Menu
Projetos e Obras
Busca

Sem categoria

Carreira em arquitetura: o que o mercado espera do profissional hoje?

21/05/2018

O que significa ser um bom arquiteto hoje em dia? Neste post, você vai conferir dicas essenciais para se diferenciar em um mercado cada vez mais competitivo e ir muito além do básico rumo ao sucesso!

Os momentos finais de um curso de graduação são sempre um pouco tensos, não é mesmo? O arquiteto sai da faculdade e chega ao mercado de trabalho cheio de expectativas e medos acerca do futuro.

Um bom profissional é aquele que consegue reconhecimento a partir do seu talento e dos bons resultados entregues. Mas alcançar esse triunfo e conquistar território na carreira em arquitetura pode não parecer tão simples.

O mercado espera muito dos profissionais, e merecer a confiança dos clientes não é nada fácil, especialmente para os recém-formados ou para os que buscam uma recolocação.

Por isso, o post de hoje foi pensado para quem deseja ter sucesso na área de arquitetura. Acompanhe e confira as melhores dicas!

A importância de ir além da faculdade

Sem dúvidas, a faculdade é decisiva na vida de qualquer profissional. Durante o curso, toda a parte técnica e conceitual é apresentada ao estudante, expondo ensinamentos sobre representações, escolhas de materiais e compreensão dos espaços, por exemplo.

É na faculdade que o futuro arquiteto tem a oportunidade de conhecer diferentes áreas de atuação, além de construir uma ampla base de contatos.

Porém, o curso de graduação nem sempre é capaz de ofertar todos os conhecimentos necessários ao cotidiano do arquiteto. Quem abriu um negócio ou trabalha como autônomo sabe que faltam informações sobre gestão e administração, além da dificuldade de precificar os serviços e ficar a par das questões legais e contratuais.

Sem contar que não existem muitas referências de como fazer a obra fluir e garantir o melhor acompanhamento do projeto, nem é apresentada uma perspectiva empreendedora da carreira do arquiteto.

A boa notícia é que há uma infinidade de formações complementares que podem ser feitas para aperfeiçoar tais conhecimentos. Alguns exemplos são os cursos de preços, liderança e gestão financeira.

Inserindo o estudante no mercado, os estágios e pequenas experiências profissionais em empresas fazem total diferença — assim como determinados trabalhos voluntários.

Realização de cursos de especialização

Além das capacitações para adquirir um olhar empreendedor e gerencial, os cursos da própria área também são muito importantes.

O contato direto com profissionais e com as inovações da arquitetura são a chave para se manter atualizado. A troca de informações e experiências pode assegurar oportunidades de emprego, parcerias e futuras indicações.

As especializações trazem um conhecimento único e essencial para quem quer garantir um bom repertório, ter valor agregado ao trabalho e respaldo em qualquer atividade que for exercer.

Os cursos de especialização podem ajudar a escolher um segmento para atuar e selecionar uma área com que você tenha não só afinidade e talento, mas também oportunidades.

Os nichos de mercado que estão em alta hoje

Como já falamos, as especializações trazem opções para o arquiteto e ajudam a guiar a escolha profissional.

Tornar-se especialista em algo é um dos segredos para ser bem-sucedido no mercado atual, não só no ramo de arquitetura. Ter conhecimentos cada vez mais detalhados e voltados às especificidades é o que traz valorização ao trabalho e a confiança do cliente.

Na arquitetura, vale apostar no setor de design de interiores — principalmente para projetos menores (como os domésticos) e os corporativos, que precisam de ideias inovadoras em função da ascensão de startups e espaços de coworking.

As consultorias também são uma nova forma de atuação e funcionam em todos os tipos de projetos. O objetivo é oferecer um serviço de qualidade com custo acessível, propondo pequenas soluções quando não há necessidade de uma reforma completa.

Essa demanda possibilita atender clientes de diversos ramos e, com auxílio da internet, em qualquer lugar do mundo. Geralmente, esse tipo de serviço é precificado por hora, uma excelente vantagem.

Outro nicho em alta é formado por escritórios especializados em certos cômodos. É comum encontrar profissionais que têm afinidade com ambientes externosquartos de crianças ou cozinhas, por exemplo. Essa dedicação garante que o arquiteto adquira um conhecimento cada vez mais profundo e conquiste uma clientela engajada.

Por fim, o light design é outro ramo bastante procurado e que faz sucesso. A composição certa da iluminação natural com luzes artificiais pode mudar completamente a percepção de qualquer espaço. Além disso, um bom projeto garante comodidade visual e economia para o proprietário.

Uma “assinatura” nos trabalhos apresentados

Para achar seu traço autoral e o seu diferencial, a primeira dica valiosa é confiar no seu talento e acreditar nos conhecimentos que você absorveu durante a faculdade. Além disso, sempre tenha em mente que experiência e repertório vêm com o tempo, à medida que for construindo sua carreira em arquitetura.

O seu gosto pessoal e as referências que você acompanha são indicativos das suas afinidades e, provavelmente, do que está mais confortável em propor e criar. Aposte, então, em elementos e combinações que tornem o seu projeto bonito e agradável.

Lembre-se de que, sem um bom briefing, não há como garantir o alinhamento de ideias entre você e seu cliente. Então, a dica é se dedicar para compreender suas preferências e não deixar nenhuma exigência ou prioridade de lado, propondo soluções e oportunidades que vão além das expectativas dele.

Acompanhar o decorrer da obra ou reforma e deixar essa experiência mais tranquila para o contratante também é essencial. Responsabilize-se pelas parcerias indicadas e pelo resultado, afinal, o projeto é seu.

O efeito de um bom marketing

O mercado exige que o profissional esteja sempre em evidência, e uma boa estratégia para se destacar é usar o marketing de relacionamento a seu favor.

As técnicas de interação entre o arquiteto e seus clientes trazem reconhecimento de marca e fidelização. Para implementar essa tática, você pode contar com a internet e criar blogs, mídias sociais e e-mail marketing, por exemplo.

As redes sociais servem de canal de divulgação do seu portfólio e contato. Tenha um perfil atualizado e poste imagens bonitas (e de qualidade), como fotos de inspirações, novidades e tendências. Você pode mostrar curiosidades por trás da obra e o cotidiano do seu trabalho. Também vale abastecer o seu perfil no Archtrends Portobello com os projetos que você realizou — é uma maneira de organizar o portfólio e mostrá-lo a outros profissionais e até potenciais clientes.

O famoso networking também é fundamental e faz diferença na carreira em arquitetura. Frequentar cursos, workshopseventos e feiras é a porta de entrada para o mercado e indica as novidades no ramo, como o uso de tecnologia 3D e de realidade virtual. Os eventos podem ser a oportunidade perfeita para fechar novas parcerias com marcas e profissionais.

Curtiu o post? Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para ficar por dentro das novidades e saber mais sobre nossos produtos. Estamos no FacebookInstagram e Twitter!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *