Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Eventos

5 programas para fazer em São Paulo em fevereiro

31/01/2020

O carnaval de São Paulo agora é um dos mais famosos do Brasil. Confira como curtir a festa e outros programas culturais para fazer enquanto estiver na cidade.

1 Carnaval

são paulo em fevereiro

Acadêmicos do Baixo Augusta é um dos responsáveis pela transformação do carnaval de São Paulo (foto: divulgação Acadêmicos do Baixo Augusta)

Há cerca de uma década, São Paulo ficava morta no carnaval, com todos os paulistanos fugindo para interior ou litoral ou para estados mais carnavalescos. O cenário mudou completamente. Não só os nativos agitam o carnaval, como a cidade atrai turistas para assistir seus desfiles de escola de samba e curtir os blocos na rua. Em 2019, houve aumento de 26,4% de turistas que foram ao sambódromo do Anhembi. Também no ano passado, foram 556 blocos, festejados por cinco milhões de pessoas. Para 2020, a expectativa é que de São Paulo siga animada, com lugar de destaque no mapa brasileiro do carnaval.

Os desfiles das escolas de samba acontecem nos dias 21 e 22. Um dos destaques será a estreia em terras paulistanas do carnavalesco carioca Paulo Barros, que comandará a linha de frente da Gaviões da Fiel, que completa 50 anos. A tecnologia pretende brilhar no sambódromo. A Rosas de Ouro terá fantasias com chips e utilizará realidade aumentada em 3D.

Já na rua, a festa começa desde o início do mês. Em 1º de fevereiro, o bloco Quizomba se apresenta com a Bateria da Mangueira, em Pinheiros. No mesmo bairro, no dia 2, passa o blocoAno Passado Eu Morri, Mas Esse Ano Eu Não Morro. Na Barra Funda, no dia 8, acontece o Ensaio do Monobloco 2.0. No fim de semana anterior ao carnaval, a cidade fervilha de blocos. No dia 15, no Centro, passa Casa Comigo; no Ibirapuera, Frevo Mulher com Elba Ramalho e Bicho Maluco com Alceu Valença; no Brooklin, Bloco da Favorita e Beleza Rara; em Pinheiros, Arianu Suassunga e Ritaleena; na Vila Olímpia, Sargento Pimenta. No dia 16, em Pinheiros, tem mais Quizomba; no Ibirapuera, Monobloco; e na Consolação, Acadêmicos do Baixo Augusta.

Durante o carnaval, no dia 22, no Centro, acontecem os blocos Tarado Ni Você e Samby e Júnior; em Moema, Vou de Táxi; em Perdizes, Unidos Venceremos. No dia 23, na Pompeia, tem Saia de Chita; no Centro, Explode Coração; em Pinheiros, Nelsonmandela; em Perdizes, Bloco Madalena. No dia 24, no Centro, tem Domingo Ela Não Vai; na Vila Mariana, Filhos de Gil; na Bela Vista, De Volta para o Futuro; no Ibirapuera, Pinga Ni Mim. No dia 25, no Ibirapuera, tem o Galo da Madrugada.

Esses são apenas alguns dos blocos mais famosos, mas há muitos outros menores que podem ser bem interessantes, dependendo de como você gosta da festa. Existem blocos de samba, de rock, de marchinha, de música eletrônica, infantis, LGBTQ+, feministas e mais. Confira a programação completa em blocosderua.com/programação-blocos-de-carnaval-sp.

SERVIÇO
Dica: Principalmente nos blocos grandes, evite levar celular, carteira ou outros objetos de valor. Furtos são comuns nessa época. O melhor meio de transporte no carnaval é metrô, visto que muitas ruas ficam fechadas para os blocos passarem. Antes de sair, pesquise sobre o bloco e as melhores opções de transporte. Divirta-se, mas com cuidado. Em geral, os blocos do Ibirapuera, Centro, Pinheiros, Consolação, Brooklin e Vila Olímpia são maiores; enquanto os da Bela Vista, Vila Mariana, Perdizes, Pompeia, Moema e Barra Funda são menores. Capriche no glitter e na fantasia!

2 Egito Antigo no CCBB

são paulo em fevereiro

Exposição Egito Antigo chega ao CCBB SP (foto: divulgação CCBB)

Egito Antigo: Do Cotidiano à Eternidade já chega a São Paulo como um sucesso, visto por mais de um milhão de pessoas. A mostra esteve em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, onde gerou muitas filas. Em São Paulo, deve acontecer o mesmo, com centenas de milhares de pessoas interessadas em ver os 140 itens antigos expostos. 

Entre eles, a Múmia de Tararo, datada de 700 A.C. Outra peça de destaque é a estátua da divindade Sekhmet, com cabeça de leão, mais de dois metros de altura e 500 quilos. Há também a reprodução de uma pirâmide. A exposição tratará de temas como religião, eternidade e dia a dia da civilização egípcia.

SERVIÇO
Período: 19 de fevereiro a 11 de maio
Horários: quarta a segunda, das 9h às 21h
Localização: Rua Álvares Penteado, 112, Centro
Entrada: gratuita
Dica: Apesar de gratuito, vale agendar o ingresso com antecedência, para evitar filas na porta, pelo site do Eventim. O CCBB fica numa rua fechada para carros, então o melhor acesso é por metrô, na estação São Bento (linha azul).

3 Novo Paço das Artes

são paulo em fevereiro

Nova sede do Paço das Artes, em casarão tombado em Higienópolis (foto: divulgação Paço das Artes)

Esse querido centro cultural dos paulistanos ganha, finalmente, uma sede própria. O Paço das Artes, nos últimos 50 anos, já passou por seis endereços. Agora tem casa oficial, no bairro de Higienópolis. Um antigo casarão tombado passou por reforma do arquiteto Álvaro Razuk para virar museu. Trata-se do casarão Nhonhô Magalhães, construído em 1930 por um barão do café. O edifício tem interesse histórico e, graças à reforma, ganhou acessibilidade e galerias expositivas.

O Paço das Artes é conhecido como celeiro para novos artistas, graças a seus programas de residência artística e o Temporada de Projeto, que promove exposições para novatos promissores. Teve sede na Cidade Universitária durante 22 anos, até 2016. Os últimos anos foram difíceis para a instituição, que viu sua área de 1.000 metros quadrados ser reduzida a apenas 80 metros quadrados na sede temporária no MIS. Agora o espaço expositivo no casarão Nhonhô Guimarães terá 300 metros quadrados. O casarão tem em seu total 800 metros quadrados e terá áreas dedicadas a eventos.

Para a inauguração do novo Paço das Artes, acontece exposição da artista Regina Silveira, que apresenta duas obras site-specific inéditas, além de outros trabalhos. Apesar de consolidada, Regina trabalha com arte experimental, como gosta a curadoria do Paço.

SERVIÇO
Período: 25 de janeiro a 10 de maio
Horário: terça a sábado, das 10h às 20h; domingos e feriados, das 12h às 18h
Localização: Rua Albuquerque Lins, 1331, Higienópolis
Entrada: gratuita
Dica: O centro cultural fica anexo ao shopping Pátio Higienópolis. Bom para unir um programa cultural a compras. Também é prático utilizar o estacionamento do shopping.

4 VOCÊ ESTÁ AQUI no MAC

são paulo em fevereiro

VOCÊ ESTÁ AQUI, instalação no MAC-USP. Foto divulgação MAC-USP

O maior poema visual já impresso no Brasil ocupará a empena do MAC-USP – Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo. A instalação VOCÊ ESTÁ AQUI é obra do artista Tadeu Jungle e promete virar ponto turístico – para muitos selfies, claro, mas também para reflexões artísticas. Ao ler a frase, é comum se perguntar: “onde estou agora?”.

A obra já é um sucesso, após ser apresentada em vários formatos. Inclusive, já foi exibida em painel de LED no Vale do Anhangabaú, também em São Paulo. Em dimensão ainda maior na empena do MAC, causará impacto em seu entorno. Além da foto no lado de fora, vale entrar no MAC, especialmente se você nunca foi. O museu fica localizado em um prédio de Oscar Niemeyer, dos anos 1950. Possui a mais importante coleção da América Latina de arte ocidental do século 20, com obras de Modigliani, Picasso, Miró, Kandisnky, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Volpi e Lygia Clark, entre outros grandes nomes nacionais e internacionais.

SERVIÇO
Período: 25 de janeiro a 26 abril
Horário: terça a domingo, das 10h às 21h
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, 1301, Ibirapuera
Entrada: gratuita
Dica: Outras opções de programa no MAC são os café e restaurante Vista, localizados no mezanino e no terraço, respectivamente. Além de boa comida e ambientes agradáveis, eles oferecem lindas vistas para o Parque Ibirapuera.

5 Le Présidente de Erick Jacquin

são paulo em fevereiro

Salão do Président, novo restaurante do chef Jacquin. Foto divulgação Le Président

Jacquin é um dos chefs mais queridos do Brasil. Apresentador dos realities MasterChef e Pesadelo na Cozinha, ele é conhecido como “chef dos chefs”, por seu extenso conhecimento na gastronomia tradicional francesa. No entanto, Jacquin estava sem restaurante próprio nos últimos anos. Em dezembro, voltou à cena da gastronomia paulistana com Le Président.

Trata-se de um restaurante francês sofisticado. Entre os pratos, torta de massa folhada recheada de codorna, inspirada no filme A Festa de Babette, foie gras com salada de mache ao azeite de amendoim e petit gâteau. O restaurante tem todas as paredes vermelhas, como os bistrôs de Paris, decoradas com retratos de Jacquin e prêmios recebidos nos 24 anos de carreira no Brasil. A decoração é kitsch, porém descolada, com sofá de onça, anão de jardim no caixa e pratos com estampas descombinadas.

Apesar de cara, é uma experiência fundamental para fãs do MasterChef e apreciadores da alta gastronomia francesa.

SERVIÇO
Horário: terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h30; sábado, das 12h às 16h e das 19h às 23h30; domingo, das 12h às 16h
Endereço: Rua da Consolação, 3527, Jardim Paulista
Dica: Muitas vezes Jacquin está no Présidente e circula pelas mesas, tirando fotos e conversando com fãs. É imprescindível fazer reserva, pois nada indica que a alta procura para ver Jacquin vá diminuir com o passar dos meses.

Foto de destaque: O Casa Comigo é um dos blocos mais procurados em São Paulo (foto: divulgação Casa Comigo)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *