Menu
Projetos e Obras
Busca
Visita Virtual na casa e nos jardins de Moent

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Visita virtual na casa e nos jardins de Monet em Giverny

08/06/2020

A casa de Claude Monet em Giverny é um destino ideal durante a primavera europeia, para descobrir as paisagens que inspiraram mais de 250 pinturas impressionistas do pintor francês. Fechada temporariamente devido à pandemia, o retiro de verão do artista oferece uma visita virtual guiada, confira detalhes no post a seguir!

Claude Monet, pintor impressionista, mudou-se para Giverny em 29 de abril de 1883. A sua casa a apenas uma hora de Paris, é cercada por maravilhosos jardins que inspiraram cerca de 250 das suas pinturas mais conhecidas.

A casa e os jardins de Monet

Os jardins de Monet

As obras do artista são caracterizadas pelos detalhes impressionistas, nas quais não é possível ver os detalhes dos elementos, embora eles possam ser identificados pelo efeito de luz e sombra. As combinações de cores em seus quadros são pinceladas separadas que parecem manchas sem contorno, mas quando vistas de longe, elas organizam-se para os nossos olhos criando formas específicas.

Casa e Jardins de Monet - Pintura de Monet inspirada nos jardins

Pintura inspirada nos jardins

Nos jardins de Giverny, Monet se apaixonou pelos nenúfares lilás que brotavam nas lagoas, junto do salgueiro que ondulava com o vento, oferecendo a ele um cenário magnífico e original. A propriedade foi mantida aos cuidados do francês e de seus jardineiros até dezembro de 1926, com a morte do pintor. Juntos criaram o Clos Normand e o Water Garden, dois jardins extremamente diversos que inspiraram a vibração e a luminosidade de suas obras de arte durante anos.

Casa e Jardins de Monet - Os jardins em Giverny

Os jardins em Giverny

Roseiras, peônias, gerânios, cerejeiras, tulipas, narcisos, íris, rosas, entre outras flores e vegetações, contribuem para a experiência sensorial e visual que aguarda os visitantes, incentivados a explorar a imaginação e as inspirações do pintor através dos jardins que colorem a casa de Claude.

Casa e Jardins de Monet - Water Garden em Giverny

Water Garden em Giverny

Monet era um grande admirador da estética japonesa, então ele se inspirou em uma gravura do Japão e construiu uma ponte de meia-lua de madeira sobre o lago, pintado de verde ao invés do tradicional vermelho. O jardim aquático inspirou o pintor a produzir centenas de telas pequenas na segunda metade dos anos 80 e ao longo dos anos 90.

Casa e jardins de Monet - A famosa ponte de Monet

A famosa ponte de Monet

O tour virtual da Fundação leva também os visitantes a cada cômodo da casa de Monet, que ainda é pintada de rosa pastel com persianas em tom de verde vibrante. Passeie pela sua cozinha de azulejos azuis e brancos com dezenas de panelas de cobre polido penduradas, veja os quartos da família e uma ensolarada sala de jantar amarela cheia de porcelanas. Você pode até espiar o estúdio do pintor, transformado agora em uma sala que abriga cópias de suas obras mais famosas.

Casa e Jardins de Monet - A fachada externa da casa do pintor

A fachada externa da casa do pintor

 

Casa e Jardins de Monet

Detalhes da cozinha de Monet (Imagem: Franck THERIAUX por Pixabay)

Os jardins de Giverny não são um abandono da pintura em favor da jardinagem, são pinturas que penetram na natureza e a natureza que entra cada vez mais nas pinturas de Monet. Por esse motivo, não é um trabalho inacabado, mas um trabalho aberto, sempre novo, que muda, cresce, se transforma que vive, morre e renasce, de uma forma sazonal, assim como as plantas.

Gostaram do post? Uma visita a casa e aos seus jardins é uma experiência indescritível que está no topo da lista de viagens dos amantes da arte. Se você ainda não teve a oportunidade de admirar este lugar pessoalmente, o tour virtual é a chance perfeita!

Acesse: Fondation Monet

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *