuais

Veja agora algumas referências extraídas da arquitetura colonial para aplicar nos projetos mais modernos.

1. Cores nos ambientes

É interessante contrastar a cor das paredes com a dos caixilhos, por exemplo, outro ponto forte nas casas coloniais

Apesar de os tons suaves serem sinônimos de aconchego, optar pelo uso de cores nos ambientes garante mais personalidade. Você pode contrastar a cor das paredes com a dos caixilhos, por exemplo, outro ponto forte nas casas coloniais.

2. Móveis da época

São diversas as opções de objetos e móveis coloniais, entre elas as cristaleiras, a cama com dossel, quadros com obras de arte, grandes tapetes com ricas estampas etc., que podem ser compradas em antiquários ou trazidas de viagem.

É possível criar um ambiente totalmente colonial ou apenas utilizar alguns elementos e mobiliários.

Em sua maioria, os móveis dessa época eram feitos de madeira, variando na cor de acordo com o tipo utilizado, com muitos detalhes curvilíneos entalhados no material. As estampas geralmente são florais ou neutras, contribuindo para a elegância das peças.

Os móveis da época eram feitos de madeira, variando na cor de acordo com o tipo utilizado

Para inovar, você pode também optar por móveis coloniais coloridos a fim de destacar a decoração, mas cuidado para não exagerar nas cores e na combinação. Equilibre o uso desse tipo de mobiliário com peças mais modernas e cores neutras.

3. Pisos em tons marrons

As casas coloniais utilizavam no piso assoalhos de madeira, que garantem conforto e aconchego. Você pode optar pelos pisos em tons terrosos ou que reproduzem a madeira, como os porcelanatos.

Fáceis de limpar e mais resistentes, estão disponíveis em diversos preços, cores e tamanhos.

4. Portas venezianas

Para dar um toque colonial à fachada ou ao projeto de interiores, as portas venezianas em madeira remetem muito ao estilo da época, além de auxiliarem na ventilação e na iluminação natural.

Alguns modelos têm parte do fechamento em vidro.

5. Varanda aconchegante

Você pode colocar a varanda em torno de toda a casa ou em apenas uma parte dela, podendo ser uma extensão do telhado ou do pavimento superior, ambos sustentados por colunas aparentes.

As grandes varandas sombreadas criam ambientes de estar e convívio bem aconchegantes.

6. Telhado aparente

Se quer um telhado colonial, utilize as telhas cerâmicas e opte pelos modelos que remetem a esse estilo, as chamadas “telhas coloniais”.

Como vimos, o desenho com diversas águas e alturas ajuda não só no escoamento da água da chuva, como também dá volume à fachada, criando uma arquitetura única.

A estrutura de madeira do telhado também pode ser aparente, em toda a casa, apenas em alguns ambientes ou somente na varanda.

7. Porta principal grande e com expressividade

As portas principais das casas coloniais são sempre expressivas e marcam a simetria da fachada

As portas principais são sempre expressivas e marcam a simetria da fachada. Utilize as executadas em madeira com detalhes entalhados, assim como nas casas coloniais.

Essas peças podem também ser combinadas com elementos mais modernos. Além disso, é possível encontrar portas duplas e com parte do fechamento em vidro.

8. Mix de materiais na fachada

Nas fachadas, você pode utilizar diversos tipos de materiais para uma arquitetura mais expressiva. Seja para um projeto rústico ou sofisticado, combine pintura, pedras e madeira, por exemplo.

Pode-se utilizar diversos tipos de materiais para uma arquitetura mais expressiva na fachada

Uma opção de fácil manutenção e instalação é o porcelanato, que também é utilizado para revestimentos externos. De forma rápida e eficiente, é possível combinar cores, tamanhos e texturas, além de conseguir um acabamento fino nas fachadas.

Se quer uma arquitetura atemporal, repleta de personalidade e referência histórica, a dica é utilizar esses elementos das casas coloniais no seu projeto, levando em consideração os gostos do seu cliente.

Os elementos desse estilo se adaptam perfeitamente à maioria das residências, sejam elas na cidade, praia ou campo, sofisticadas ou rústicas.

Não se esqueça de tomar cuidado com os excessos. Os móveis e objetos que remetem às casas coloniais podem pesar no ambiente, use-os com moderação. A marca desse estilo é também usar poucos móveis, então tente manter essa característica.

Se gostou das nossas dicas sobre como utilizar elementos coloniais na arquitetura, confira também nosso outro post sobre o barroco mineiro!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *