Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Colunistas

Como é a casa de um arquiteto?

23/10/2020

Ela sempre prima por personalidade.

Por trás do profissional arquiteto sempre tem uma pessoa e, por mais incrível que possa parecer, também temos dúvidas sobre como montar a nossa casa. Esta afirmação pode causar espanto, mas vou começar levantando uma defesa irrevogável: somos humanos, não semi-deuses no Olimpo da construção civil. Fomos treinados a ouvir o outro, a ajudar a organizar os anseios do outro e, no final do processo, realizar os planos do outro. Mas quando precisamos colocar num projeto as coisas que são importantes para nós e para nossa família o processo é diferente do dia a dia do escritório. Nosso vasto conhecimento e amplo acesso a produtos e técnicas do campo de atuação, inerentes da profissão, nos fazem entrar num processo de escolha e renúncia sobre o que usar e como fazer.

Jantar

Aparador com detalhes decorativos 

Lavabo

O charme do lavabo com painel ilustrativo de folhagens

Nossas casas também precisam ser dotadas de tudo aquilo que afirmamos aos nossos clientes: estética, praticidade, design, ergonomia, tecnologia e conforto. Parece simples e frio, mas um projeto precisa trafegar pela razão pois sempre teremos que resolver a equação do custo / benefício; e eu, particularmente, não concordo com a frase clichê de que o arquiteto “realiza sonhos”. Acredito numa metodologia que nos posiciona mais perto de ser uma “ferramenta” que auxilia e conduz um processo para os clientes realizarem os seus sonhos. Sendo assim basta fazer uma lista de definições? Não, infelizmente não. Vou dar um exemplo para explicar meu raciocínio: a escolha do piso será o tema. Eu já fiz lindas casas com piso de madeira natural, um charme incrível, réguas de comprimento variado davam uma sutil modernidade a um produto clássico mas, já fiz outras tantas casas maravilhosas com piso em porcelanato polido que traduz modernidade ou elegância (depende da estampa), em grandes formatos que além da estética imprimem uma praticidade inigualável aos usuários. E agora? Qual eu (arquiteto) vou colocar na minha casa?

Bom, sendo assim, agora vou dividir com todos o que para mim é importante num lar, seja casa ou apartamento. Por ser uma pessoa prática, minha casa não pode ter mitos e tampouco soluções óbvias (não que elas também não estejam por lá). Eu preciso de espaço! Não só metros quadrados, mas de circulação e que permitam cada ambiente ter o melhor aproveitamento. Ao escrever isto lembrei que um cliente certa vez me disse que queria um quarto de casal grande e que ao redor de sua cama precisaria ter 1 metro livre nos três lados pois ele sempre teve quartos apertados e aquilo o incomodava profundamente (eu já me contentaria com 80 centímetros – risos).

Suíte

Parede com boiserie fez a diferença nesta suíte moderna e aconchegante

Eu gosto de banheiro bem montado! Além do tamanho e organização dos equipamentos, ele precisa ter iluminação e ventilação natural, como também é imprescindível ser plenamente revestido com cerâmica em tons neutros e texturas naturais. Sua instalação hidráulica deve ser perfeita e com vazão que permita um ótimo banho. Não faço questão de banheira, mas sou fã de coluna de banho, cheia de duchas de massagem. Eu valorizo armazenamento planejado!

Banheiro revestido com cerâmica em tons neutros e texturas naturais

Bancada Officina Portobello

Bancada contemporânea para banheiro com Oro Bianco, produzida pela Officina Portobello

Na cozinha, uma proposta sofisticada e funcional com a mesa La Tavola (Projeto: Portobello S.A.)

Cada coisa deve ter seu lugar, é um princípio que sempre utilizo em projetos. Pode parecer tortura para alguns, mas não consigo guardar roupa de cama e toalhas de banho junto das roupas, para tanto sempre projeto uma rouparia para minha casa. Outros ambientes como armários de cozinha e roupeiros precisam promover o melhor uso possível, precisam ser pensados e muito bem divididos. Eu preciso ter controle efetivo da tecnologia! Acredito que certos itens são muito práticos, como a automação da iluminação e de persianas e cortinas pois facilitam o funcionamento e regulagem destes itens. Já na parte da climatização e segurança me permito fazer mais investimento pois para mim são essenciais. Eu preciso dormir bem! Para isso o colchão precisa ser muito bom, não adianta comprar qualquer um. Sempre lembro de quantas horas do dia que utilizo o item, e isso faz toda a diferença. Eu adoro cozinhar! Quem me conhece sabe que, modéstia à parte, eu me viro bem pilotando o forno e o fogão portanto eu gosto de bancadas livres, utensílios bem posicionados e uma quantidade considerável de armários de louça pois além de comer bem, também gosto de enfeitar a mesa. Eu amo design! Não só por ser profissional da área, mas é uma questão de gosto pessoal. Minha casa precisa ter móveis, arte, decoração, vegetação e meus preciosos animais de estimação (Lola, Nina e Mumu). São aqueles pequenos mimos que fazem bem aos olhos e enchem a casa e a vida de alegria.

…somos humanos, não semi-deuses no Olimpo da construção civil.”

Lola, Nina e Mumu

Mais alegria em casa com a presença dos pets

 


Foto de destaque: Cozinha com bancada livre, utensílios bem posicionados e uma quantidade considerável de armários de louça

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *