Menu
Projetos e Obras
Busca
Argamassa para lastras

A Portobello disponibiliza uma linha de argamassa para lastras (Projeto: Portobello S.A.)

Conteúdo Técnica

Argamassa para lastras: o que é e como usar?

12/04/2021

Neste artigo, conheça a nova argamassa para lastras da Portobello e garanta mais segurança e beleza para os seus próximos projetos!

O uso correto da argamassa para lastras é muito importante para garantir a segurança dos ambientes. Afinal, estamos nos referindo a peças de porcelanato em maxiformatos, que podem causar até mesmo danos físicos aos usuários, caso o assentamento não seja realizado de forma apropriada.

Se preferir, clique no play abaixo para ouvir o artigo completo:

As lastras são revestimentos, que, quando são instalados, passam a impressão de que as superfícies são contínuas. Elas podem reproduzir diversos tipos de matérias-primas, como madeiras, pedras, cimento, metais etc.

A boa notícia para arquitetos e clientes que desejam usar esse material em seus projetos é que já existe uma argamassa específica para lastras, um lançamento exclusivo da Portobello. Quer saber mais a respeito? Então, siga a leitura para conferir!

Sobre a argamassa para lastras da Portobello

Com a argamassa para lastras da Portobello, você garante a aderência necessária para esse tipo de produto
Com a argamassa para lastras da Portobello, você garante a aderência necessária para esse tipo de produto (Projeto: Portobello S.A.)

A argamassa especial Lastras Portobello é um produto de altíssima aderência, que possibilita o assentamento dos revestimentos de maxiformatos com maior segurança, desempenho e eficiência.

O produto é inovador e atende às classificações das normas brasileiras e europeias. Entre as normativas cumpridas estão:

  • ISO 13007 (C2 E) – selo de qualidade europeia: garante altíssima aderência com um tempo em aberto estendido;

  • NBR 14081-1 (ACIII D): tem resistência ao deslizamento; e

  • EN 12004 (S1): confere flexibilidade.

Indicações de uso

A argamassa para lastras é indicada para o assentamento de todas as linhas da Portobello, conforme a tabela abaixo:

Formato

Espessura

100×300 cm

4,8 mm

90×270 cm

6 mm

120×240 cm

9 mm

120×260 cm

6 mm

120×270 cm

6 mm

120×278 cm

6 mm

160×320 cm

6 mm

A argamassa pode ser utilizada para o assentamento convencional e a sobreposição de pisos em ambientes internos.

Também é permitida a utilização em sobreposição de paredes e ambientes externos e internos com até 3,2 m.

O produto ainda pode ser aplicado em áreas úmidas, como em piscinas aquecidas e não aquecidas e nas saunas.

Limitações do produto

Em alguns casos, a argamassa para lastras não é recomendada
Em alguns casos, a argamassa para lastras não é recomendada (Projeto: Portobello S.A.)

Para evitar problemas, convém saber quais são as limitações do produto, ou seja, as situações em que a argamassa para lastras não pode ser utilizada.

Não é recomendado o uso da argamassa exclusiva para lastras:

  • sobre base de madeira, parquet, vinil, metal, fibra de vidro, aglomerado, pinturas, gesso e placas cimentícias;

  • sobre contrapiso ou emboço muito úmido, sendo necessário aguardar a base secar para iniciar a aplicação;

  • durante a aplicação em base com temperatura menor que 0°C e acima de 40°C;

  • sobre base pouco firme, que apresenta fissuras, com cavo, deslocamentos etc.;

  • como função técnica de impermeabilização e material refratário;

  • em fachadas com mais de 6 m de altura;

  • após duas horas da mistura; e

  • em estufas.

Recomendações técnicas

É importante seguir todas as recomendações técnicas ao usar a argamassa para lastras
É importante seguir todas as recomendações técnicas ao usar a argamassa para lastras (Projeto: Portobello S.A.)

Ao fazer o assentamento de peças com a argamassa para lastras, é importante seguir algumas recomendações técnicas.

Inicialmente, deve-se garantir que o verso do revestimento esteja totalmente limpo, sem desmoldante, óleo, sujeira ou qualquer tipo de impureza que possa prejudicar a integridade do assentamento.

Ao fazer o revestimento de paredes externas — como é o caso de churrasqueiras, lareiras e fornos —, é importante que as paredes internas sejam revestidas com materiais refratários devidamente assentados com argamassa refratária.

Ao assentar as placas com a argamassa para lastras da Portobello, é recomendado o uso de desempenadeiras dentadas de 10 mm, de modo a minimizar as possibilidades de falhas de preenchimento do tardoz.

Por falar em desempenadeira, quando o desgaste do equipamento for superior a 1 mm na altura, é necessário substituí-lo.

Além disso, quando a aplicação for em peças acima de 900 cm², a utilização da dupla camada se torna obrigatória.

Informações sobre o consumo

No que se refere ao consumo, ocorre variação, de acordo com o tipo da desempenadeira utilizada e as condições da base.

Quando o formato do revestimento for igual ou maior que 900 cm² e for utilizada uma desempenadeira semicircular com 10 mm, por exemplo, o consumo aproximado é de 8 a 10 kg/m².

Liberação para o tráfego

A circulação no local de aplicação só pode ser liberada após 72 horas
A circulação no local de aplicação só pode ser liberada após 72 horas (Projeto: Portobello S.A.)

Para evitar acidentes, é importante que o mestre de obras tenha cuidado com a liberação para o tráfego de pessoas no ambiente onde as lastras foram aplicadas.

A circulação do pessoal que trabalha na obra pelo local pode ser retomada após decorridas 72 horas da aplicação do rejunte.

Para o tráfego leve, a liberação só pode ser feita sete dias após a aplicação da argamassa.

Por sua vez, o tráfego intenso deve ser suspenso por até 14 dias decorridos do assentamento das lastras no local.

Passo a passo para o preparo e a aplicação da argamassa para lastras

Um passo a passo deve ser seguido para usar a argamassa para lastras
Um passo a passo deve ser seguido para usar a argamassa para lastras (Projeto: Portobello S.A.)

Veja, a seguir, um passo a passo para fazer o preparo e a aplicação da argamassa para lastras.

1º passo

Garanta que o assentamento das lastras seja feito sempre após 14 dias de cura da base, conforme indicam as normas NBR 7200, NBR 13753 e NBR 13754.

2º passo

Veja se a superfície da base está áspera e não contém resíduos de cimento, umidade, manchas de ferrugem, gordura, eflorescência, restos de desmoldantes, bolor ou pó.

Caso identifique a presença desses itens, faça a limpeza com escova de ação e lave a superfície com jatos de alta pressão para remover a sujeira.

3º passo

Corrija os problemas de impermeabilização, fissuras e resistência com antecedência mínima de 72 horas do assentamento.

4º passo

Verifique a planeza utilizando uma régua de 2 m, que não pode ultrapassar o desnível de 2 mm para qualquer sentido na base.

5º passo

Antes de realizar o assentamento, teste a absorção borrifando água na superfície.

Caso a água seja absorvida em menos de 60 segundos, haverá perda de aderência. Nesse tipo de situação, umedeça a base, mas sem encharcar.

6º passo

Proteja as superfícies sensíveis com fita adesiva, para que a aplicação da argamassa não gere manchas.

7º passo

Prepare a argamassa para lastras em um recipiente de plástico ou metal, limpo e seco.

O produto pode ser misturado de maneira manual ou mecânica com água limpa, até que seja formada uma superfície pastosa, firme e sem grumos secos.

A quantidade indicada é de 5,4 l de água para cada 20 kg de argamassa.

Importante: não adicione nenhum componente além de água na mistura!

O uso correto da argamassa para lastras garante a beleza e segurança do ambiente
O uso correto da argamassa para lastras garante a beleza e segurança do ambiente (Projeto: Portobello S.A.)

8º passo

Deixe a massa descansar por 10 minutos. Em seguida, misture novamente e aplique com a desempenadeira dentada adequada.

9º passo

Estenda a argamassa sobre a base com o lado liso da desempenadeira. Então, passe o lado dentado em um ângulo de 60° para formar os cordões de assentamento.

10º passo

Execute a técnica de dupla camada, aplicando argamassa também no verso da peça, assentando as placas de forma que os cordões fiquem paralelos aos estendidos na base.

Devolva a argamassa aderida na desempenadeira ao recipiente, mas sem adicionar água e usar novamente.

11° passo

Coloque a peça 5 cm antes da posição final e a arraste até o local desejado. Aperte com as mãos e bata levemente com o martelo de borracha, pressionando os cordões de maneira uniforme.

12º passo

Assente o revestimento somente sobre os cordões de argamassa úmida e pegajosa.

No decorrer do assentamento, retire algumas peças e verifique se o verso possui preenchimento ou recobrimento mínimo de 90%, o que é exigido no manual das lastras.

Lembre-se que, quanto mais a argamassa ficar colada, maior será a aderência.

13º passo

Limpe as juntas após o assentamento das peças, removendo o excesso de argamassa para lastras para facilitar o rejuntamento.

Se a aplicação for em uma área externa, proteja o local do sol, da chuva e do vento por 72 horas.

14º passo

Proceda com o rejuntamento utilizando os rejuntes da Portobello. Após sete dias, recomendamos que seja feita uma limpeza com o CleanMax Limpador Multipisos, da PortoKoll.

15º passo

Após a limpeza final, aguarde a secagem do rejunte. Depois, aplique CleanMax Selador PortoKoll para proteger a superfície contra umidade, manchas e sujeiras.

Pronto! Agora você já sabe o que é e como usar a argamassa para lastras da Portobello. Siga as nossas instruções à risca e garanta beleza e segurança para o seu projeto.

Veja mais informações em nosso artigo que apresenta um guia completo sobre como assentar lastras!

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *