Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Arquitetura

Arquitetura contemporânea: conheça as 10 mulheres que estão inspirando novos ares

08/03/2019

Neste Dia Internacional da Mulher, saiba mais sobre a trajetória das profissionais que estão fazendo toda a diferença na arquitetura!

Enquanto o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) informa que, só no Brasil, 62,6% dos profissionais de arquitetura contemporânea são mulheres, a historiadora e professora de arquitetura Despina Stratigakos, da Universidade de Buffalo, nos EUA, pergunta no título de uma de suas obras: “Onde estão as arquitetas mulheres?”.

Qualquer profissional de arquitetura do sexo feminino não enxerga nenhuma dualidade entre as duas sentenças. Embora muito presentes numericamente no mercado de trabalho, as mulheres enfrentam dificuldades para ascender a posições de destaque, espaço ainda dominado pelos homens.

Pensando nisso, selecionamos 10 mulheres que vão inspirar a sua trajetória rumo ao topo. Seja pelo estilo, pela representatividade de seus projetos ou pela maneira de pensar e executar suas obras, elas estão fazendo toda a diferença na arquitetura contemporânea no Brasil e no mundo. Acompanhe a leitura!

10 mulheres da arquitetura contemporânea para você se inspirar

1. Allison Williams

August Wilson Center for African American Culture

Vice-presidente e diretora de design da AECOM, Williams trabalhou em alguns dos projetos de arquitetura contemporânea mais relevantes realizados ao redor do globo nas últimas décadas, como o Terminal Internacional do Aeroporto de São Francisco e o August Wilson Center for African American Culture em Pittsburgh, na Pensilvânia.

Clientes corporativos, governamentais, culturais, educacionais: nada escapou ao radar inovador e criativo da arquiteta, conhecida por potencializar os espaços em que insere suas obras.

2. Benedetta Tagliabue

Parlamento de Edimburgo

Radicada em Barcelona, a italiana tem no seu currículo projetos do porte do Parlamento de Edimburgo, do Parque Diagonal Mar e do Pavilhão Espanhol na Exposição Mundial de Xangai de 2010. Foi com esse projeto, aliás, que ela venceu o RIBA International.

Em 2004, Tagliabue recebeu o título de Doutora Honorária em Artes pela Universidade Napier, de Edimburgo. Atualmente, dirige o Miralles Tagliabue EMBT, com escritórios em Barcelona e Xangai.

3. Carla Juaçaba

Casa Santa Teresa

Não é só no exterior que a arquitetura contemporânea tem nomes inspiradores. Nascida na capital fluminense, Juaçaba tem ganhado projeção internacional por projetos como a Casa Santa Teresa, indicada à premiação Mies Crown Hall Americas.

Além disso, a arquiteta também entrou na lista dos participantes da Bienal de Arquitetura de Veneza e assinou com Bia Lessa o Pavilhão Humanidade para a Rio + 20.

4. Maya Lin

Memorial dos Veteranos do Vietnã

Também escultora e paisagista, a arquiteta norte-americana é amplamente reconhecida a arquitetura contemporânea por ter projetado, ainda na época de estudante, o Memorial dos Veteranos do Vietnã, em Washington.

O projeto, que traz o nome de todos os soldados norte-americanos mortos em combate, provocou polêmica ao ser inaugurado devido ao minimalismo de suas linhas. Atualmente, a construção é considerada uma obra-prima.

5. Denise Scott Brown

Instituto Radcliffe

Considerada uma das mulheres mais influentes da arquitetura contemporânea, a norte-americana nascida na Zâmbia deu aula em instituições prestigiadas, como as universidades da Califórnia, Harvard e Yale.

Casada com o também famoso arquiteto Robert Venturi, assinou projetos de grande expressão, como o Complexo Universitário Palmer Commons, em Michigan, e o Instituto Radcliffe de estudos avançados do campus da Universidade de Harvard, em Boston.

6. Liz Diller

Roy and Diana Vagelos Education Center

Professora na universidade de Princeton e oitava ganhadora do Prêmio Women in Architecture, a arquiteta polonesa é uma das fundadoras da mundialmente conhecida Diller Scofidio + Renfro, que deixou sua marca no magnífico edifício Roy and Diana Vagelos Education Center, em Nova Iorque.

Inovadora, é reconhecida por projetos de vanguarda como o Blur Building, espécie de nuvem habitável que foi utilizada como centro de mídia durante a Swiss Expo 2002.

A obra foi uma das muitas que ajudou a lhe render a fama de romper com os padrões estabelecidos pelas convenções arquitetônicas.

7. Odile Decq

Phantom Restaurant

Nascida em Laval, na França, Decq é outra expoente da arquitetura contemporânea conhecida por explorar fortemente a imaginação de maneira pouco convencional.

Uma de suas obras mais célebres, o Phantom Restaurant da Ópera Garnier de Paris, mescla novos e antigos estilos com uma ousadia que surpreende os clientes do espaço.

O estilo arrojado rendeu premiações importantes à arquiteta, como o Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza.

8. Kazuyo Sejima

The New Museum

A arquiteta japonesa é um dos nomes mais inspiradores da arquitetura contemporânea pelo seu design minimalista e geométrico sem nem de longe ser simplista.

Vencedora da edição 2010 do prêmio Pritzker em conjunto com Ryue Nishizawa, a fundadora do SANAA assina obras marcantes, como o The New Museum de Nova York, e foi a primeira mulher a ser nomeada para diretora do setor de arquitetura da Bienal de Veneza.

9. Jeanne Gang

Aqua Tower

Nascida no Illinois, nos Estados Unidos, a arquiteta é a fundadora do Studio Gang e foi a primeira mulher a assinar o projeto de um arranha-céu construído, o Aqua Tower, em Chicago.

Conhecida pelo apreço por tecnologia e materiais inovadores, Gang é considerada uma das mais importantes arquitetas da sua geração e também está à frente de projetos como o City Hyde Park e o Arcus Center for Social Justice Leadership, no Kalamazoo College.

10. Carol Bueno

Projeto edifício 100% em madeira

A paulistana Carol Bueno é a única mulher e brasileira entre os fundadores do badalado escritório de arquitetura Triptyque, concebido por ex-alunos da Ecole d’Architecture de Paris-La-Seine.

É lá que a arquiteta ajuda a desenvolver projetos ousados, como um edifício 100% em madeira, com previsão de conclusão para o ano de 2020, além de um loft no alto do Mirante Santander, na capital paulista.

Inovadoras e ousadas, essas 10 mulheres têm acrescentado, cada uma à sua maneira, uma contribuição fundamental para a arquitetura contemporânea, servindo de inspiração para profissionais de todo o mundo.

É bom ver como a trajetória dessas profissionais está inspirando novos ares na arquitetura mundo afora, não é? E é motivo de orgulho saber que o Brasil faz parte dessa lista!

E você, também tem um projeto marcante que pode inspirar outras pessoas? Divulgue gratuitamente no Archtrends! É só se cadastrar!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *