Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura com opinião

A arte de Maurício Arruda

15/03/2019

Ele encontra beleza no cotidiano e adora estar em contato com as pessoas. Apaixonado pelo trabalho, sua cabeça borbulha em projetos e, quando questionado sobre os próximos cinco anos, ele não titubeia ao dar a resposta. Ficou curioso? Acompanhe esse delicioso bate-papo e conheça um pouco mais de Mauricio Arruda.

O encontro entre a nossa equipe e Maurício Arruda não poderia ter data e local melhor, ele aconteceu em Florianópolis, com um lindo sol do mês de janeiro, logo após uma tempestade “daquelas” de verão. Na capital catarinense a trabalho para a Pointer, o arquiteto – tímido e reservado, na primeira impressão – logo se mostrou o falante Maurício da tv e nos contou com brilho no olhar como faz para se manter tão ativo na profissão.

A paixão pela Arquitetura começou de maneira inusitada. No primeiro ano da faculdade de Administração de Empresas, em Londrina, no Paraná, ao fazer um de seus desenhos, um professor lhe chamou atenção. “Ele me disse que eu era um ótimo aluno, mas que estava no curso errado, indicou que eu fosse até o prédio de Arquitetura para conhecer, chegando lá bati o olho e vi que era aquilo que eu queria. Olhei vários cartazes com desenhos feitos em cartolinas, esse era o meu universo. Nunca mais voltei para os bancos de Administração”, relembra. Já são duas décadas de formação, com Mestrado e muita experiência em Design de Interiores, que lhe levou a atuar como professor por dez anos.

O gosto pelo desenho e pela decoração fazem parte da vida de Maurício desde muito jovem (Foto: arquivo pessoal)

 

Arquitetura

“A coisa mais difícil de ser arquiteto é saber ouvir. Tenho um mantra, que é: falar menos e ouvir mais. O dono da casa tem muito a dizer no processo de criação. Eu acredito que tem mais a ver com diálogo do que monólogo”, diz. Para ele, a casa é a nossa alma do avesso, por isso acredita em projetos únicos e vê como um desafio cada novo trabalho.

Maurício se identifica com Lina Bo Bardi, que coincidentemente faleceu no mesmo ano em que ele ingressou na faculdade. “Ela olhou muito pra fora do escritório, isso foi algo brilhante, Lina viajou, foi para a casa das pessoas e encontrou beleza nisso”, explica.

 

O arquiteto acredita que a casa é a alma do avesso (Foto: arquivo pessoal)

Ele vê inúmeras oportunidades no mercado, acredita que está mais plural, mais rico e interessante para trabalhar. Afirma que estamos em um momento muito rico culturalmente do design brasileiro, com um vocabulário de mobiliários e revestimentos no Brasil, feito por brasileiros, muito grande. Maurício ainda dá a dica aos iniciantes, para que invistam em trabalhos autorais e legítimos.

 

Decora

Sustentabilidade é um tema que atrai Maurício. Na TODOS Arquitetura, escritório que mantém com os sócios Laís Delbianco e Fábio Mota, ele conta com uma equipe multidisciplinar, que lhe dá todo o suporte para fazer o que mais gosta: ensinar as pessoas a decorar e reformar.

Com os sócios Laís e Fábio (Foto: arquivo pessoal)

Da paixão por compartilhar ensinamentos, surgiu a oportunidade de ingressar na tv, no canal GNT. “O Decora foi uma surpresa na minha vida e trouxe muita clareza para mim, ele mostra que as casas são únicas e as pessoas também. Me aproximou das pessoas, sou um arquiteto completamente diferente”, diz. “A gente sai da faculdade com a ideia de criar projetos lindos e não pensamos em criar projetos únicos. Qual é a sua linguagem? A minha é a do cliente”, completa.

Maurício conta que para fazer o programa é imprescindível o envolvimento do cliente. “Se ele não dá palpite, não vai às reuniões, eu não vejo propósito em fazer esse projeto. Eu quero conhecer sobre a vida dele, ver fotografias, eu levo o cliente nas lojas. Ele precisa fazer parte da decisão. Sempre digo que a parte mais importante é o pós-obra e eu não estarei lá, meu cliente estará lá, ele precisa estar satisfeito”, afirma.

O prazer de Maurício ao apresentar o Decora (Foto: arquivo pessoal)

Além do escritório, do Decora, do trabalho com a Pointer e outras parcerias, ele pretende lançar um livro do programa. Os pensamentos de Maurício fervilham e, quando lhe pegamos de surpresa ao questionar sobre os projetos para os próximos cinco anos, quem apostou em descanso, errou! Se aposentar ou fazer uma pausa não estão nos planos, e ele resume seu propósito: a TODOS fazendo projetos que tenham muita identidade de marca e a atuação como comunicador, ensinando as pessoas a reformar e decorar.  Que sorte a nossa, hein?!

 

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *