Menu
Projetos e Obras
Busca

Conteúdo Matérias

Adega em casa: um brinde à bebida que tem encantado cada vez mais os brasileiros!

26/10/2020

Neste mês do enólogo, inspire-se com projetos de adega em casa e traga para o seu ambiente, sabores, aromas e um estilo de decoração que combina com sua personalidade!

Seja para qualquer clima e momento, sempre há um bom vinho para acompanhar as suas horas em casa. E, assim, como na Grécia Antiga o Deus do Vinho, Baco, tinha seu santuário, você pode construir a sua adega em casa. Para além de seu deleite gustativo, esse espaço é um ótimo motivo para brindar!

Champagne, espumante, tintos, brancos, rosés, vinhos do Porto. Todas essas categorias devem ter seu espaço reservado à mesa de quem aprecia uma boa bebida. E nesse período de pandemia, a bebida tomou proporções homéricas no cotidiano do brasileiro. O consumo aumentou 72% em relação ao mesmo período de 2019, segundo pesquisa da consultoria Ideal Consulting.

Separar os vinhos em diversas adegas é o que há para ter mais organização e conservar o melhor de cada tipo de bebida (Projeto: Edgar Monteiro)

Separar os vinhos em diversas adegas é o que há para ter mais organização e conservar o melhor de cada tipo de bebida (Projeto: Edgar Monteiro)

Além disso, você sabia que, agora, no mês de outubro, é celebrado o Dia do Enólogo, profissional que conhece todos os procedimentos relacionados ao processo de produção da bebida com um determinado padrão? Em outras palavras, ele é um verdadeiro especialista no universo dos vinhos e tem conhecimentos que muitas pessoas que também amam essa bebida, um dia sonham em ter.

Se você aprecia um bom vinho, como os enólogos, aproveite o momento, descubra rótulos, separe as taças e refine seus sentidos. Aprecie uma adega em casa, sem moderação, com dicas e inspirações de verdadeiros templos gustativos! Não perca!

Uma adega em casa sempre conserva o melhor da sua bebida

Unindo design, funcionalidade, ergonomia, basta conferir o seu toque de personalidade à área, que você terá motivos para sacar rolhas com frequência (Projeto: Leticia Traldi)  

Unindo design, funcionalidade, ergonomia, basta conferir o seu toque de personalidade à área, que você terá motivos para sacar rolhas com frequência (Projeto: Leticia Traldi)

Uma adega em casa não é apenas uma mera peça que funciona para armazenar vinhos. Ela é que vai conservar todas as qualidades excepcionais da magia da fermentação natural da uva somada a um trabalho artesanal e industrial de produção.

Ou seja, com uma adega em casa, vários aspectos da bebida ficarão intactos. Desde a organização dos seus vinhos preferidos, cores, aromas, graduação alcoólica e sabores.

Nesse sentido, a adega dentro de casa pode ser construída em diversos cômodos, desde que o projeto atenda aos requisitos para a melhor conservação das bebidas. E dos tintos aos licorosos, cada qual pede um armazenamento específico.

As principais características que uma adega em casa deve ter

Projetos simples e eficientes como uma grade de aço, transmitem um toque industrial à adega, e fazem uma decoração para diversas paredes em casa (Foto: Portobello Shop Goiânia)

Projetos simples e eficientes como uma grade de aço, transmitem um toque industrial à adega, e fazem uma decoração para diversas paredes em casa (Foto: Portobello Shop Goiânia)

Quando se fala em conservação de vinhos, não se deve achar que qualquer garrafa pode ficar por anos e anos em um canto escuro e quieto. Essa fase do vinho chamada de envelhecimento, só é possível em grandes vinhos.

Mas, se a sua adega em casa guardar as principais características para conservar o melhor da bebida, você poderá deixar as garrafas por muito tempo imóveis, sem o risco de a bebida avinagrar.

Temperatura, luz, umidade, organização e quietude são o quinteto básico que forma o que uma adega deve ter. Assim, sempre que for saborear um Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir, Tannat, e afora em uvas viníferas, elas estarão em sua melhor forma.

Temperatura amena

A temperatura amena é uma das marcas registradas de uma boa adega. Por isso, as adegas de vinícolas são feitas em cavernas, com paredes de pedra, para salvar o melhor clima ao ambiente.

Nesse aspecto, a temperatura não deve ultrapassar os 18ºC, ficando sempre estável, para que a bebida não tenha o sabor alterado com o passar do tempo.

Umidade controlada

Um clima totalmente seco ou muito úmido são inimigos de vinhos. O habitat perfeito dessas bebidas milenares deve ter cerca de 50% a 60% de umidade na área.

Essa porcentagem favorece que a rolha não resseque, o que faria com que o ar entrasse na garrafa e acabasse com o seu momento.

Quanto maior o espaço e mais reservado, melhor o seu projeto de adega será. Salas grandes e frias com essa, são perfeitas para um majestoso "mural de bebidas" (Foto: Portobello Shop Gabriel)

Quanto maior o espaço e mais reservado, melhor o seu projeto de adega será. Salas grandes e frias com essa, são perfeitas para um majestoso “mural de bebidas” (Foto: Portobello Shop Gabriel)

Quietude

Uma adega em casa deve ser planejada para ser um local o mais quieto possível, sem o alto tráfego de pessoas, som e trepidação. Todos esses pontos afetam a qualidade do vinho.

Suas bebidas devem parecer a Bela Adormecida, ou seja, ficarem repousando como uma pedra, para só serem “acordados” com um abridor de vinhos. Ele é o “príncipe” que deve tirá-los da hibernação, para seus brindes.

Organização estratégica

A disposição dos vinhos em uma adega em casa também influencia bastante na conservação das suas bebidas.

Uma vez que há várias categorias da bebida, os rótulos devem ser dispostos em posições estratégicas. Assim, eles vão entregar o melhor resultado nas suas harmonizações com queijos e outras refeições.

Veja como é a organização fundamental de uma adega em casa:

  • espumantes e champagnes: de preferência, devem ter um espaço só para elas, e que seja mais gelado. No mundo ideal, dedicar uma adega climatizada apenas para esses rótulos é perfeito;
  • vinhos fortificados e de sobremesa: essas bebidas não precisam ficar deitadas como as outras, e podem ser guardadas em prateleiras ou mesmo no piso ou parte baixa da adega, mas, em pé;
  • vinhos tintos: por não exigirem temperaturas mais baixas, podem ficar nas partes mais altas da adega;
  • vinhos brancos e rosés: devem ficar nas partes mais baixas das adegas, onde a temperatura é menor.

Mínima iluminação

Assim como os vinhos devem ficar longe de qualquer trepidação física, eles precisam ficar afastados da luz.

Você já deve ter observado que as adegas climatizadas, aquelas que são compactas ou mesmo grandes, são sempre escuras, com poucos spots de luz. Isso é proposital, para que as bebidas não sejam afetadas.

As melhores inspirações de adegas para o seu projeto

Agora, você vai conferir uma série de adegas em casas e apartamentos, que trazem diferentes versões para um mesmo fim: brindar bons momentos com ótimas bebidas.

Adega em sala de jantar conjugada com área de churrasqueira

Fazendo par com a mesa de jantar, quase que convidando as pessoas a degustarem uma de suas garrafas, essa adega trabalha com um conceito mais festivo (Projeto: Edgar Monteiro)

Fazendo par com a mesa de jantar, quase que convidando as pessoas a degustarem uma de suas garrafas, essa adega trabalha com um conceito mais festivo (Projeto: Edgar Monteiro)

Tanto a localização quanto as aberturas e posição das bebidas oferecem praticidade. Um projeto que reforça o clima de descontração da área, que é unida à uma churrasqueira — um sinônimo de ficar em casa com a família e amigos, e aproveitar o momento.

Adega integrada à parede

Estilo sóbrio concebido pela madeira de lei em tom escuro, e o revestimento em porcelanato em estilo tijolinho de pedra, dão a cara rústica ao espaço (Foto: Portobello S.A.)

Estilo sóbrio concebido pela madeira de lei em tom escuro, e o revestimento em porcelanato em estilo tijolinho de pedra, dão a cara rústica ao espaço (Foto: Portobello S.A.)

O projeto dessa adega em casa sintetiza o orgânico ao industrial, para se parecer com as áreas de degustação de grandes vinícolas.

E o projeto conta com uma sacada inteligente para resguardar os vinhos da luz: todas as garrafas são embutidas na madeira, escapando dos raios solares, que vêm da área com jardim, ao lado.

Adega climatizada em varanda

Para complementar o design do espaço, as cadeiras em couro cor de grãos de café torrados e o banquinho em tema de rolha dão o charme ao espaço (Projeto: Brenda Costa)

Para complementar o design do espaço, as cadeiras em couro cor de grãos de café torrados e o banquinho em tema de rolha dão o charme ao espaço (Projeto: Brenda Costa)

Projeto que aproveita as dimensões de uma adega climatizada em tamanho família, e a integra a uma pequena área externa de um apartamento em Niterói, no Rio de Janeiro.

Adega do lado de churrasqueira

A estrutura que sustenta as garrafas não poderia ter sido melhor para o perfil da área. Uma peça em aço pintado, fica embutida no local e garante uma escolha rápida de bons vinhos (Projeto: Archibox Arquitetura)

A estrutura que sustenta as garrafas não poderia ter sido melhor para o perfil da área. Uma peça em aço pintado, fica embutida no local e garante uma escolha rápida de bons vinhos (Projeto: Archibox Arquitetura)

Com um estilo “sirva-se à vontade”, essa adega guarda os rótulos em altura protegida do calor da churrasqueira, que fica bem ao lado. Para “refrescar” a peça, o revestimento em porcelanato escuro entrega o que a peça precisa para proteger as garrafas.

Adega debaixo de gabinete

A sacada de usar duas adegas de tamanho igual proporciona guardar em uma peça espumantes, vinhos brancos e rosés. Enquanto que a outra pode ser exclusiva dos tintos. Ótima escolha para conservar o melhor de todos os rótulos (Projeto: Jean Carlos Bonissoni)

A sacada de usar duas adegas de tamanho igual proporciona guardar em uma peça espumantes, vinhos brancos e rosés. Enquanto que a outra pode ser exclusiva dos tintos. Ótima escolha para conservar o melhor de todos os rótulos (Projeto: Jean Carlos Bonissoni)

Conservando o mesmo estilo do móvel do apartamento, essa adega consegue ser discreta e ao mesmo tempo bem visível. Um convite irrecusável para tomar algumas taças e jogar conversa afora, em uma mesinha de aço.

Adega em casa resort

O revestimento da área em madeira, móveis laqueados em preto, e o porcelanato branco, trazem ainda mais glamour para os momentos do hábito refinado e de sentidos aguçados (Projeto: Espaço & Casa Arquitetura e Interiores) 

O revestimento da área em madeira, móveis laqueados em preto, e o porcelanato branco, trazem ainda mais glamour para os momentos do hábito refinado e de sentidos aguçados (Projeto: Espaço & Casa Arquitetura e Interiores)

Com um projeto muito amplo, essa adega em casa do tipo resort fica bem ao lado de um imenso bar com todas as taças possíveis. Ideal para provar dos tintos aos de sobremesa, fazendo-os revelar seu melhor aroma e sabor na taça adequada.

Adega sala

O design do cômodo mostra que cada rótulo tem seu lugar, com divisões em formato de X e em grade (Foto: Portobello Shop Gabriel)

O design do cômodo mostra que cada rótulo tem seu lugar, com divisões em formato de X e em grade (Foto: Portobello Shop Gabriel)

Uma sala dedicada a apreciar o fermentado de uvas mais famoso do mundo. Assim pode ser resumida essa adega que concentra todos os principais pontos que um espaço desse exige para conservar vinhos.

Destaque dessa adega é seu projeto de iluminação, bem aplicado para tanto identificar as garrafas, conservá-las e conferir um ar luxuoso e imponente.

Fazer uma adega em casa é também uma maneira de cultuar e demonstrar o seu apreço por vinhos. Algo que os gregos já faziam em reverência à Baco. Ou seja, é a história se repetindo em outra época.

E se naquela época as possibilidades de fazer uma adega em casa eram das mais rústicas, hoje o que não faltam são tecnologias e possibilidades. Garantias da melhor conservação dessas bebidas e do seu prazer em degustar além dos vinhos, o seu espaço.

Viaje até Mendoza, na Argentina, e descubra além de bons vinhos, uma arquitetura irresistível, neste post especial!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *