Menu
Projetos e Obras
Busca
Casa Battió

Foto: Amadalvarez

Conteúdo Correspondentes Internacionais

Casa Battló ganha intervenção de rosas no Dia de Sant Jordi

04/06/2021

Sant Jordi é uma das datas comemorativas mais importantes da Catalunha, na Espanha, e com ela a Casa Battló entrou nessa festividade também. Confira!

A Casa Battló é um dos pontos turísticos mais importantes da cidade de Barcelona. Projetada por Gaudí, hoje está entre os patrimônios mundiais considerados pela UNESCO. O Dia de Sant Jordi ganhou ainda mais destaque por ver sua fachada vestida de rosas, surpreendendo e atraindo moradores e visitantes da cidade. 

Casa Battió
A Casa Battló ganha intervenção de rosas em sua fachada para celebrar o dia especial de Sant Jordi na Catalunha (Foto: Bárbara Cassou)

O Dia de Sant Jordi se celebra dia 23 de abril. Especialmente em algumas regiões e cidades da Espanha é um data muito importante já que se deu pela comemoração da morte de um soldado perseguido, no ano de 303, o Jordi (ou Jorge, em português). Essa celebração é muito parecida com o Dia dos Namorados no Brasil, as pessoas saem pelas ruas para celebrar o amor e trocam presentes entre si.  

Especificamente na Catalunha, no Dia de San Jordi, que em catalão se fala “Diada de Sant Jordi”, a tradição é trocar rosas e livros entre casais, pessoas queridas e familiares. O costume começou no século XV, onde o homem presenteava uma rosa à mulher e a mulher presenteava um livro ao homem. E até hoje essa tradição se mantém viva entre as pessoas. Algumas vezes essa data coincidia com a Feira das Rosas que antigamente fazia-se presente na cidade de Barcelona. 

Casa battió
Detalhe das rosas sobrepostas nas sacadas e curvas pitorescas da Casa Battló, um projeto de Antoni Gaudí em Barcelona (Foto: Bárbara Cassou)

Ainda hoje esta tradição é muito celebrada pelas cidades nos dias atuais. A rosa que simboliza a paixão está presente por todos os lados. E neste dia especial, até mesmo Casa Battló, ícone da arquitetura de Gaudí, ganhou uma intervenção de rosas na sua fachada. Um mar de flores foi aplicado nas sacadas e curvas pitorescas do edifício projetado por Antoni Gaudí, deixando-o ainda mais colorido e festivo. A intervenção durou somente uma semana para celebrar esta data especial e depois já foi removida. 

Atualmente, o costume de presentear livros também se mantém vivo e nesta mesma data também foi declarada como Dia do Livro na Catalunha. As livrarias ganham muitos clientes e ficam cheias o dia todo, fazendo fila para entrar. Lojas, barracas e feiras itinerantes são montadas por toda a cidade, no meio de parques, fechando ruas principais ou até mesmo no subsolo do metrô é possível encontrar mesinhas com pessoas vendendo livros. 

Casa Battió
Feiras, barracas e mesas que vendem livros e rosas tomam conta da cidade, fechando as ruas principais, presentes nos parques e até mesmo dentro dos metrôs (Foto: Bárbara Cassou)

A cidade transforma-se totalmente: muitas pessoas caminhando pelas ruas, casais, famílias, quase todas com livros e flores nas mãos. Normalmente também realizam-se atividades em bibliotecas e shows pelas ruas, que fazem parte da agenda cultural das cidades.

Apesar da grande celebração, o Dia de Sant Jordi não é um feriado, em sim um dia laboral qualquer, porém com muita animação, amor e leitura. Uma tradição que ainda se mantém viva e relevante depois de séculos na Catalunha. 

Continue nos acompanhando. Leia também: Os mistérios da arquitetura de Gaudí em Barcelona

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *