Menu
Projetos e Obras
Busca
bibliotecas mais bonitas do mundo

Conteúdo Arquitetura

Encante-se pelas 9 bibliotecas mais bonitas do mundo

10/06/2019

Confira suas origens e o que faz com que elas sejam tão especiais!

O mundo é um lugar cheio de construções magníficas que servem de inspiração quando estamos trabalhando em um projeto — um exemplo disso são as bibliotecas mais bonitas do mundo. Mais do que simples “depósitos de livros”, as bibliotecas são lugares apaixonantes, que inspiraram grandes arquitetos ao longo dos séculos a criar verdadeiros templos do saber.

Se você achou tudo isso exagero, é porque ainda não viu as bibliotecas da nossa lista. Tem de tudo: desde estilos contemporâneos até barrocos, passando por neoclássicos e muito mais. Quer ver? Então, confira nossa lista das bibliotecas mais bonitas do mundo!

1. Biblioteca de Tianjin Binhai, Tianjin — China

Desenvolvida em apenas três anos e inaugurada em 2017, a Biblioteca de Tianjin Binhai é a mais nova da nossa lista. O projeto foi assinado pelo escritório holandês MVRDV e ocupa uma área de mais de 33.200m² em um importante polo industrial na costa da China.

O trabalho arquitetônico é impressionante. A biblioteca tem uma massa retangular, com estantes ondulares ocupando a maior parte dos dois lados do comprimento. O interessante é que essas estantes ondulares servem para armazenar os livros — são 200 mil exemplares, com capacidade para mais 1 milhão — e também com escadas para os visitantes alcançarem outras áreas do espaço, além de sentarem para ler e interagirem entre si.

No centro da biblioteca, há um auditório esférico fechado, como o projeto inteiro simula um olho, esse prédio interno cumpre o papel da íris.

2. Real Gabinete Português de Leitura, Rio de Janeiro — Brasil

bibliotecas mais bonitas do mundo

Real Gabinete Português de Leitura

Uma das bibliotecas mais bonitas do mundo está localizada no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro, projetada pelo português Rafael da Silva e Castro.

A biblioteca é construída em estilo neomanuelino, que consiste em trazer aspectos estéticos do estilo manuelino — uma variação portuguesa do gótico, com formas exuberantes e interpretação simbólica de temas eruditos e tradicionais — para a contemporaneidade dos séculos XIX e XX, usando materiais como estruturas metálicas e tijolos.

Na sua fachada (inspirada no Mosteiro dos Jerónimos de Lisboa) estão quatro estátuas que retratam grandes portugueses (Pedro Álvares Cabral, Luís de Camões, Infante D. Henrique e Vasco da Gama), com mais quatro representados em medalhões (Fernão Lopes, Gil Vicente, Almeida Garrett e Alexandre Herculano). A biblioteca tem mais de 350 mil livros no seu acervo e é pública.

3. Clementinum, Praga — República Tcheca

bibliotecas mais bonitas do mundo

Clementinum, Biblioteca Nacional

Ninguém sabe bem ao certo quem construiu ou projetou o Clementinum, que foi inicialmente uma capela para São Clemente. Atualmente, o complexo ocupa mais de 20.000m² em Praga e dá lugar à Biblioteca Nacional da República Tcheca, com milhares de volumes armazenados.

Um dos seus grandes atrativos é o interior decorado com a opulência do estilo barroco, com afrescos no teto, madeira nobre nos móveis e ouro na decoração. Com pouca incidência de luz solar, o Clementinum tem uma atmosfera que leva o visitante ao passado medieval, quase sentindo o peso da história entre cada volume na prateleira.

4. Biblioteca Real da Dinamarca, Copenhague — Dinamarca

bibliotecas mais bonitas do mundo

Biblioteca Real em Copenhaga, Dinamarca

Atualmente, a Biblioteca Real da Dinamarca é dividida em quatro prédios diferentes e um deles é especialmente bonito: o Black Diamond Library, assinado pelo escritório Schmidt Hammer Lassen.

O prédio fica localizado na região central de Copenhague e ganhou seu nome por causa do uso de grandes placas de mármore preto e vidro, que refletem a água do porto logo à frente. Por dentro, a biblioteca também é muito bonita, com uma decoração nórdica moderna, mas alguns toques artísticos interessantes. Um deles é um belo afresco no seu teto, assinado pelo pintor Per Kirkeby.

5. Biblioteca Pública de Nova Iorque, Nova Iorque — EUA

bibliotecas mais bonitas do mundo

Biblioteca Pública de Nova York Manhattan Quinta Avenida

Além de ser uma das mais bonitas bibliotecas do mundo, a Biblioteca Pública de Nova Iorque é também uma das mais importantes do planeta, tanto pela sua coleção, como pelo número de pessoas atendidas.

Localizada em Manhattan, a biblioteca atende quase 3,5 milhões de pessoas e conta com mais de 53 milhões de livros e documentos, sendo um dos principais pontos de pesquisa nos EUA. O projeto da biblioteca foi assinado pela firma Carrère & Hasting e faz o melhor para juntar conceitos diferentes como a funcionalidade e a beleza, a praticidade e o espetáculo.

Um dos destaques é a Sala de Leitura: um espaço muito amplo, ricamente decorado no piso, teto e parede, mas que apenas tem mesas de leitura para melhor aproveitar o lugar.

6. Biblioteca Universitária John Rylands, Manchester — Inglaterra

bibliotecas mais bonitas do mundo

John Rylands biblioteca

Localiza em Manchester, na Inglaterra, a Biblioteca Universitária John Rylands é uma das mais bonitas do mundo e um excelente exemplo de um projeto neogótico. O projeto arquitetônico da biblioteca foi assinado por Basil Champneys e conta com alguns detalhes interessantes.

A biblioteca foi o primeiro prédio na cidade de Manchester a usar tijolos de arenito no exterior, numa aposta ousada do seu arquiteto, que acreditava (com razão) na durabilidade do material. Outro detalhe interessante é que a biblioteca foi a primeira a ser iluminada por eletricidade — e era gerada no próprio lugar.

Hoje a biblioteca tem mais de 250 mil livros e mais de um milhão de manuscritos e itens de arquivo.

7. Bibliotheca Alexandrina, Alexandria — Egito

bibliotecas mais bonitas do mundo

Biblioteca Alexandrina, Alexandria, Egipto

Na Antiguidade, a Biblioteca de Alexandria foi um dos maiores centros de saber da Humanidade. Em 2002, o governo do Egito construiu uma nova, no mesmo lugar, para inaugurar uma nova era de conhecimento na região.

Quem assina o projeto da biblioteca é a firma norueguesa Snøhetta. O resultado é incrível: o prédio tem um formato circular e “afundado” no chão, como uma moeda girando. Dentro, o lugar aproveita o teto de vidro para captar muita luz natural e alimentar uma imensa sala de leitura decorada ao estilo contemporâneo, com piso de madeira e paredes de vidro.

8. Biblioteca de Stuttgart, Stuttgart — Alemanha

Alguém disse que as formas geométricas não podem ser belas? Pois a Biblioteca de Stuttgart discorda. Inaugurada em 2011 e desenhada pelo arquiteto coreano Eun Young Yi, a biblioteca tem um formato cúbico perfeito tanto do lado de fora, como por dentro.

No exterior, o projeto conta com alguns quadrados de azulejos, cada um simetricamente composto por uma porta no meio. Dentro, a biblioteca é formada por vários andares totalmente quadrados, com diversas escadas conectando os lugares.

O projeto leva o conceito de decoração minimalista ao extremo, diminuindo ao máximo o número de elementos decorativos (os únicos móveis são estantes brancas e alguns sofás de um azul frio), adicionando a cor branca no chão, paredes e teto.

Usando de conceitos geométricos e o poder da decoração clean, esse projeto se tornou uma das bibliotecas mais bonitas do mundo, sem a menor dúvida.

Biblioteca de Stuttgart (Imagem: Gazeta do Povo)

9. Livraria Lello, Porto – Portugal

Antes concluir a lista, vamos trapacear um pouco e adicionar uma livraria em vez de uma biblioteca, mas por um bom motivo. Afinal, a Livraria Lello é praticamente mágica.

Localizada na cidade do Porto, em Portugal, a livraria é um incrível exemplo da arquitetura e decoração neogótica.

O centro da sua decoração é a fabulosa escadaria de madeira em formato arredondado, com a base maior que o restante. Mas essa não é a única fonte de beleza no lugar, que também conta com belíssimos vitrais e uma ponte curva no segundo andar.

O projeto, assinado por Francisco Xavier Esteves, foi uma das inspirações da autora J.K. Rowling para a criação de elementos do mundo de Harry Potter, uma vez que a autora viveu na cidade por alguns anos. Entendeu agora por que, mesmo sendo uma livraria, a gente tinha de colocar a Lello nessa lista?

A encantadora Livraria Lello

Agora que você já se inspirou nas bibliotecas mais bonitas do mundo, que tal curtir nossa página no Facebook e nosso Instagram para acompanhar os outros conteúdos incríveis que postamos por lá?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *