Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Eventos

Arquiteta Marcia Meccia apresenta seu livro ‘Mudar de Casa’ em mostra paulista

24/09/2018

Não há como negar que a Bahia é berço de diversos segmentos artísticos, incluindo a arquitetura. Uma das profissionais que se destacam por lá é Marcia Meccia. Ela conta ao Archtrends o que os leitores podem encontrar em sua obra literária, apresentada recentemente na Mostra Modernos Eternos, em São Paulo; confira!

Você deve ser o protagonista das mudanças que ocorrem na sua vida. E da mudança da sua casa, também! É preciso refletir sobre seus sonhos e priorizar sua individualidade”. É nesse tom de otimismo e de reflexões que a arquiteta baiana Marcia Meccia escreveu o livro Mudar de Casa – Tornando Real a Casa dos seus Sonhos, voltado às pessoas que pensam em construir, reformar ou alugar sua moradia. Ela usa sua experiência de 30 anos na profissão para orientar seus leitores sobre todas as fases do processo de mudar de casa, com muitas dicas e fotos de trabalhos realizados nesse período.

O primeiro ano do lançamento foi comemorado durante a semana de design DW! 2018, ocorrida em São Paulo, ao ministrar uma palestra para lá de especial a um grupo de arquitetos, designers, empresários e formadores de opinião. O evento fez parte da programação da mostra Modernos Eternos, realizada na galeria Studio 689, do conceituado arquiteto italiano Ugo di Pace. “Meu livro foi lançado em Salvador, em 2017. Desde então, comecei a fazer seguidas palestras em faculdades e cursos técnicos. Agora, em agosto de 2018, pude comemorar nessa linda mostra, durante a semana de design, apresentando meu trabalho ao público paulista. Estou muito feliz com essa trajetória!”, afirma.

Foto à esquerda: Sergio Zobaran, curador da mostra Modernos Eternos, e Marcia Meccia. À direita: público atento às dicas práticas da arquiteta

Foto à esquerda: Sergio Zobaran, curador da mostra Modernos Eternos, e Marcia Meccia. À direita: público atento às dicas práticas da arquiteta

E o que é que Mudar de Casa tem?

Tem todas as fases do processo de mudar de casa, com linguagem acessível ao público leigo. Segundo Marcia Meccia, a decisão de reformar ou construir geralmente vem de pessoas que sonham melhorar algo em suas vidas e estão numa fase com boa saúde e energia. “É  um momento especial! Defendo que qualquer obra é uma coisa boa! Se as pessoas enxergarem assim, com certeza haverá um final feliz para a fase de poeira e desarrumação”, ressalta, incentivando os leitores a quebrarem o tabu quanto ao início da realização de obras necessárias para a melhoria de suas vidas.

Uma das várias imagens apresentadas no livro Mudar de Casa. Nesta foto, porcelanatos da Linha Mineral Off White e Eucalipto, da Portobello, destacam o piso da área externa.

Uma das várias imagens apresentadas no livro Mudar de Casa. Nesta foto, porcelanatos da Linha Mineral Off White e Eucalipto, da Portobello, destacam o piso da área externa

Mesmo com a aumento da busca de informações para tomadas de decisões na hora de comprar materiais para a casa nova, devido à internet acessível, Marcia afirma que a dificuldade aparece mesmo em saber filtrar essas referências, de fazer a escolha ideal diante da grande variedade de produtos de decoração e de revestimentos. E para ajudar nas decisões, nada melhor que recorrer a um profissional da área.

Ela conta que a conversa entre um cliente e seu arquiteto ou designer de interiores deve ser baseada em muita franqueza porque existem necessidades diferentes de projetos e procedimentos. “Que seja selecionado a área de atuação do profissional e pela afinidade do cliente com suas ideias. No meu livro, cito as diferenças entre o que todo arquiteto vai fazer e o que os bons profissionais fazem: é importante o empenho de enxergar pelo prisma do cliente e viabilizar seus mínimos sonhos, sem jamais deixar de lado o conhecimento técnico”, destaca.

Apartamento decorado que ilustra o livro Mudar de Casa. No piso foi usado o porcelanato Navonna, da Portobello. Foto: Marcelo Negromonte

Apartamento decorado que ilustra o livro Mudar de Casa. No piso foi usado o porcelanato Travertino Navona, da Portobello. Foto: Marcelo Negromonte

Filha da primeira mulher a receber um diploma de Arquitetura na Bahia, Marcia soube logo cedo o caminho profissional a percorrer. Assim, a partir dos 15 anos, fez um curso técnico de Design e aprendeu a fazer pequenos projetos. Hoje, com formação em Arquitetura pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e escritório próprio desde o final da década de 80, tornou-se uma notória arquiteta de Salvador. Possui inúmeros projetos para residências, áreas comuns de condomínios, apartamentos decorados, empresas, hotéis, lojas e restaurantes. “Agora, decidi escrever sobre o processo de mudar de casa, algo que deve sempre ser visto como uma conquista. Como tal, deve resultar em satisfação pessoal”, conclui.

Para adquirir o livro, entre em contato com a autora pelo seu site, ou pelo seu perfil no Archtrends (aproveite para apreciar outros lindos projetos de Marcia por lá!).

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *