Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Portobello

Archtrends Summit gera debates importantes sobre inovação em primeira edição

15/03/2018

Ciclo de palestras acontece em São Paulo, como evento paralelo à maior feira de acabamentos da América Latina, com profissionais do Brasil e exterior. Confira!

Em mais um dia repleto de eventos paralelos à Expo Revestir, a Portobello mostra que inovação está além dos limites do seu processo criativo e do design de produtos. Na tarde da quarta-feira, 14, a empresa promoveu, no Hotel Unique em São Paulo, a primeira edição do Archtrends Summit, um ciclo de palestras de curadoria do Istituto Europeo di Design (IED) preparado para cerca de 800 parceiros da Portobello Shop.

Assista ao vídeo de apresentação do Archtrends Portobello:

Para os que não puderam estar presentes, o Archtrends Portobello, a recém-lançada plataforma da marca que reúne tendências, referências e uma grande vitrine de exposição de projetos de arquitetura dos mais renomados arquitetos do país, transmitiu o encontro em tempo real. Com conteúdos especialmente desenvolvidos por profissionais nacionais e internacionais, os temas sobre inovação e tendências, percebidas no mundo em transformação e seus impactos na arquitetura, foram apresentados por Francesco Marzocca, Antonio Gasparri, Marko Brajovic, Rodrigo Marcondes Ferraz, Vinicius Andrade, Martin Corullon e Gustavo Cedroni.

Conheça o perfil de cada um dos palestrantes!

Fabiano Pereira do IED

O diretor do IED, Fabiano Pereira, abriu o evento lembrando que o Istituto Europeo di Design comemorou 50 anos em 2015 e que a escola italiana, com origem em Milão, hoje possui sede em 11 capitais, localizadas na Itália, Espanha e Brasil. “Eu gostaria de parabenizar a Portobello pela iniciativa. Nós já temos a sorte de ter uma parceria com a Portobello há dois anos, desenvolvendo programas e cursos sob medida para que, cada vez mais, arquitetos, especificadores e profissionais ligados à rede Portobello Shop possam buscar mais informações e atualizações. Nosso dia a dia é cada vez mais dinâmico em termos de informação e se manter atento a essa quantidade enorme de novidades é muito difícil. Então, é muito interessante uma empresa, que já tenha esse histórico, propor um programa e um momento como esse de oferta de conteúdo para que os profissionais que representam a sua marca possam discursar com uma visão especializada sobre o tema e, com isso, enriquecer os seus projetos”, avaliou Fabiano.

Com o tema “Inovação em Materiais. Lastras de porcelanato na arquitetura. Estudos de Caso”, o italiano Francesco Marzocca, da MZR Architetti, deu início às palestras. Nascido em Siena, estudou arquitetura em Florença e sua carreira inclui atividades como design arquitetônico, planejamento urbano, restauração e projetos de centenas de lojas internacionais de varejo, tais como Guess. Durante sua apresentação, Marzocca citou os grandes formatos e a problemática dos pisos naturais: “Eu sempre escolhi os materiais verdadeiros, mas a evolução da cerâmica no mundo também pode transferir, se bem-feita, a emoção de um elemento natural”.

Palestra de Francesco Marzocca

Antonio Gasparri, de Imola na Itália, seguiu o ciclo de palestras com imagens de Charles Chaplin no intuito de despertar questionamentos no público. Desde o início, a atividade profissional de Gasparri triunfou em vários campos de design, incluindo o setor hoteleiro, com uma abordagem sempre livre de preconceitos. “A potencialidade das grandes lastras é evidente, porque há poucos anos, não podíamos obter certos efeitos somente usando pedras naturais. O legal delas é que podem ser usadas interna e externamente, o que nos dá a possibilidade de modificar o que é a arquitetura, interpretando-a da melhor forma”, comentou.

Marko Brajovic, arquiteto e designer croata formado em Veneza em 1999, trouxe à tona o debate sobre “Inovação em Usos. Espaços compartilhados”. Em sua apresentação, chegou a mostrar manipulações físicas com bambu como manifesto da abordagem inspirada em processos naturais, detalhando conceitos de metamorfose e evolução. “A natureza encontra uma série de componentes que se auto-organizam de forma perfeita. O bambu é um material muito interessante em formato laminado, por exemplo, podendo usar no chão ou em cadeiras. O bambu é um grande mestre da arquitetura”, definiu Brajovic.

Antonio Gasparri mostra apresentação sobre grandes lastras

Ainda com o tema “Inovação no Morar. Formas contemporâneas” e o painel “Inovação e Essência. O que permanece?”, o Archtrends Summit viabilizou discussões importantes para a área e, acima de tudo, quebrou alguns tabus. “Eu assisti às palestras dos italianos e achei bem interessante, porque são arquitetos com bastante experiência na utilização do porcelanato em grandes formatos. Eles falaram muito sobre a técnica de aplicação do produto, mas de uma forma descomplicada, desmistificando qualquer tipo de receio em relação à utilização desse formato, que é recente aqui no Brasil”, elogiou a arquiteta Ana Patrícia, de Recife. Segundo ela, o evento já é um sucesso: “Eu acho que recicla e traz sempre novas informações, novos conceitos, tendências. Eu acho bem válido para a arquitetura e para os profissionais como um todo. É uma forma de a gente encontrar outros profissionais e trocar ideais. Estou gostando muito!”.

Hideko Honma e Juliana Pippi conversam no intervalo do Archtrends Summit com Christiane Ferreira, Diretora de Inovação e Branding da Portobello

Plateia atenta ao Archtrends Summit

Palestras Archtrends Summit