Menu
Projetos e Obras
Busca

Portobello Eventos

5 programas para fazer em São Paulo em dezembro

02/12/2019

Neste fim de ano, dois grandes motivos atraem turistas a São Paulo: as decorações de Natal e a exposição de Leonardo da Vinci. Saiba mais sobre eles e descubra o que mais fazer.

1 Decorações de Natal

O fim do ano é uma época mágica em São Paulo. Decorações grandiosas tomam conta da cidade e, principalmente, dos shoppings. Se você é apaixonado por Natal ou tem na família crianças que ainda acreditam no Papai Noel, vale a pena vir admirar. 

A principal atração pública é a árvore de Natal do Parque Ibirapuera. Às margens do lago, ela costuma ter mais de 40 metros de altura e trazer instalações tecnológicas. A inauguração será em 7 de dezembro. Não muito longe dali, fica o Reino do Papai Noel. Brincadeiras à parte, a Crefisa ocupa a Rua Canadá com atrações de Natal. Desde 25 de outubro, a iluminação pode ser vista diariamente, sempre a partir das 18h. O Papai Noel marca presença desde 21 de novembro. Há outras atrações gratuitas, como carrossel, piscina de bolinhas e escorregadores, além de neve artificial.

Mas é nos shoppings que as decorações realmente alcançam a exuberância máxima. A mais tradicional é a do Iguatemi. Neste ano, é toda em vermelho, com cerca de 20 mil rosas de LED. O Pátio Higienópolis também tem investido forte no Natal nos últimos anos. A decoração conta com carrossel de quase 30 metros de altura e cinco andares. Para quem gosta de decorações mais contemporâneas, vale visitar o JK Iguatemi, que convidou o florista americano Jeff Leatham. As grandes árvores são feitas de rosas vermelhas, com o interior de espelhos dourados, formando um caleidoscópio. Há também esculturas de renas douradas.

Carrossel natalino de cinco andares do Shopping Pátio Higienópolis (Foto: divulgação)

Carrossel natalino de cinco andares do Shopping Pátio Higienópolis (Foto: divulgação)

2 Leonardo da Vinci no MIS

Não é exagero dizer que Leonardo da Vinci no MIS é a exposição mais esperada do ano. Não apenas pela importância desse artista na história da humanidade, mas também pelo caráter da exposição, imersiva e tecnológica. Ainda, porque marca a abertura de uma nova sede do Museu da Imagem e do Som, o MIS Experience.

Em exposições de artes visuais, o público está acostumado a observar pinturas a uma certa distância. Porém, nas mostras imersivas o espectador é levado para dentro de obras de artistas renomados. Em Paris, o Atelier des Lumières inaugurou essa estratégia com sucesso, em espetáculos sobre Gustav Klimt, Egon Schiele e Van Gogh. O MIS Experience segue esse mesmo formato.

Para ingressar em grande estilo nessa nova proposta, o MIS desenvolveu Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio, em parceria com o Museo Leonardo da Vinci, de Roma. É possível ver réplicas de máquinas desenhadas pelo artista e também desvendar os mistérios de Mona Lisa, uma das pinturas mais famosas do mundo. Mas o grande destaque são os 37 telões com até nove metros de altura que projetam, em alta definição, as obras de Da Vinci. A ala imersiva ocupa 800 m2. A fachada do museu tem painel assinado por Eduardo Kobra.

SERVIÇO
Período: 2 de novembro a 1º de março
Horários: terça a domingo, das 10h às 20h30
Localização: Rua Vladimir Herzog, 75, Água Branca
Entrada: R$ 30 em dias úteis, R$ 40 aos finais de semana, terças gratuitas
Dica: A exposição tem sido muito concorrida. É fundamental comprar ingressos antes, com horário agendado, no site bileto.sympla.com.br. Para facilitar o acesso, há ônibus diretos saindo do terminal Barra Funda a cada 15 minutos, das plataformas 6 e 7.

Carrossel natalino de cinco andares do Shopping Pátio Higienópolis (Foto: divulgação)

Mostra imersiva Leonardo da Vinci – 500 Anos de um Gênio (Foto: divulgação Governo do Estado de São Paulo)

3 Instituto Tomie Ohtake

O Instituto Tomie Ohtake fica num prédio projetado por Ruy Ohtake. O grande arquiteto pós-moderno é filho de Tomie, artista célebre do modernismo nipo-brasileiro. Vale visitar o instituto pelas excelentes exposições que sempre acontecem e também para conhecer sua interessante arquitetura. Ainda, não deixe de almoçar no restaurante Santinho, de deliciosa comida brasileira.

Em dezembro, acontecem duas exposições. Vestindo o Tempo – 70 Anos de Moda Italiana traz vestimentas e acessórios assinados por estilistas como Christian Dior, Emilio Pucci, Fendi, Giorgio Armani, Franco Moschino, Gianni Versace, Missoni, Dolce & Gabbana, Roberto Cavalli, Gucci e Prada. O tamanho da lista já é uma prova da importância da alta moda italiana.

Tomie Ohtake – Poesia se medita, traz obras da artista que dá nome ao instituto. A curadoria selecionou quadros que se relacionam com a poesia oriental. É fundamental conhecer Tomie Ohtake, matriarca de uma família fortemente relacionada à cultura.

SERVIÇO
Período: Vestindo o Tempo – 13 de novembro a 2 de fevereiro; Tomie Ohtake – a partir de 4 de outubro
Horários: terça a domingo, das 11h às 20h
Localização: Rua Coropé, 88, Pinheiros
Entrada: gratuita
Dica: O Instituto Tomie Ohtake conta com estacionamento, porém vale ir de metrô. É próximo da estação Faria Lima (linha amarela). É gostoso caminhar por essa parte de Pinheiros, um bairro jovem e ativo.

Carrossel natalino de cinco andares do Shopping Pátio Higienópolis (Foto: divulgação)

Exposição Vestindo o Tempo – 70 Anos de Moda Italiana, no Instituto Tomie Ohtake (Foto: Ricardo Miyada/divulgação Instituto Tomie Ohtake)

4 Sotaques Paulistanos da Bauhaus na Casa Modernista

A escola alemã Bauhaus influenciou arquitetos brasileiros, formando uma grande geração de modernistas, como Lina Bo Bardi, Vilanova Artigas, Burle Marx, Oscar Niemeyer, Paulo Mendes da Rocha e Rino Levi. Eles atuaram fortemente em São Paulo, deixando para a cidade um importante legado de arquitetura moderna.

O fotógrafo Leonardo Finotti registrou algumas dessas construções para a mostra Sotaques Paulistanos da Bauhaus. As imagens revelam a importância dos materiais e a integração com o urbanismo na arquitetura moderna paulistana. As fotos foram nomeadas de acordo com os elementos arquitetônicos em destaque: Pilar, Rampa, Marquise, Esquadria, Brise, Viga, Treliça, entre outros. Vale visitar para conhecer mais da Bauhaus e seu impacto no Brasil.

SERVIÇO
Período: 13 de agosto a 29 de março
Horários: terça a domingo, das 9h às 17h
Localização: Rua Santa Cruz, 325, Vila Mariana
Entrada: gratuita
Dica: Além da exposição, vale se atentar ao museu, a Casa Modernista. De autoria do arquiteto ucraniano Gregori Warchavchik (1896-1972), é considerada a primeira obra de arquitetura moderna implantada no Brasil, de 1928.

Foto de Leonardo Finotti na exposição Sotaques Paulistanos da Bauhaus

Foto de Leonardo Finotti na exposição Sotaques Paulistanos da Bauhaus

5 Comer & Beber

Comer & Beber premia, há 23 anos, os destaques da gastronomia paulistana. O último ranking trouxe 41 vencedores, divididos nas seções Restaurantes, Bares, Comidinhas e Bom e Barato. Todos são dignos de visita, mas seguem os nossos preferidos: Confeitaria Marilia Zylbersztajn, 2ª melhor doceria; Z Deli Sandwiches, melhor hambúrguer; Padoca do Maní, melhor padaria; La Guapa Empanadas, 2º melhor salgado; Frida & Mina, 2º melhor sorvete; Guilhotina, bartender do ano; Underdog, 2º melhor churrasco; A Casa do Porco Bar, melhor cozinha de bar; Subastor, 2º melhor petisco; Frank Bar, melhor bar de drinques; Dalva e Dito, 3º melhor restaurante brasileiro; Rubaiyat, 2ª melhor carne; NB Steak, melhor rodízio; D.O.M., melhor cozinha autoral; Chef Rouge, melhor restaurante francês.

D.O.M., de Alex Atala, é o restaurante de melhor cozinha autoral segundo o prêmio Comer&Beber (Foto: divulgação)

 

Imagem de destaque: decoração natalina contemporânea do JK Iguatemi, assinada por Jeff Leatham (Foto: divulgação)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *